Gleice Simão: Críticas e Racismo no Masterchef

Ela nunca tinha assistido a um episódio inteiro de MasterChef, mas sabia que as pessoas choravam muito por lá. Inclusive, quando resolveu ligar a TV, chorou pela saída do candidato Baiano e resolveu não dar mais sua audiência para “um programa desse”. Se ela pensava em se candidatar? Nunca.

por Camila Eiroa no TPM

Aos 20 anos, a paulistana Gleice Simão não só entrou no reality show culinário como se tornou a candidata mais atacada nas redes sociais enquanto participava da edição atual. Os comentários chegaram aos trends no Twitter e, na grande maioria dos casos, se resumiam a ataques racistas. “Onde já se viu, uma negra ganhar essa prova?”, ela lembra de ter lido. Acusada de tentar conquistar os jurados com drama, resistiu à competição enquanto lidava com o assassinato recente de seu irmão e às críticas por não conhecer pratos mais sofisticados.

A ideia da jovem nunca foi fazer da cozinha um território gourmet. Filha de mãe baiana e pai mineiro, Gleice se encanta pelos sabores brasileiros.

“Tem gente que vai a alguma capital diferente do país pra comer em restaurante italiano, sem conhecer o sabor da Bahia, por exemplo.” 

A ideia ao se inscrever para o programa era levantar grana para um projeto entre amigos que queriam viajar cozinhando e contar a história da cozinha de lugares específicos, o Mochileiros da Gastronomia, que pretende retomar agora. Foi a única deles a passar na prova que lhe rendeu o avental do programa.

Hoje, eliminada, acredita estar mais madura e consciente de seu lugar como mulher negra. E garante: cozinhar não vai deixar de ser seu sonho tão cedo.

+ sobre o tema

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou...

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

para lembrar

Léa Garcia

Nascida no Rio de Janeiro, em 11 de março...

Beyoncé canta Tina Turner em espetáculo futurista da nova turnê ‘Renaissance’

Numa performance brilhante, Beyoncé fez o primeiro de seus cinco shows...

A presença de uma Juíza Negra no STF é uma questão de coerência, reparação histórica e justiça

A Constituição Federal, estabelece como objetivo da República Federativa...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=