Lutador Ronny Jason é suspeito de agredir a irmã com socos e chutes, diz polícia

Irmã do lutador não registrou boletim de ocorrência, mas polícia iniciou investigação por caso se enquadrar na lei Maria da Penha.

 

Por André Teixeira, do G1

 

A Polícia Civil de Quixadá, no interior do Ceará, quer ouvir o lutador de MMA, Mariano Bezerra de Lima, conhecido como Ronny Jason, por suspeita de agredir a própria irmã durante uma festa na madrugada do sábado (7), quando o atleta visitava a cidade natal.

De acordo com a titular da Delegacia de Defesa da Mulher de Quixadá, Janaína Siebra, um vídeo compartilhado em redes sociais mostra o momento em que o lutador joga a irmã no chão, na saída da festa que ocorreu no hotel Vale das Pedras.

G1 tentou falar com o lutador, mas as ligações aos telefones do atleta não foram atendidas.

“Trata-se de uma lesão corporal dolosa [quando há intenção de cometer o crime], no âmbito da lei Maria da Penha, e a Polícia Civil de Quixadá está tomando as medidas cabíveis”. A delegada informou ao G1 que não poderia antecipar quais são as “medidas cabíveis”, para não atrapalhar a investigação.

“A gente analisou as imagens [do vídeo divulgado em rede social]. Foi uma lesão. O Ronny agrediu a irmã com socos e chutes, isso foi filmado”, detalha a delegada.

O vídeo mostra também que algumas pessoas seguraram o lutador para conter a agressão. Em outro momento, quando ela está caída, ele faz ameaças.

De acordo um policial militar, testemunhas relataram que o lutador estava embriagado no momento da agressão, mas a informação não é confirmada pela delegada à frente do caso.

A polícia também não informou se o atleta foi localizado, mas afirma que ele deve prestar depoimento “em breve” para apresentar a versão dele sobre o caso.

Sem boletim de ocorrência

Ainda de acordo com Janaína Siebra, a irmã do lutador Ronny Jason não prestou boletim de ocorrência sobre a agressão, o que não impede a investigação e indiciamento por se tratar da lei Maria da Penha.

“Nós tomamos conhecimento através das redes sociais e notificamos a vítima. Como se trata de uma ação pública, a investigação independe da vontade da vítima. Ela não procurou a delegacia, a delegacia que procurou a vítima para investigar o fato”, explica a delegada.

Ainda conforme a polícia de Quixadá, não há informações precisas sobre se a irmã procurou ou não uma unidade hospitalar após ser agredida ou sobre o estado de saúde dela.

+ sobre o tema

Negras são as principais vítimas do crime que mata as mulheres por serem mulheres

(A Pública, 15/03/2016) Negras são as principais vítimas do crime...

Cresce o número de casos de agressão contra mulheres no Brasil

Segundo governo federal, número de denúncias aumentou quase 100%. No...

Nos EUA, meninas africanas relembram dor da circuncisão

Motivo de preocupação de direitos humanos no exterior, mutilação...

para lembrar

Ameaças e violência têm transformado minha vida em uma grande tensão

Dentro da faculdade em que estudo, recebi por meses...

PLP 2.0: aplicativo para o combate à violência contra a mulher é lançado oficialmente

Ferramenta apoiada pela AJURIS passará por período de testes...

Site oferece guia sobre ‘como estuprar uma mulher na UFMG’

Texto afirma que 'a mulher mineira é famosa por...

No ano passado, 29 mulheres mortas na intimidade deixaram 46 crianças órfãs

Menos mulheres foram assassinadas em contexto de violência doméstica...
spot_imgspot_img

‘Não’ é ‘Não’, inclusive na igreja

No dia 29 de dezembro, o presidente Lula sancionou a lei do protocolo "Não é Não" (lei 14.786/2023), que combate violência e assédio sexual contra mulheres...

Lula sanciona lei que protege mulheres de violência em bares e shows

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que cria o protocolo Não é Não, mecanismo de combate ao constrangimento e à...

Menina de 15 anos é vítima de estupro coletivo na noite de Natal; amigos são suspeitos, diz polícia

Uma adolescente, de 15 anos, foi estuprada na madrugada de Natal, 25 de dezembro, em Campo Grande (MS). De acordo com a polícia, os suspeitos...
-+=