Itamaraty abre seleção para bolsa de estudos para Afrodescendentes

Programa é voltado para estudantes negros que queiram ingressar na carreira de diplomacia. Inscrições começam na segunda

O Instituto Rio Branco, responsável pela seleção e preparação dos futuros diplomatas brasileiros, abrirá inscrições a partir da próxima segunda-feira para o programa de ação afirmativa – Bolsa-Prêmio de Vocação para a Diplomacia. Estudantes negros que sonham com a carreira diplomática têm a chance de conseguir apoio financeiro para custear estudos para o concurso do Itamaraty. As bolsas de R$ 2,5 mil mensais são pagas durante dez meses em 2011 aos selecionados.

Para concorrer às vagas de bolsistas do programa é preciso ser brasileiro nato, afrodescendente (condição a ser expressa por meio de autodeclaração), estar em dia com as obrigações eleitorais e com o serviço militar (para os homens), ter diploma de curso superior ou estar habilitado a concluir a graduação até o final de 2011, haver completado a idade mínima de 18 anos até a data da publicação do resultado da seleção e ter o currículo cadastrado e atualizado na Plataforma Lattes.

Os estudantes interessados deverão acessar o site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), responsável pelo processo, entre as 10h do dia 8 de novembro e as 23h59 do 26 do mesmo mês. Não será cobrada taxa de inscrição. O candidato terá de enviar por Sedex ao Itamaraty documentos exigidos no edital até 30 de janeiro de 2011.

Seleção

Os candidatos serão submetidos a uma prova objetiva e uma de redação na primeira etapa. Na avaliação objetiva, que tem caráter eliminatório e classificatório, serão cobrados conhecimentos de língua portuguesa, de história do Brasil e de política internacional. Além disso, terão de fazer uma prova de redação dividida em duas partes: de português e de inglês. Depois, passarão por entrevista. O concurso conta com o apoio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, da Fundação Cultural Palmares e do Conselho Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

As provas da primeira etapa da seleção, que ocorrerão no dia 11 e 12 de dezembro, poderão ser feitas pelos candidatos em Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Boa Vista (RR), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Macapá (AP), Manaus (AM), Natal (RN), Palmas (TO), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luís (MA), São Paulo (SP), Teresina (PI) e Vitória (ES). A segunda etapa será realizada em Brasília, entre 21 e 25 de fevereiro de 2011.

Bolsas

Os estudantes aprovados receberão R$ 2,5 mil entre março e dezembro de 2011 para custear material bibliográfico e o pagamento de cursos preparatórios ou de professores especializados nas disciplinas exigidas pelo concurso de admissão à carreira de diplomata, realizado anualmente pelo Instituto Rio Branco. No entanto, até 30% do valor recebido pelos bolsistas pode ser utilizado para financiar despesas de manutenção.

Esse uso deverá ser detalhado e justificado em um plano de estudos e desembolso apresentado pelo candidato no ato da inscrição. Os candidatos deverão se inscrever no concurso para a carreira de 2012, pelo qual não pagarão a taxa de inscrição.

Fonte: Último Segundo

+ sobre o tema

Pra cima com o esforço, moçada

Não sei em qual momento a ideia do esforço...

Proposta sobre ‘cura gay’ é aprovada em comissão presidida por Feliciano

Sob o comando do deputado federal Marco Feliciano...

SPM prorroga, até 30/8, inscrições para o Pró-Equidade de Gênero e Raça

Empresas e instituições privadas e públicas que promovem...

O Movimento Negro e o Pacto Nacional – por Sérgio São Bernardo

A presidenta Dilma anunciou medidas de peso em...

para lembrar

Para comunidade quilombola, trabalhar significa ficar longe da família

por Júlia Dias Carneiro Adelvan da Paixão, de 30...

Militantes do Educafro fazem greve de fome em frente ao Palácio do Planalto

Yara Aquino   Brasília - Cinco militantes do Educafro,...

Cúpula dos Povos: afro-religiosos debaterão justiça ambiental

  No mesmo período em que o Rio...
spot_imgspot_img

João Cândido e o silêncio da escola

João Cândido, o Almirante Negro, é um herói brasileiro. Nasceu no dia 24 de junho de 1880, Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul....

Levantamento mostra que menos de 10% dos monumentos no Rio retratam pessoas negras

A escravidão foi abolida há 135 anos, mas seus efeitos ainda podem ser notados em um simples passeio pela cidade. Ajudam a explicar, por...

Racismo ainda marca vida de brasileiros

Uma mãe é questionada por uma criança por ser branca e ter um filho negro. Por conta da cor da pele, um homem foi...
-+=