Finalista do Miss Itália é vítima de racismo “Se eu fosse filha de pais alemães essa discriminação nunca teria acontecido”

A finalista do Miss Itália, Sevmi Tharuka Fernando, foi vítima de racismo e discurso de ódio nas redes sociais devido à cor de sua pele. Filha de pais originários do Sri Lanka, a jovem de 20 anos nasceu em Pádua, na Itália e atualmente mora em Villanova di Camposampiero, na região do Vêneto.

No Notícia Preta

Sevmi Tharuka Fernando. Foto: Max Menghini

Diversos internautas comentaram que Sevmi não poderia representar a beleza italiana. “Você não é uma beleza italiana, você tem a pele escura”, escreveu um dos internautas. “Não merece participar do Miss Itália”, acrescentou outro.

“Infelizmente ainda existem tantos preconceitos, tantas pessoas não aceitam que eu sou italiana apenas porque tenho pele escura. Se eu fosse filha de pais alemães e nascesse na Itália, estou convencida de que essa discriminação nunca teria acontecido”, respondeu Sevmi em entrevista ao jornal italiano “Corriere del Veneto”.

A modelo disse que tem sofrido ataques racistas desde que passou na primeira fase do concurso de beleza. “São pessoas que me escrevem em particular para não se exporem, mas a questão não muda. Também participo da competição para quebrar essas discriminações e continuar meu caminho. Se alguém me critica, significa que fui notada entre muitos”, acrescentou Sevmi.

Em apoio a Sevmi algumas celebridades postaram mensagens de incentivo nas redes sociais. A Miss Itália 1996 Denny Mendez, também alvo de preconceito, prestou solidariedade e apoio à Sevmi. “Parabéns! Boa Sorte!, escreveu ela na rede social. A final do Miss Itália 2019 será apresentada por Alessandro Greco e transmitida ao vivo pela Rai1 diretamente de Jesolo, na próxima sexta-feira (6).

+ sobre o tema

Como um pente de 48 centavos gerou um processo por racismo nos EUA

Uma americana processou o Walmart ao descobrir a maneira...

“É gente que não presta, racistas”

O congolês Samba lamentou os cânticos racistas e homofóbicos...

para lembrar

“A política não é lugar para preto vagabundo feito você”

Por Douglas Belchior Tenho plena consciência de que represento uma...

Um Silva do Brasil e das Áfricas: Alberto da Costa e Silva

Durante muito tempo o continente africano foi visto como um vasto...

Sobre a Bahia, seus linxamentos e confinamento racial

Escrevi dias atrás sobre a truculência das Rondas Especiais...

Morte Habib’s: vídeo mostra funcionários arrastando garoto desmaiado pela rua

Morte Habib's: vídeo mostra funcionários arrastando garoto desmaiado pela...
spot_imgspot_img

SC tem alta de 51% nos casos de injúria racial e lidera denúncias do crime no país

Em Santa Catarina, seis pessoas procuraram a polícia por dia, em média, para denunciar casos de injúria racial em 2023. No ano passado, 2.280 pessoas sofreram ofensas...

O destino dos negros

A semana em que o Estatuto da Igualdade Racial (lei 12.288/2010) completou 14 anos foi repleta de notícias que atestam o quanto o Brasil está longe...

Roda de samba no Centro do Rio registra dupla imitando macacos em evento: ‘não será tolerado’

O PedeTeresa, roda de samba que acontece na Praça Tiradentes, no Centro do Rio, compartilhou um vídeo de uma dupla imitando macacos em um...
-+=