Jovens de Palmas fazem ‘pipaço’ contra a redução da maioridade penal

Ato foi realizado neste sábado (18), na praça dos Girassóis.

Pot Jesana de Jesus Do G1maio
Eles também protestaram contra a condenação de dois militantes do estado.

Dezenas de jovens se reuniram na tarde deste sábado (18), na praça dos Girassóis em Palmas, para protestar contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos. Para fazer o manifesto, eles soltaram cerca de 30 pipas, que representam a infância e se tornaram o símbolo de enfrentamento à redução da maioridade.

O manifesto é realizado no mês em que se comemora os 25 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente. Depois do “pipaço”, os jovens fizeram uma intervenção em frente ao Tribunal de Justiça do Tocantins. Segundo o representante do Conselho Nacional dos Direitos Humanos, Cristian Ribas, um estudante do curso de teatro da Universidade Federal do Tocantins (UFT) desenhou, com giz, um boneco pericial.

O desenho foi o mesmo feito em 2013 em frente a Assembleia Legislativa e que culminou na condenação de Ribas e Thiago Cabral. Na época, eles fizeram a interverção para denunciar o genocídio étnico-racial de jovens negros no Brasil e no Tocantins. Por causa da pichação, foram condenados, na última terça-feira (14), a três meses de prisão e ao pagamento de multa por crime ambiental. A pena de detenção foi substituida por prestação de serviços à comunidade.

Ribas disse que o desenho foi reproduzido para protestar contra a condenação e também pedir a aprovação da PL 4471/2012 que prevê o fim do ‘auto de resistência’, praticado por policiais. “A nossa principal reivindicação é a redução da violência contra a juventude negra. O índice no Tocantins é maior do que o nacional. Além disso, protestamos contra a nossa condenção, que foi uma forma de criminalização dos movimentos sociais”.

+ sobre o tema

A peça ‘O Topo do Montanha’, com Taís Araujo e Lázaro Ramos, reestreia em SP

Diferente, revelador e profético Por Douglas Belchior Do Negro Belchior O...

Médico é identificado como suposto autor de racismo e ofensa em Brasília

  A Polícia Civil identificou o homem acusado...

UFSM aprova novo código de conduta após casos de estupro e racismo

Após ser adiada outras vezes, votação ocorreu nesta manhã...

para lembrar

Quanto vale a vida de uma pessoa negra?

Num país que recentemente elegeu como Presidente da República...

Racismo disfarçado de brincadeira no trabalho também é crime

A discriminação racial no Brasil ainda é um obstáculo...

Lista de 11 coisas que ouço muito por ter cabelo Black, ou existe racismo no Brasil?

Mirian Sores, ativista e feminista jovem preta alagoana e...

A continuidade do genocídio negro através da Política Criminal de Segurança Pública na Bahia

Conforme já tivemos a oportunidade de demonstrar (Nzumbi,...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=