segunda-feira, novembro 28, 2022
InícioEducaçãoHistória da Educação do Negro e outras histórias

História da Educação do Negro e outras histórias

História da Educação do Negro e outras histórias/Organização: Jeruse Romão.
Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. 2005.

278p.( Coleção Educação para Todos)

 

Fonte: Domínio Público

Autores:

Alexandre do Nascimento
Claúdia Regina de Paula
Geraldo da Silva
Henrique Cunha Júnior
Jeruse Romão
Lauro Cornélio da Rocha
Lídia Nunes Cunha
Lucimar Rosa Dias
Márcia Araújo
Marcus Vinicius Fonseca
Mariléia dos Santos Cruz
Surya Aaronovich Pombo de Barros

 

Apresentação

O Brasil, país com a segunda maior população negra do mundo – atrás apenas da Nigéria –, conseguiu ao longo de sua história produzir um quadro de extrema desigualdade entre os grupos étnico-raciais negro e branco. Até bem pouco tempo, o Estado brasileiro não incorporava as categorias racismo e discriminação racial para explicar o fato de os negros responderem pelos mais baixos índices de desenvolvimento humano, e os brancos pelos mais
elevados.
A despeito dessa tentativa de silenciamento, a resistência negra tem se mantido e se fortalecido, a ponto de atualmente não ser mais possível, num debate lúcido, a defesa da imagem da sociedade brasileira como um exemplo de democracia racial. Por meio de pressão e atuação incessantes, o movimento negro organizado denunciou as condições de vida da população negra brasileira, evidenciando, entre outras coisas, que o acesso e a permanência dessas pessoas no sistema educacional é permeado por uma série de entraves.
Tais constatações acabaram por obrigar o Estado a construir políticas públicas de combate a essas desigualdades sociais e educacionais. Em 9 de janeiro de 2003, a Lei no 10.639 alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei no 9.394), instituindo a obrigatoriedade do ensino de história e cultura africanas e afro-brasileiras. No ano seguinte, o Conselho Nacional de Educação aprovou as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileiras e Africanas.
À luz da trajetória educacional dos negros, esta obra, sexto volume da Coleção Educação para Todos, reúne com rigor metodológico artigos que acenam para propostas político-pedagógicas anti-racistas e apresenta com originalidade temas caros à história da educação da população negra brasileira. Essa estratégia emerge do entendimento de que o conhecimento histórico é ferramenta indispensável para o combate aos mecanismos legais, pedagógicos,administrativos e políticos que foram e ainda são adotados pelos sistemas de ensino para impedir o acesso de pessoas negras à educação regular e formal.

 

Por essa razão, História da Educação do Negro e outras histórias, publicação organizada pela educadora Jeruse Romão, traz novos dados ao debate sobre a exclusão da população negra do sistema educacional, bem como apresenta alternativas forjadas pelo movimento social negro para o enfrentamento das desigualdades. Proporciona assim, graças às diversas fontes de pesquisa, um panorama inédito dos saberes necessários para a atuação de professores e professoras que se propõem a pensar e atuar na defesa das políticas educacionais no país.

 

Temos a certeza de que os conhecimentos aqui apresentados contribuirão tanto para a formação desses profissionais quanto para a potencialização de seu entendimento acerca do papel da educação, que tem se pautado pela promoção da igualdade e pelo fortalecimento das identidades e dos direitos.

 

Eliane Cavalleiro

Coordenadora-Geral de Diversidade e Inclusão Educacional

Leia o PDF Completo:

História da Educação do Negro e outras histórias

 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench