Guest Post »

Fundos eleitorais: candidatos brancos receberam valor 12 vezes maior do que negros

O mito da democracia racial

Veja como, até quando o assunto é financiamento eleitoral, há uma clara e gritante diferença entre brancos e negros no Brasil. Quanto aos fundos especial e partidário, por exemplo – o partido recebe sua parte e decide quanto dela vai para a campanha de cada candidato.

por Ancelmo Gois no O Globo

Congresso Nacional | Daniel Marenco

No Rio, cada postulante a deputado federal homem branco recebeu em média, dos dois fundos, R$ 113 mil. Cada mulher branca, R$ 107 mil; mulher negra, R$ 59 mil, e homem negro… R$ 9 mil.

Segue…

Ou seja: no Rio, candidatos à Câmara homens brancos receberam, dos fundos especial e partidário, 12 vezes mais do que homens negros, e duas vezes mais do que mulheres negras.
Os dados estão na nova ferramenta que o Movimento Transparência Partidária lança na segunda, agora, no evento “Onde está o dinheiro das Eleições 2018?”, em São Paulo.

Aliás…

Em relação à disputa pela Assembleia Legislativa do Rio, o quadro foi parecido – candidatas mulheres brancas, contudo, foram as que mais receberam para suas campanhas: R$ 31 mil.
Cada homem branco levou, em média, R$ 19 mil; mulher negra, R$ 18 mil, e homem negro, R$ 7 mil.

Artigos relacionados