A iluminada Billie Holiday e outros jazzistas lendários

“Se eu for cantar como outra pessoa, então eu não preciso cantar.”

Por Jns, do GGN “Às vezes, é pior ganhar uma luta do que perdê-la”. “Estou sempre fazendo o retorno, mas nunca ninguém me diz onde eu estive.” “Eu nunca fiz mal a ninguém, senão a mim e isso não é da conta de ninguém, a não ser da minha própria.” “Eu odeio cantar em linha reta. Eu tenho que mudar uma música para a minha própria maneira e isso é tudo que eu sei.” “As pessoas não entendem o tipo de luta que é necessária pra gravar o que você quer gravar do jeito que você quer gravar.” “Cantar músicas como ‘The Man I Love’ ou ‘Porgy’ não dá mais trabalho do que sentar e comer pato assado chinês, e eu adoro pato assado.”   Leia Também:

Dia 17 de Julho o Jazz sem Billie Holiday e John Coltrane

50 anos sem Billie Holiday

+ sobre o tema

Nada como um dia após o outro dia…

Estas imagens abaixo tem 52 anos de diferença. O...

A Natureza e seus significados entre adeptos das Religiões Afro-Brasileiras

  As religiões afro-brasileiras são reconhecidas como religiões de matriz...

Universidade estadual do Maranhão terá cota para índios e negros

  A Universidade Estadual do Maranhão terá de reservar ao...

para lembrar

Presidente do Haiti confirma surto de cólera; 138 morreram

O presidente do Haiti, René Préval, confirmou nesta...

O presidente negro: Nilo Peçanha

Nascido em Campos de Goytacazes, RJ, em dois de...

XIII Marcha da Consciência Negra

Por Douglas Belchior Enviado para o Portal Geledés UM MILHÃO DE NEGRAS...

Sadio Mané é eleito o melhor jogador africano de 2019

O atacante senegalês do Liverpool Sadio Mané foi eleito...
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Nota de pesar: Flávio Jorge

Acabamos de receber a triste notícia do falecimento do nosso amigo e companheiro de militância Flávio Jorge, o Flavinho, uma das mais importantes lideranças...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=