Fesman no Brasil ressalta luta de negros

– Matéria publicada: 19-05-2009 –

Fonte: Ministério da Cultura –

Divulgação/ Fesman

A cidade de Salvador, Bahia, foi escolhida para o lançamento do III Festival Mundial de Artes Negras no Brasil. O evento será realizado no dia 25 de maio, data em que se comemora o Dia da Libertação da África, instituída pela ONU, em 1972. A data simboliza a luta e o combate dos povos do continente africano pela sua independência e emancipação e representa a memória coletiva dos seus povos e o objetivo comum de unidade e solidariedade na luta para o desenvolvimento econômico do continente.

A solenidade de abertura será no Teatro Castro Alves e terá a presença do presidente Lula, do presidente Abdoulaye Wade, do Senegal, dos ministros da Cultura dos dois países e de diversas autoridades. Serão apresentados shows de artistas, como Margareth Menezes, Carlinhos Brown e Gilberto Gil, entre outros.

O tema para este III Festival é “O Renascimento Africano”. Este encontro das culturas e das artes dos povos negros da África, da Europa e da América traçará um amplo painel da influência das tradições, costumes e religiosidade dos povos negros hoje. Será realizado em Dacar, de 1 a 14 de dezembro deste ano. Alguns nomes já estão confirmados, como a cantora Cesária Évora, os instrumentistas Manu Dibango e Salif Keita, o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, entre outros.

A responsabilidade da organização artística e cultural da participação do Brasil no Fesman é da Fundação Cultural Palmares, que, em breve, divulga edital com as regras da seleção. A FCP está realizando reuniões nas principais capitais do país com a intenção de mobilizar os artistas para a apresentação de propostas que ajudarão a difundir a participação da cultura negra brasileira no mundo.

O Brasil é o país homenageado nesta edição do festival. Em seguida ao lançamento do III Fesman, serão realizadas uma série de atividades para comemorar a Semana da África em Salvador. Os eventos estarão distribuídos durante toda a semana de 25 a 31 de maio, como exibição de filmes, palestras e shows, a exemplo do Cortejo dos Blocos Afros, no dia 25, às 18h, na praça de Campo Grande

Publicado por Comunicação Social/MinC

Matéria origianl: Fesman no Brasil ressalta luta de negros

+ sobre o tema

África que a mídia não mostra para você

Uma criança negra e raquítica pedindo esmolas com um olhar perdido...

Diálogos entre literatura e jornalismo em Angola na passagem do século XIX ao XX

Sheila Ribeiro Jacob (Universidade Federal Fluminense) RESUMO Neste artigo abordamos o início...

Kobe Bryant entra na Justiça contra a própria mãe

O astro da NBA, Kobe Bryant, entrou na...

para lembrar

Fusão do jazz com kuduro em “The Coréon Experiment”

Coréon Dú lançou em 2010, o seu CD de...

“Sem rim”, vaidoso, fã de arrocha, arteiro: 10 fatos sobre Isaquias Queiroz

Conheça mais sobre Isaquias Queiroz, o baiano de Ubaitaba,...

Portela fecha a noite no Desfile das Campeãs, na Sapucaí

A Portela, grande vencedor do carnaval, fechou o desfile...

“Terra deu, terra come”: Documentário resgata a cultura de quilombo mineiro

Por: MAURÍCIO STYCER  Pedro de Almeida, conhecido como Pedro...
spot_imgspot_img

Mostra Competitiva Adélia Sampaio recebe inscrições de filmes de mulheres negras até 16 de junho

A 6ª edição da Mostra Competitiva de Cinema Negro Adélia Sampaio está com inscrições abertas para filmes dirigidos por mulheres negras de todo o...

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta pela primeira vez no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...

Mães e Pais de Santo criam rede de solidariedade para apoiar comunidades de matriz africana afetadas no Sul

Quando a situação das enchentes se agravou no Rio Grande do Sul, Ialorixás e Babalorixás da cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre,...
-+=