Gestante desaparece após sair para encontrar mulher que doaria roupas para o bebê

Grávida de sete meses, Rayanne Christini mora em Bangu

Do O GLOBO

A Polícia Civil procura uma gestante que desapareceu em Bangu, na Zona Oeste, depois de sair para encontrar uma mulher que prometia doar roupas para o bebê que espera.

Rayanne Christini Costa Ferreira, de 22 anos de idade, está grávida de sete meses. Ele saiu de casa, em Bangu, na terça-feira, com destino à Central do Brasil e não foi mais vista. De acordo com agentes da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), Rayanne teria ido se encontrar com uma mulher que lhe daria roupas para a criança.
Quem tiver qualquer informação que possa contribuir com as investigações pode entrar em contato com a DDPA pelos telefones (21) 2202-0338 / 2582-7129, ou com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823 e 2334-8835.

+ sobre o tema

Sobre cabelos, relacionamentos e outras coisas!

Após uma atividade na minha universidade em celebração ao...

Michelle Obama está farta de ser chamada “mulher revoltada de raça negra”

“Uma mulher revoltada de raça negra”. Michelle Obama está...

A banalização da vida diante da cultura do abandono e da morte

O ano de 2017 expondo as vísceras da cultura...

para lembrar

Mortalidade materna de mulheres negras é o dobro da de brancas, mostra estudo da Saúde

Assim como outros indicadores de saúde, a mortalidade materna é...

Presidenta Dilma Rousseff recebe lideranças do Movimento Negro

Educação, saúde, democratização da comunicação e enfrentamento à violência...

Quando soube da microcefalia, grávida de 18 anos foi abandonada pelo marido

O diagnóstico de microcefalia foi a sentença de morte...

Ilê Aiyê promove a Semana da Mãe Preta em homenagem à mulher negra

A Associação Cultural Ilê Aiyê promove a partir da...
spot_imgspot_img

Ela me largou

Dia de feira. Feita a pesquisa simbólica de preços, compraria nas bancas costumeiras. Escolhi as raríssimas que tinham mulheres negras trabalhando, depois as de...

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Comida mofada e banana de presente: diretora de escola denuncia caso de racismo após colegas pedirem saída dela sem justificativa em MG

Gladys Roberta Silva Evangelista alega ter sido vítima de racismo na escola municipal onde atua como diretora, em Uberaba. Segundo a servidora, ela está...
-+=