Iza diz que comparações a Anitta e Ludmilla são ‘machistas e desnecessárias’

Cantora promete lançar hit do verão de 2020 com Ciara e Major Lazer

No F5, da Folha de São Paulo

Iza é capa da GQ Brasil (Foto: Hentrique Gendre/GQ Brasil)

Iza, 29, já deixo claro que não concorda com comparações entre mulheres. Após conquistar espaço como jurada do programa musical The Voice (Globo) e se apresentar no Rock in Rio 2019 com Alcione, ela afirma que as artistas são diferentes entre si, e por isso dispensa comparações com Anitta ou Ludmilla.

“As comparações entre mulheres na música são machistas e desnecessárias, e feitas por pessoas que acham que elas são comparáveis. Nós somos todas diferentes, especiais e incríveis. Isso é fruto de um mercado que é machista mesmo, mas acredito que as coisas estão mudando”, afirmou a cantora em entrevista à revista GQ Brasil, da qual é capa da edição especial de número 100, em novembro.

“Sei que os rótulos existem, mas nunca me importei com eles. Se a gente ficar se apegando a isso, esquece o que é mais importante [música]”, completa a cantora, que se apresentou ao lado de Ivete Sangalo no palco do Prêmio Multishow 2019.

A carioca já cantou com Caetano Veloso, Milton Nascimento, Gilberto Gil e Djavan, além de ter emplacado diversos hits e dublado a leoa Nala no live action de “O Rei Leão”.

Em 2020, ela promete lançar um “hit do verão” com Ciara e Major Lazer, e desfilar pela Marquês de Sapucaí como rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense. Mas, mesmo depois de tudo isso, afirma que mantém a humildade. “O mais importante que aprendi: o público consegue se comunicar com quem é de verdade. Isso já é meio caminho andado. Seja lá qual for a definição, estou procurando ser eu mesma.”

“Quando era criança, não me via nos brinquedos que brincava, nos filmes que assistia, nas novelas que acompanhava. Não tinha muitas artistas como referência –exceto a Taís Araujo, a Isabel Fillardis e a Aisha Jambo. A gente precisa se ver em todos os lugares para saber que é possível estar onde a gente quer estar”, conclui.

+ sobre o tema

Pérola Negra: Ruth de Souza

CCBB apresenta a mostra PÉROLA NEGRA: RUTH DE SOUZA  de...

Travessias da Cor: O caminho mais difícil

Cornélius fez da alfabetização ao ensino superior dentro da...

Raissa Santana, a Miss Brasil 2016, quer mostrar que mulheres negras podem TUDO

Nascida na Bahia, Raissa Santana se mudou, aos seis...

Taís Araújo radicaliza ainda mais e exibe fios curtíssimos

Taís Araujo radicalizou ainda mais a mudança de visual. Depois...

para lembrar

ONU admite culpa por surto de cólera no Haiti

Cerca de seis anos após a epidemia de cólera...

Contar aquilo que deixaram de nos contar

Eu espero que este seja mais um entre inúmeros...

Jharrel Jerome vence Emmy de Melhor Ator por papel em “Olhos que Condenam”

Jerome vence Melhor Ator Principal em Série Limitada. Por Vinicius Voutsinas,...

Rihanna quer interpretar Whitney Houston

Rihanna negou os boatos de que já estaria contratada...
spot_imgspot_img

Álbum de Lauryn Hill é considerado melhor da história em lista da Apple Music; veja ranking

Uma lista publicada pela Apple Music elegeu os 100 melhores álbuns de todos os tempos. Em primeiro lugar, a escolha foi para 'The Miseducation...

Graciela Soares se inspira na obra de Carolina Maria de Jesus para o lançamento de single inédito

A partir do 7 de junho, a cantora e compositora Graciela Soares apresenta nas principais plataformas de áudio o seu primeiro single autoral Despejo, confira o link do...

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...
-+=