Frase ‘#Busque Racismo Estrutural’ é pintada na Avenida Faria Lima no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Enviado por / FonteG1

O movimento antirracista pintou a frase “#Busque Racismo Estrutural“ na Avenida Faria Lima, na Zona Sul de São Paulo, no Dia Internacional dos Direitos Humanos, comemorado neste 10 de dezembro. A inscrição foi feita pelo mesmo grupo que escreveu “Vidas Pretas Importam” na Avenida Paulista, no mês passado.

Cerca de 60 artistas e produtores culturais se reuniram entre a noite de quinta-feira (9) e madrugada desta sexta (10) para pintar a rua. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) sinalizou o local, mas o motorista de ônibus avançou sobre parte da pintura e borrou o asfalto.

A ideia do coletivo é ajudar a entender o que é racismo estrutural e fazer com que as pessoas busquem o tema na internet. A Avenida Faria Lima foi escolhida por ser sede de importantes empresas.

Essa foi a quarta frase que o coletivo cultural independente pintou na cidade para dar visibilidade e combater o racismo.

A primeira frase foi pintada na Paulista em 21 de novembro após a morte de João Alberto Silveira Freitas, que foi espancado por seguranças de um supermercado em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Entre 26 e 27 de novembro, a Avenida 9 de Julho ganhou a frase “O futuro é uma mulher preta”. E em 28 de novembro, o Minhocão ganhou a frase “Silêncio é apagamento”.

O Brasil registrou mais de 12 mil casos de racismo e injúria racial no ano passado. O estado de São Paulo lidera o ranking com o maior número de ocorrências.

Paulista
Manifestantes pintaram a frase “Vidas Pretas Importam” na Avenida Paulista, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na região Central da capital paulista, em protesto motivado pelo assassinato do cidadão negro João Alberto Silveira Freitas, espancado até a morte por seguranças do supermercado Carrefour em Porto Alegre.

A ação na Avenida Paulista lembra o que manifestantes fizeram no Estados Unidos durante os protestos contra o assassinato de George Floyd, quando as avenidas de cidades também ganharam inscrições como “Black Lives Matter” (Vidas Negras Importam, em tradução para o português).

Frase ‘Vidas Pretas Importam’ é pintada na Avenida Paulista — Foto: Andre Penner/AP

 

Fonte: G1

+ sobre o tema

Que escriba sou eu?

Tenho uma amiga que afirma que a gente só prova...

Carta de intenções entre ONU e Brasil abre outra história, diz ministra Luiza Bairros

O mandato da deputada Federal Marina Sant'Anna participou...

Vox/Band/iG: Dilma cai de 56% para 54%

Candidata petista varia para baixo pela primeira vez dentro...

para lembrar

Porque ninguém fez nada pela doutora Valéria? Por Adriana Cecilio Marco dos Santos

Juizado Especial de Duque de Caxias, Rio de Janeiro,...

Racismo: noiva pede que cantora alise cabelo para “ficar melhor nas fotos”

Uma cantora de Brasília viveu um episódio de racismo...

Regiões ricas falham mais em dar oportunidade igual a negros e brancos, mostra índice

Prosperidade econômica nem sempre caminha lado a lado com...

Pesquisa inédita mostra desigualdade racial no mercado de tecnologia

A pesquisa inédita Potências Negras Tec, realizada em outubro...
spot_imgspot_img

Câmara do Rio de Janeiro promove encontro entre familiares de vítimas da violência do Estado

Pela primeira vez, a Câmara Municipal do Rio de Janeiro promoveu o “Café das Fortes” que reúne mães e familiares de vítimas do genocídio...

Torta de climão

Conversa vai, conversa vem, dia desses uma conhecida relatou o desconforto que sentiu ao ser tratada como "a diferente" durante uma viagem ao exterior. –...

Mais de 600 pessoas negras foram mortas em MT em 2021, aponta Atlas da Violência

Mato Grosso registrou 672 casos de homicídio contra pessoas negras no ano de 2021, segundo os dados do Atlas da Violência 2023, que foram...
-+=