Linha da MAC que celebra Aaliyah é vitória para mulheres negras

Enviado por / FonteDa Elle

A decisão da MAC de produzir uma coleção em homenagem à cantora Aaliyah Haughton está reverberando nas redes. De acordo com a marca, os fãs da falecida cantora pediam por essa colaboração há dois anos — e até mesmo uma petição online foi criada pela superfã Jennifer Risinger, que recebeu total apoio de milhares de internautas.

Você pode ter ouvido falar pouquíssimo de Aaliyah, mas ela foi uma cantora e compositora americana que começou sua carreira cedo, produzindo hits logo aos 15 anos de idade. Infelizmente sua história também terminou cedo, aos 22 anos, e de maneira trágica: quando voltava das gravações do clipe de “Rock The Boat”, o avião em que estava com sua equipe caiu logo após levantar voo. Todos os oito passageiros, incluindo o piloto, faleceram no incidente.

A cantora de R&B foi uma influência para diversas garotas negras e latinas ao redor do mundo. “Ela mostrou para muitas mulheres negras que é ok abraçar nossa beleza natural”, conta a blogueira Raye Boyce ao Refinery29. Com seu jeito despretensioso, ela brincava com silhuetas femininas e masculinas e sempre cultivava a cultura negra em seus looks. Diferentemente de outras estrelas dos anos 1990, como Mariah Carey e Britney Spears, ela usava calças largas, boné e tops, e era conhecida por dizer que “é preciso ser único para que eles te diferenciem do resto da matilha.” Seu cabelo, suas sobrancelhas, seu estilo e principalmente sua atitude acabaram por se tornar um porto seguro para que diversas meninas se sentissem representadas.

Não é à toa que seus fãs criaram uma petição online para que a MAC desenvolvesse uma coleção inspirada na estrela. Não que Aaliyah experimentasse com a maquiagem como se fazia nos anos 1980, mas, de acordo com seu antigo makeup artist, Erick Ferrell, ela era obcecada com os batons Chelsea, Cherish e Paramount da marca, além de um lápis de boca marrom que aparece iconicamente em algumas de suas fotos.

A MAC ainda não revelou quais produtos serão lançados em sua homenagem, mas seu amor pelos tons nudes e sua sobrancelha marcada devem ter espaço cativo na coleção. De acordo com Catherine Bomboy Dougherty, a vice-presidente sênior de comunicações globais da MAC, a família colaborou com a label na escolha dos produtos, “para celebrar alguns dos mais famosos looks de Aaliyah, de suas imagens icônicas, vídeos e performances.”

Catherine continuou: “Nós admiramos Aaliyah porque ela não foi apenas uma artista excepcionalmente talentosa, mas uma garota que se arriscava e era inovadora, e que ainda influencia o mundo da música.”

A coleção é uma forma de manter sua memória viva e inspirar milhares de mulheres. Mas mais que isso, em um contexto no qual fica claro a necessidade de representação das mulheres negras, e de como é importante que elas encontrem produtos adequados para sua pele nas gôndolas das lojas de maquiagem, os lançamentos serão uma reparação mais que celebrada, merecida.

+ sobre o tema

Até tu Michelle? Primeira dama dos EUA confessa que gostaria de ser Beyoncé por um dia

Quem poderia imaginar! Michelle Obama, uma das mulheres mais...

Ouvindo Passos Cia de Dança realiza oficina de criação baseada na oralidade

São Paulo, agosto de 2021. No próximo dia 08/set, a...

Comentário sobre cabelo faz jovem lançar campanha ‘#SomosTodasFuá’

O comentário “Nada ver # cabelo fuah (sic)” publicado...

para lembrar

Mortalidade materna de mulheres negras é o dobro da de brancas, mostra estudo da Saúde

Assim como outros indicadores de saúde, a mortalidade materna é...

Presidenta Dilma Rousseff recebe lideranças do Movimento Negro

Educação, saúde, democratização da comunicação e enfrentamento à violência...

Imprensa internacional confirma câncer de pele de Michael Jackson

Embora os assessores do astro neguem, a mídia internacional...

Ilê Aiyê promove a Semana da Mãe Preta em homenagem à mulher negra

A Associação Cultural Ilê Aiyê promove a partir da...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=