Frevo é declarado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

Gabriel Palma
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) aprovou dia 5 de dezembro de 2012 o frevo, expressão artística do carnaval do Recife, como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. O reconhecimento ocorreu durante a 7ª Sessão do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, na sede da Unesco, em Paris, na França.
Em 2007, o frevo já havia sido declarado como Patrimônio Imaterial do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

“A capacidade de promover a criatividade humana e o respeito pela diversidade cultural é inerente ao frevo e a sua inscrição na Lista Representativa fortalece a apreciação do espírito criativo da humanidade, graças a sua abertura a diversos indivíduos e comunidades. A inscrição reconhece também as medidas para salvaguardar essa manifestação, como a documentação e as atividades educacionais e de promoção”, conforme informações publicadas no site da representação da Unesco no Brasil.

Após a aprovação, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, agradeceu e destacou a importância da inclusão do frevo na lista da Unesco, que acompanhou a decisão. O frevo é um gênero musical e de coreografia que surgiu no final do século 19 no Recife e em Olinda, em Pernambuco. É a mistura de gêneros musicais, danças, capoeira e artesanato, em “uma das mais ricas expressões da inventividade e capacidade de realização popular na cultura brasileira”.

A relação do Patrimônio Cultural Imaterial se refere às tradições, práticas, aos rituais, conhecimentos e às obras que integram a identidade e coesão social dos povos e comunidades, transmitidos por várias gerações. Anualmente é elaborada uma lista. O objetivo é proteger esse patrimônio, mantendo-o vivo e seguro, por intermédio da educação entre as comunidades.

Atualmente, a lista reúne 232 elementos de 86 países. Há ainda uma relação com 27 elementos de 15 países que se refere aos projetos que precisam de salvaguardas urgentes e do apoio da Unesco.

Edição: Carolina Pimentel

{gallery}1dez12/frevo{/gallery}

Matérias relacionadas

O legado fundamental dos povos africanos para a cultura brasileira

Plano de aula: DIVERSIDADE CULTURAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA

Fonte: Agência Brasil

+ sobre o tema

Sem contato do COI, judocas refugiados mantêm esperança em vaga olímpica

Os judocas refugiados Popole Misenga e Yolande BukasaVinicius Lisboa/Agência...

Menina de dez anos morre na Somália após mutilação genital

Morreu devido a uma hemorragia. A Somália tem uma...

para lembrar

The Weeknd passa a ter o maior hit do século com “Blinding Lights”

Dias depois de uma performance histórica no Super Bowl,...

A Negra Felicidade

A história de uma mulher alforriada que volta a...
spot_imgspot_img

Obrigada Shirley

É com muita tristeza que compartilhamos a notícia do falecimento da Shirley Villela, nossa companheira e amiga, tecedora da Redes da Maré, de 2013...

Sambista ligada ao rap, Leci Brandão rebate críticas de Ed Motta: ‘Elitista’

Leci Brandão, 79, rebateu com estilo as recentes declarações de Ed Motta, que chamou de "burros" os fãs de hip hop, "sem exceção". Sem citar...

Gilberto Gil é homenageado na Uerj por contribuições culturais ao país

Cantor, compositor, escritor, produtor musical, imortal da Academia Brasileira de Letras, ex-ministro da Cultura. Dono de vários talentos e posições, Gilberto Gil ganhou nesta...
-+=