Jurema da Silva

Destaque como mulher negra na política brasileira, Jurema da Silva Batista começou sua carreira como presidente da Associação de Moradores do Andaraí, em 1979. Formada em Português e Literatura pela Universidade Santa Úrsula, participou da criação do Partido dos Trabalhadores, no Rio de Janeiro, no início da década de 80. Em 2002, foi eleita deputada estadual e durante seu mandato na Assembléia Legislativa (Alerj), presidiu a Comissão de Combate à Discriminação de Etnia, Religião e Procedência Nacional.

Em 2005 foi uma das 1000 mulheres do mundo indicadas para ganhar o Nobel da Paz. Em 2007 foi convidada para presidir a Fundação para a Infância e Juventude (FIA) do governo do estado. Atualmente exerce o cargo de Gerente de Segurança Alimentar na Secretaria de Assistência Social, da qual é funcionária de carreira. É membro do Movimento Negro Unificado, onde exerce o cargo de coordenadora de formação política.

Entre seus projetos mais importantes estão a garantia da gratuidade do teste de DNA para famílias pobres, o projeto de lei que cria o Dia de Lembrança do Holocausto, o programa que mantém a Feira de Tradições Nordestinas em São Cristóvão e o projeto Rio Charme que permite a permanência do baile charme no Viaduto de Madureira. É autora da lei que garante 40% de negros na propaganda oficial do município, bem como, autora do Diploma Zumbi dos Palmares na Alerj e do Disque Discriminação na mesma casa de Lei.

 

 

Fonte: Palmares

+ sobre o tema

Jurema Werneck: ‘Ser mulher negra no Brasil de hoje é sinônimo de luta’

Em entrevista ao HuffPost Brasil, diretora da Anistia Internacional...

Ana Maria Gonçalves anuncia novos livros 18 anos após lançar ‘Um Defeito de Cor’

Dois novos livros de Ana Maria Gonçalves devem chegar...

Simone Manuel: Primeira campeã negra é amiga de Simone Biles e diz que significa muito

Simone Manuel fez história na piscina do Estádio Aquático...

Portal ajuda empregador doméstico a cumprir obrigações trabalhistas

Empregadores podem gerar contracheques, recibos de salário, folhas de...

para lembrar

Lori vai ser a primeira mulher a liderar tropas de combate

Aos 56 anos, a general de quatro estrelas, agora...

O Brasil é um dos países mais racistas do mundo

O brasileiro é um jovem rebelde POR EDERGÊNIO VIEIRA, do...

Chile, uma democracia feminista

O Chile é hoje a inovação política em ação. E não...

Diretor queniano usa o cinema para tentar curar a homofobia

Nairóbi - "Como alguém vira gay?", essa é a...
spot_imgspot_img

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....

Conheça Luana de Noailles primeira manequim do Brasil

A baiana Luana não é muito conhecida no Brasil, mas na Europa ela é um ícone da moda há décadas. Considerada a primeira manequim negra...

Pesquisadora aponta falta de políticas para diminuir mortalidade materna de mulheres negras no DF

"O Brasil é um país muito difícil para uma mulher negra ser mãe, por diversos fatores, dentre eles as dificuldades de acesso a saúde pública,...
-+=