GOVERNO DE MINAS GERAIS AMEAÇA QUILOMBOLAS RIBEIRINHOS

 

O Governo do Estado de Minas Gerais desapropria fazenda, amplia áreas de compensação do Projeto Jaíba, ignorando a existência de uma centena de famílias do Quilombo da Lapinha que moram ao longo do Rio São Francisco no município de Matias Cardoso.

 

Em 30 de Setembro de 2006, 110 famílias quilombolas do Quilombo da Lapinha município de Matias Cardoso Norte de Minas, re-ocuparam uma área da Fazenda Casa Grande de propriedade da FAREVASF (Fazendas Reunidas do vale do São Francisco) . Em Audiência de Conciliação no Fórum da Comarca de Manga em 22/01/2007, homologou-se um acordo entre as partes perante o Ministério Público, garantindo que as famílias permaneceriam numa área de 22 ha. até a solução final deste litígio.Em julho de 2009, o Juiz da Vara Agrária de Minas Gerais julgou a Ação dando causa favorável as famílias. Os proprietários recorreram e o Tribunal concedeu esta semana uma sentença favorável aos fazendeiros. Paralelamente, o Governo do Estado de Minas Gerais, na gestão do IEF – Instituto Estadual de Florestas – entrou com uma ação de desapropriação do imóvel, justificando que a mesma seria incorporado ao Parque Estadual Lagoa do Cajueiro no âmbito da compensação ambiental pelos imensos impactos ambientais que vem sendo provocados pelo Projeto Jaíba.

 

Reconhecido como comunidade remanescente de quilombo pela Fundação Cultural Palmares desde julho de 2005, em setembro de 2006 uma centena de famílias do Quilombo da Lapinha, que viviam refugiadas na Ilha da Ressaca desde 1970, iniciou a retomada de seu território tradicional ocupando a sede da Fazenda Casa Grande, exatamente do lugar de onde vieram a maioria de seus antepassados.

 

Embora vivendo em uma área de apenas 22 ha., nestes quase quatro anos as famílias construíram diversos barracos de adobe, cisternas para armazenamento de água, com a implantação de hortas e lavouras diversificadas, melhorando de forma significativa sua alimentação. Outras iniciativas encontram-se em andamento como praticas de manejo agroecológico de vazantes e uma unidade comunitária de artesanato. Além disso, em parceria com a Prefeitura Municipal de Matias Cardoso, houve uma melhora significativa no atendimento escolar, inclusive com a contratação de professores da própria comunidade.

 

No entanto, todo este processo encontra-se em vias de ser soterrado, pois o oficial da justiça da Comarca de Manga esteve no acampamento no dia 19 de abril oficializando as famílias da desapropriação do imóvel, ameaçando desalojar as 110 famílias que lá residem. Assim, a desapropriação da Fazenda Casa Grande e sua incorporação ao Parque Estadual Lagoa do Cajueiro trouxe um clima de insegurança para toda a comunidade que afirma não abandonar a área de forma nenhuma.

 

Para isso, convocamos as pessoas, entidades e movimentos a se indignarem com as ações de um Estado que não respeita o direito humano, que impõe as leis ambientais, definindo as regras em função dos grandes investimentos do hidro e agronegócio, sem levar em conta as comunidades tradicionais que secularmente viveram nesta região, numa relação de solidariedade, partilha e harmoniosa com a terra e todos os seres vivos.


“A terra e a água são dons de Deus e deverão ser repartidas igualmente entre todos. Na terra doada por Deus não deverá haver uma sociedade baseada na injustiça e na desigualdade.”.(Números 33,50-56)

 

 

Fonte: Lista Racial

+ sobre o tema

Exposição no Museu Regional do Livro aborda cultura afro-brasileira

Literatura negra estaria relacionada às formas da percepção do...

Ataques e contra-ataques do racismo na terra de Pelé

por Felipe Carrilho O futebol, verdadeira instituição nacional, pode ser...

Estudiosos revelam como intelectuais negros atuaram na Abolição

Eles negam, por exemplo, que Machado de Assis tenha...

Rapper Thaíde relembra 30 anos de carreira comentando letras marcantes em livro

Obra é uma parceria com o jornalista Gilberto Yoshinaga, biógrafo...

para lembrar

A Saga dos Engenheiros Rebouças

A Bahia reconhecida   desde   suas   origens  como  terra  de   tantos  brasileiros ilustres,  nas mais diversas áreas profissionais, alguns cujos nomes são...

Crítica ao ostracismo do negro na literatura

'A crítica nacional ignora o fato de que temos...

Olhe bem esta foto e me diga quem é a mãe

A da esquerda? A do meio? Ou a da...

‘A África no Brasil e o Brasil na África vistos pela televisão’

A televisão brasileira já é vista na África...
spot_imgspot_img

Coletivo Kukuru Itan realiza oficina gratuita de teatro de Nanã para idosos durante o mês de junho

Com a missão de valorizar a identificação de idosos racializados, sobretudo negros, o Coletivo Kukuru Itan criou a oficina de teatro de Nanã, que acontece durante o mês...

Bia Ferreira é anunciada no Rototom Sunsplash, em Benicassim (Espanha), um dos mais importantes festivais de Reggae do mundo

A cantora, compositora e multi-instrumentista Bia Ferreira acaba de ser anunciada como uma das atrações do Rototom Sunsplash, um dos mais importantes festivais de reggae do planeta,...

Graciela Soares se inspira na obra de Carolina Maria de Jesus para o lançamento de single inédito

A partir do 7 de junho, a cantora e compositora Graciela Soares apresenta nas principais plataformas de áudio o seu primeiro single autoral Despejo, confira o link do...
-+=