Lázaro Ramos: “Vivemos um tempo de grande brutalidade”

O ator Lázaro Ramos comentou nesta quarta-feira (11) os recentes ataques de racismo na internet contra a sua mulher, a atriz Taís Araújo “Vivemos um tempo de grande brutalidade, em todos os sentidos, para tudo e para todos”, disse; “O racismo vai mudando de cara, se sofisticando com o tempo”, observa; para ele, o seu lugar de resistência contra as intolerâncias é a arte; “Considero um passo importante na minha função de artista, de poder falar do assunto, tocar na ferida, mas apontar um caminho de solução, que é olhar para o outro com carinho”, ressalvou

O ator Lázaro Ramos comentou nesta quarta-feira (11) os recentes ataques de racismo na internet contra a sua mulher, a atriz Taís Araújo “Vivemos um tempo de grande brutalidade, em todos os sentidos, para tudo e para todos”, disse ele em entrevista ao UOL.

“O racismo vai mudando de cara, se sofisticando com o tempo”, observa.

Para ele, o seu lugar de resistência contra as intolerâncias é a arte. “Considero um passo importante na minha função de artista, de poder falar do assunto, tocar na ferida, mas apontar um caminho de solução, que é olhar para o outro com carinho”, ressalvou

Lázaro concorda que há um preconceito enrustido saindo do armário, mas diz evitar esse tipo de afirmação, e que prefere falar sobre afeto, segundo ele o verdadeiro cerne da questão. Para o ator, as pessoas não se sentem participantes desse assunto, embora a questão esteja presente nos locais de trabalho, de poder, de entretenimento. “Nós somos diversos. Então, por que a diversidade não está nos postos de comando, nas redações de jornais, nos locais de entretenimento? Acho ótimo se vocês começarem a se perguntar sobre isso”, provocou.

“Não vou permitir mais que os racistas roubem o meu tempo de entrevistas, por que é isso que eles querem. Que o título da matéria seja o racismo em vez de afeto. Não vou viver na demanda do racista, por isso não tenho mais nada a dizer sobre isso”, disse.

+ sobre o tema

Brancos, vamos falar de cotas no serviço público?

Em junho expira o prazo da lei de cotas nos...

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos...

O precário e o próspero nas políticas sociais que alcançam a população negra

Começo a escrever enquanto espero o início do quarto...

Estado Brasileiro implementa políticas raciais há muito tempo

Neste momento, está em tramitação no Senado Federal o...

para lembrar

Boliveira: “Simonal foi nosso primeiro astro popular esmagado pelo racismo”

Fabrício Boliveira deixou a equipe de "Simonal" assustada quando...

Lázaro Ramos recebe vacina contra covid-19 e comemora: ‘Me sinto abençoado’

Lázaro Ramos é o mais novo integrante do time...

Exames mostram que Muhammad Ali descende de escravo herói

Quando Cassius Clay entrou para a Nação do Islã, em...

Máscaras masculinas de Ọrọ Ęfę – Gelede

As máscaras masculinas e seus portadores, que cantam, são...
spot_imgspot_img

Taís Araújo e Lázaro Ramos participam de evento com Oprah Winfrey: “Vai ser lindo”

Taís Araújo já está a caminho do evento que participará ao lado de Oprah Winfrey. Nesta quarta-feira (10), a atriz surgiu em um carro...

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Militares viram no movimento negro afronta à ideologia racial da ditadura

Documento confidencial, 20 de setembro de 1978. O assunto no cabeçalho: "Núcleo Negro Socialista - Atividades de Carlos Alberto de Medeiros." A tal organização,...
-+=