Lula: moradores de Higienópolis têm preconceito contra pobres

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acusou hoje os moradores de Higienópolis que se opuseram à chegada do metrô de ter preconceito contra pobres. Ele chamou de “absurda” e “inadmissível” a reação que fez o governo do Estado desistir de abrir uma estação na avenida Angélica.

“Eu acho um absurdo, porque isso demonstra um preconceito enorme contra o povo que anda de transporte coletivo neste país”, disse.

O petista acusou os moradores que protestaram contra o metrô de tentar impedir a circulação de pobres no bairro de alto padrão.

“Sinceramente, não posso conceber que uma pessoa que estudou e tem posses seja tão preconceituosa e queira evitar que as pessoas mais humildes possam transitar no bairro onde mora”, disse.

“Eu lutei a vida inteira contra o preconceito. Acho isso inadmissível”, concluiu Lula, após receber homenagem do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.

O governo Geraldo Alckmin desistiu de construir a estação após reação de moradores de Higienópolis.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que não participou dessas manifestações, é morador do bairro. No mês passado, FHC escreveu um artigo no qual defendia que o PSDB deveria priorizar o contato com as classes médias e não com o “povão”.

Churrascão da “gente diferenciada”

O anúncio da mudança no trajeto do metrô, anteontem, deu origem a uma nova onda de protestos na internet. Desta vez, contra o suposto elitismo que teria barrado o metrô.

Através da rede social Facebook foi marcado um protesto para o sábado, às 14 horas, em frente ao Shopping Higienópolis. Nesta quinta-feira, após receber mais de 50 mil adesões, o organizador do evento pensou em cancelá-lo com medo de eventual tumulto, mas os internautas o pressionaram a manter o protesto.

“Ok, o povo pediu. O churrasco continua.” Foi assim que Danilo Saraiva, organizador do evento “Churrascão da gente diferenciada” comunicou aos internautas que o evento estava mantido, para o mesmo horário e local.

“O fato de o churrascão ter sido modificado, não impede que vocês se manifestem da forma que quiserem. Seja com carne no espeto, recolhendo assinaturas, ou simplesmente colocando seu pagode para tocar. O que passamos aqui são orientações e preocupações com a segurança de todos”, escreveu Saraiva na página do evento no Facebook.

Outro evento marcado é a “Micareta de gente diferenciada”. Foi marcado para acontecer junto com o churrasco, como um “Carnaval diferenciado com encontro de blocos de carnavalescos de paulistas e paulistanos diferenciados”. Quase 500 pessoas confirmaram a participação, que terá como ponto de encontro a esquina da avenida Higienópolis com a rua Albuquerque Lins, às 15h do sábado.

A palavra destacada no convite para o churrasco fazia referência a uma declaração de uma moradora de Higienópolis em entrevista à Folha de S.Paulo. “Eu não uso metrô e não usaria. Isso vai acabar com a tradição do bairro. Você já viu o tipo de gente que fica ao redor das estações do metrô? Drogados, mendigos, uma gente diferenciada…”

 

Fonte: Vermelho

+ sobre o tema

Datafolha: Maioria acha que faltam vereadores negros e mulheres

O número de mulheres e negros nas Câmaras Municipais ainda é considerado insuficiente...

5 dados que explicam por que arma de fogo virou crise de saúde pública nos EUA

A maioria dos americanos ou de seus familiares já...

CONAQ: Nota de repúdio

CONAQ repudia matéria da revista Carta Capital intitulada “Quilombo...

Ministra defende criação de marcos da cultura para evitar retrocessos

A ministra da Cultura, Margareth Menezes, defendeu, nesta quinta-feira...

para lembrar

Jovens, envelheçam por Flávia Oliveira

Movida pelo ódio, a corrida eleitoral de 2018 golpeou...

Lula, a voz do Brasil que nunca teve voz

por Saul Leblon Lula completou 66 anos esta semana:...

21 de Março – Leci Brandão: Nosso racismo de cada dia

A Organização das Nações Unidas instituiu o 21 de...

Plano Safra é relevante para combater inflação

É de pobreza franciscana o debate macroeconômico brasileiro, restrito, quase sempre, às estimativas e análises de operadores do mercado financeiro. Nada contra bancos, corretoras,...

‘Ela terá a correção necessária’, diz Benedita da Silva após Carla Zambelli a chamar de ‘Chica da Silva’

A deputada Benedita da Silva (PT-SP) disse que vai notificar judicialmente a também deputada Carla Zambelli (PL-SP), após a parlamentar bolsonarista a chamar de "Chica da Silva" durante uma...

AGU e Ministério da Igualdade Racial realizam aula inaugural do programa Esperança Garcia

A Advocacia-Geral da União (AGU), em parceria com o Instituto de Referência Negra Peregum e o Ministério da Igualdade Racial (MIR), realizou nesta segunda-feira...
-+=