Juízes premiam jornalistas comprometidos com direitos humanos

Com o objetivo de valorizar as ações e atividades desenvolvidas no Brasil por jornalistas que estejam comprometidos e promovam, efetivamente, a defesa dos direitos humanos no mundo do trabalho, a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), entidade que representa nacionalmente mais de 3.500 juízes do Trabalho em todo o Brasil, promove a 6ª edição do Prêmio Anamatra de Direitos Humanos. O Prêmio este ano distribuirá um total de R$ 40 mil reais para a categoria Imprensa, que está dividida nas subcategorias impresso (jornal, revista ou internet), televisão, rádio e fotografia (veiculada em jornal ou revista).

Além da premiação em dinheiro, o vencedor em cada subcategoria receberá a estatueta inspirada no “Cilindro de Ciro”. As inscrições para o Prêmio já estão abertas e vão até o dia 30 de setembro. As ações e os projetos inscritos deverão ter sido implementados ou executados no período de junho de 2012 a agosto de 2014. A cerimônia de premiação acontecerá no dia 27 de novembro, no Centro Cultural Justiça Federal, no Rio de Janeiro (RJ). Informações sobre o regulamento e a ficha de inscrição podem ser obtidas nobanner superior do site da Anamatra ou pelo e-mail [email protected]

Fonte: Observatório da Imprensa

+ sobre o tema

Famílias de baixa renda podem solicitar parabólica digital gratuita

Famílias de baixa renda de 439 municípios podem solicitar...

CNDH denuncia trabalho escravo em oficinas de costura em São Paulo

Uma comitiva do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH)...

Tensões na grande mídia

A audiência pública no STF sobre ações afirmativas na...

Crise no jornalismo estimula aumento de blogs científicos

Do blog de Sônia Aranha, no GGN Por: Elton Alisson, de...

para lembrar

Crônica de um jornalismo que regrediu ao Facebook

Incapaz de examinar e debater grandes temas nacionais, velha...

A branquitude, a negritude e o jornalismo investigativo – narrativas controversa

Recentemente, muitos casos envolvendo a prática de crime em...

Explode a bomba semiótica da não-notícia, por Wilson Ferreira

Por:Wilson Ferreira Apesar das previsões catastróficas a Copa do Mundo...

Por um jornalismo não sexista

A Língua Portuguesa não é sexista. Seu mau uso,...
spot_imgspot_img

Morre Ykenga Mattos, que denunciou o racismo em seus cartuns, aos 71 anos

Morreu na manhã desta segunda-feira aos 71 anos o professor, sociólogo e cartunista carioca Bonifácio Rodrigues de Mattos, mais conhecido como Ykenga Mattos. Vítima...

Jornalistas negras para você acompanhar 

Seja na internet ou  na televisão, é notável o aumento de jornalistas negras que estão atuando em bancadas ou como repórteres. Essa presença entre...

Dione Moura: a professora que transformou a vida de jovens negros no país

A trajetória da professora Dione Moura é feita de pioneirismos. E nenhum deles ocorreu por acaso. Cada parte que sustenta a carreira na academia...
-+=