Hashtag expõe o que é relacionamento abusivo

A internet é muito importante para o atual movimento feminista. Ela ajudou a espalhar as ideias e a luta das mulheres e passou a acolher muito mais meninas que antes não tinham acesso ao movimento ou tinham uma ideia errada sobre o feminismo. Um dos modos de expor comportamentos negativos e mostrar que a sociedade tem que rever seus conceitos é via hashtags nas redes sociais.

Por Isabela Faggiani, do Ondda 

Já tivemos a #meuprimeiroassedio, na qual as meninas compartilhavam histórias de assédio que tinham sofrido. Tivemos também a #eunaomerecoserestuprada, que serviu para mostrar que nenhuma mulher merece ser estuprada e ninguém “estava pedindo” nada. E tivemos muitas outras que se espalharam pela rede.

Agora, a hashtag da vez decide entrar em um assunto muito delicado: relacionamentos abusivos. A #érelacionamentoabusivoquando” surgiu para mostrar às meninas e mulheres que relacionamentos abusivos não ocorrem só quando há violência. Eles atacam de forma sutil e são muito mais corriqueiros do que parecem. Com o movimento, o Twitter se encheu de mensagens que explicam ações grandes e pequenas que podem ser sinais de relacionamentos abusivos. Confira algumas dessas mensagens e procure mais usando a hashtag.

+ sobre o tema

NASA batiza órgão em homenagem à pioneira matemática Katherine Johnson

Responsável pela segurança de dados e softwares das missões...

Casal gay é expulso de bar e caso revolta internautas: ‘Fomos ignorados’

Jovens registraram b.o. e ingressaram com um processo na...

Nós queremos é falar sobre poder!

“No momento em que o excluído assume a própria...

para lembrar

Becos da Memória – A força da memória para pensar o passado e o presente

Joselicio Junior: A riqueza do texto está na importância...

Feminicídio: 74% das mulheres mortas no RJ eram mães, aponta pesquisa

Um levantamento feito pelo Núcleo de Pesquisa de Gênero,...

“Torturei minha garotinha durante anos”, diz mãe sobre aceitação de filho transgênero

Quando criança, a cada vez que José Bernardo trocava...

Tribunal permite que Lei Maria da Penha seja aplicada para mulheres trans

A 9º Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=