Homens ganham o direito de urinar em pé na Alemanha

O debate não é piada no país, onde alguns banheiros possuem sinalizações semelhantes a sinais de trânsito que podem proibir a posição em pé

Uma corte alemã tomou uma decisão nesta quinta-feira a favor do direito de homens urinarem em pé. O caso aconteceu depois que o proprietário de uma residência tentou reter um depósito de 3 mil euros de seu inquilino por ele ter danificado o piso de mármore do banheiro ao sujá-lo com urina.

O debate sobre se os homens devem fazer xixi em pé ou sentados não é piada na Alemanha, onde alguns banheiros possuem sinalizações semelhantes a sinais de trânsito vermelhos proibindo a posição em pé. Existe também um termo depreciativo para se referir aos que urinam sentados, “Sitzpinkler”, insinuando que o comportamento não é “masculino”.

O juiz Stefan Hank, da cidade de Dusseldorf, disse que os homens que insistem em ficar em pé “devem esperar desentendimentos ocasionais com os companheiros de casa, especialmente mulheres”, mas não podem ser considerados responsáveis por danos colaterais.

+ sobre o tema

Câmara apresenta plano de ações administrativas para a equidade de gênero e raça

A Câmara vai adotar medidas políticas e administrativas de...

Leis contra o aborto não impedem disseminação da prática

Um estudo publicado na revista médica The Lancet contraria...

51ª sessão do Cedaw em Genebra

A contribuição da Seppir incidiu sobre as políticas para...

8 de Março – Mulheres sem-teto invadem prédio no centro de SP

Cerca de 200 mulheres ligadas a vários movimentos de...

para lembrar

Serena estrela campanha que defende mulheres contra abuso financeiro de companheiros

Mais uma vez, ex-número 1 do tênis se posiciona...

Violência psicológica é a violação mais comum dos direitos dos jovens

A violência psicológica cometida por familiares lidera ranking de...

5 cenários onde mulheres ainda sofrem com a desigualdade de gênero

Mercado de trabalho, política e educação são alguns exemplos...

Classe D já é o dobro da A nas universidades

Em 2009 os alunos do estrato social mais pobre...
spot_imgspot_img

“É mais difícil ser respeitada no Brasil”

Aos 42 anos - 11 deles vividos na Alemanha -, a advogada teuto-brasileira Delaine Kühn é a personificação do que os alemães chamam de...

Os 130 anos de uma família negra na Alemanha

O auditório está completamente lotado, quem não conseguiu assento apoia-se nas paredes ou na soleira da porta. O público absorve com atenção a história...

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...
-+=