Fundo Brasil lança editais 2015 com show de Leci Brandão no Sesc

Marcado para a noite de 3 de dezembro, no Sesc Vila Mariana, show de Leci Brandão será mais uma edição do evento “Diálogos musicais em direitos humanos”

No, Fundo Brasil

O Fundo Brasil de Direitos Humanos lança, no dia 3 de dezembro, novos editais para apoio de projetos de organizações e/ou indivíduos que atuam na defesa de direitos humanos em todo o país.  O lançamento acontece no Sesc Vila Mariana, com show de Leci Brandão, marcando mais uma edição do evento “Diálogos musicais em direitos humanos”.

Na apresentação, Leci desfilará os grandes sucessos de sua carreira, distribuídos em seus mais de vinte álbuns. A cantora e compositora começou no início da década de 1970, tornando-se a primeira mulher a participar da ala de compositores da escola de samba Mangueira. Suas canções são marcadas por letras de cunho social, sempre em defesa das minorias.

O Sesc São Paulo é parceiro da fundação no lançamento dos seus editais desde 2009. Por meio dessa parceria, o Fundo Brasil tem alcançado um de seus principais objetivos: sensibilizar cada vez mais pessoas sobre a importância da defesa e da garantia dos direitos humanos em nosso País. A música tem se mostrado um caminho acertado nesse sentido. O Sesc São Paulo, por outro lado, também tem reafirmado seu compromisso com a promoção dos direitos humanos e com a valorização da educação e da cultura como pressuposto para a transformação social.

Com a participação de Carlinhos Antunes e Orquestra Mundana (2013), Fabiana Cozza (2012), Banda Pífanos de Caruaru com Rita Ribeiro (2011), MPB4 e Jair Rodrigues (2010) e MV Bill (2009), a série de shows intitulada “Diálogos Musicais em Direitos Humanos” se mostrou uma oportunidade de estimular o contato do público com o tema dos direitos humanos por meio da experiência cultural.

 

Números

O Fundo Brasil atua como uma ponte, viabilizando projetos de defesa dos direitos humanos, com recursos doados por indivíduos, empresas e instituições do poder público; e ainda promove o fortalecimento da atuação de grupos que trabalham nessa causa, potencializando suas ações por meio de formação técnica e política.

Desde 2007, já foram destinados mais de R$ 7,4 milhões para o apoio a 247 iniciativas, espalhadas pelas cinco regiões do país. São beneficiários(as) da fundação: afrodescendentes, população LGBT, mulheres, pequenos(as) agricultores(as), comunidades tradicionais, povos indígenas, quilombolas, população carcerária, vítimas e familiares de violência policial; e grupos impactados por empreendimentos urbanos e grandes obras de infraestrutura.

 

Editais 2015

Todas as informações sobre como inscrever uma proposta e os critérios de seleção serão divulgadas a partir do dia 3 de dezembro no site do Fundo Brasil, e nas páginas da fundação no Facebook (facebook.com/fundobrasil) e no Twitter (twitter.com/fundobrasil).

Para informações sobre o show, clique aqui!

+ sobre o tema

Advocacia pro Bono – O Direito é um Direito de todos!

Por que isto é importante No Brasil, o...

Na ONU, Geledés propõe ações de combate ao racismo para desenvolvimento sustentável

Não há desenvolvimento sustentável sem o enfrentamento de todas...

Comissão Arns: a sociedade civil se mobiliza por direitos

Pode até não ser no ritmo que muitos desejavam,...

Laerte e Wyllys criam comissão de direitos humanos paralela

O cartunista Laerte (à dir.) e o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) comandarão...

para lembrar

M.Officer é condenada a pagar R$ 6 mi por casos de escravidão contemporânea

A empresa M5 Indústria e Comércio, dona das marcas...

Mais de 150 concursos têm 36,2 mil vagas com inscrições abertas

Salários chegam a R$ 22.854,46 no TJ do DF...

10 livros infantis que abordam os direitos humanos

O direito à vida e à convivência familiar, o...
spot_imgspot_img

Desenrola para MEI e micro e pequenas empresas começa nesta segunda

Os bancos começam a oferecer, a partir desta segunda-feira (13), uma alternativa para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI) e micro e...

“Geledés é uma entidade comprometida com a transformação social”, diz embaixador do Brasil no Quênia

Em parceria com a Embaixada do Brasil no Quênia, Geledés - Instituto da Mulher Negra promoveu nesta sexta-feira 10, o evento “Emancipação Econômica da...

Caso Sônia é desastroso para combater trabalho escravo, alerta auditor

A história de Sônia Maria de Jesus, de 50 anos – que foi resgatada em uma operação contra o trabalho análogo à escravidão da...
-+=