Fundo Agbara abre caminhos: edital para mulheres negras empreendedoras de São Paulo

Enviado por / FonteEnviado ao Portal Geledés

Esse edital é direcionado à mulheres negras afroempreendedoras que movimentam negócios no estado de São Paulo, exceto região metropolitana de Campinas.

Se esse é seu perfil, te convidamos a ler todos os detalhes do edital abaixo para que você possa concorrer à contemplação de um aporte financeiro de R$ 1.000,00 (MIL REAIS) para impulsionar seu negócio.

Te convidamos também a conhecer e divulgar as ações do Fundo Agbara:
Facebook: https://www.facebook.com/FundoAgbara7
Instagram: https://www.instagram.com/fundoagbara/
Linkedin: https://www.linkedin.com/company/agbara-campinas-sp/

1. Quem é o Fundo Agbara

O Fundo Agbara é o primeiro fundo para mulheres negras do Brasil. Uma organização sem fins lucrativos, de impacto social, gerida por mulheres negras que tem como missão a potencialização de empreendedoras negras periféricas, de 20 cidades da Região Metropolitana de Campinas.
Desde setembro de 2020, quando começamos nossas atividades, já prestamos mais de 200 atendimentos à mulheres negras entre aportes financeiros, promoção de cursos e assessorias técnicas prestadas

2. Edital Agbara Expansão – Abrindo Caminhos

Diante do impacto da pandemia na vida das mulheres negras em todo país, aprofundando as desigualdades e por compreender a potência desse grupo social do ponto de vista do empreendedorismo é que nos propomos a ampliar o alcance do Fundo Agbara e lançar esse chamado a mulheres negras de todo o estado de São Paulo.

3. Objetivo do edital

Através deste edital pretendemos contemplar uma mulher negra afro empreendedora com o aporte financeiro de R$ 1.000,00 (MIL REAIS) para que ela possa impulsionar seu empreendimento.

4. Quem pode se inscrever

Mulheres negras (pardas ou pretas, cisgêneras ou transgêneras) com idade a partir de 18 anos que tenham empreendimentos comprometidos com impulsionamento da cultura e história afro-brasileira. Para concorrer, é necessário que o empreendimento seja divulgado também através das redes sociais.

5. Como se inscrever

Para concorrer, é necessário:

– Ser uma mulher negra, de qualquer nacionalidade residente no estado de São Paulo, exceto Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Morungaba, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos e Vinhedo. Se você é moradora de uma dessas cidades, se inscreva através deste link https://bityli.com/9DqII

– Ter no mínimo 18 anos completos na data de inscrição para o edital

– Possuir empreendimento que esteja vinculado ao propósito de impulsionamento da cultura e história afro-brasileira;

– Preencher todos os dados solicitados no formulário abaixo, inclusive com o envio de foto nas especificações solicitadas entre os dias 01/06/2021 a 06/06/2021 até às 23h59.

Para mais informações e inscrições acesse o link abaixo:

https://forms.gle/RjHSQoZmsjcuLm838

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 

+ sobre o tema

Amor aos livros. E a elas

O potencial do mercado dos negros e das mulheres por...

Esther Vivas: “A sociedade é um meio hostil às mães e à criação dos filhos”

Jornalista e escritora espanhola defende que a maternidade seja...

para lembrar

A Casa dos Homens e o Coletivo 2° Opinião – Opinião de quem faz parte

O processo de construção da peça ‘A Casa dos Homens’ é...

Desafios do Feminismo diante da questão de raça

Há pouco tempo atrás um debate acirrado aqueceu as...

Rosana Paulino: a mulher negra na arte

Longe de negar sua realidade e condicionar sua produção...

Edital oferece apoio financeiro a organizações lideradas por mulheres e pessoas trans

Edital oferece apoio financeiro a organizações lideradas por mulheres...
spot_imgspot_img

Brasil registra um crime de estupro a cada seis minutos em 2023

O Brasil registrou um crime de estupro a cada seis minutos em 2023. Com um total de 83.988 casos de estupros e estupros de...

Mortalidade materna de mulheres pretas é o dobro de brancas e pardas, diz estudo

Mulheres pretas têm quase duas vezes mais risco de morrer durante o parto ou no puerpério que mulheres pardas e brancas, segundo um estudo da Unicamp (Universidade Estadual...

Plataforma Mães Negras debate impactos do peso na vida profissional

A Plataforma Mães Negras do Brasil, startup (empresa emergente) de impacto social, cujo objetivo é a promoção do desenvolvimento socioeconômico de mães negras, promove nesta quarta-feira...
-+=