sexta-feira, outubro 7, 2022
InícioQuestão RacialCasos de RacismoManifesto: Racismo e crimes no Hipermercado Carrefour

Manifesto: Racismo e crimes no Hipermercado Carrefour

No dia 07 de agosto de 2009 Januário Alves de Santana, funcionário da Universidade de São Paulo – USP foi com sua esposa, dois filhos, irmã e cunhado fazer compras no Hipermercado Carrefour, na loja da Avenida dos Autonomistas, em Osasco. Na dependência do estabelecimento foi vítima de tortura por motivação racial, dois crimes hediondos enquadrados, na constituição e nas leis 9.455/1997 e 719/1989 (Lei Caó).

Sob suspeição de um crime inusitado – roubar seu próprio carro – Januário Santana foi espancado com socos, cabeçadas, chutes e coronhadas, numa salinha da loja por cerca de cinco seguranças. Ao mesmo tempo ouvia impropérios relacionado a sua raça. A vítima e sua esposa, Maria dos Remédios do Nascimento Santana, pagaram o preço de serem negros e comprarem um carro EcoSport, que está sendo pago em 72 parcelas de R$ 789,00.

No local do evento, depois de acionada a Polícia Militar tornou-se cúmplice do crime praticado pelo Carrefour, pois reforçou a suspeição e o racismo no atendimento da ocorrência quando disse: “Você tem cara de que tem pelo menos três passagens. Pode falar. Não nega. Confessa, que não tem problema”. Negligenciaram sua função de apurar o fato ocorrido, constatar a verdade e deter os responsáveis.

O erro da polícia foi grave na ação e na omissão, porque além de discriminar um cidadão e não cumprir sua função, negou socorro a um homem ferido pela tortura que fora submetido. Ainda impera nas estruturas oficiais de Segurança Pública o principio da criminologia lombrosiana, onde o negro ocupa o lugar de suspeito padrão. A cena completa do crime desvenda o vigor do racismo institucional nos principais órgãos do Estado Brasileiro.

O Hipermercado é responsável pela contratação da empresa de segurança; por permitir que seguranças trabalhem sem farda; pela versão fantasiosa na nota que afirma que houve apenas uma briga entre cliente, explicitando a intenção de omitir a ocorrência do crime, apenas recuou em razão da grande repercussão; pela não prestação de socorro à vítima; e pela gerência da loja se manter omissa durante todo processo.

O fato ocorrido é de inteira responsabilidade do Carrefour. A observação de seu comportamento nos demonstrou um profundo desrespeito com seus clientes, com a opinião pública e total sintonia com o método utilizado pelos torturadores. Há outras denuncias que enquadram o Carrefour como uma empresa que viola os Direitos Humanos de seus clientes e não raro de seus funcionários.

Outro fato grave que merece o mais veemente repúdio de toda sociedade é a existência da “salinha de castigo”, disponibilizada na loja para reprimir casos de indisposição, insurgência ou rebeldia de clientes. As ações que envolvam segurança interna desses estabelecimentos devem estar sob a mais rígida observância da Lei. Essas “salinhas” afrontam o estado de direito e a consciência democrática, remontam as práticas dos anos de chumbos, repudiados por toda sociedade brasileira.

Diante do exposto exigimos:

Do Estado

Apuração dos fatos e punição dos responsáveis.
Reparação aos danos físicos, morais e psicológicos impostos a Januário Santana.
Apuração e punição aos policiais que assumiram a cumplicidade do crime.
Combate ao Racismo Institucional que vigora na Polícia Militar.
Responsabilização das empresas de segurança privada que não capacita adequadamente seus funcionários.

Do Carrefour

 • Retratação a Januário Santana pelo fato ocorrido e pela tentativa de mitigar a repercussão e a correta apuração do crime.
• Total colaboração para apuração dos fatos.
• Demissão de todos envolvidos (inclusive os que formularam a versão fantasiosa para imprensa complicou mais a situação).
• Rescisão de contrato com a empresa de segurança responsável pelos funcionários envolvidos no crime. Exigência de qualificação continuada aos seguranças que prestam serviço ao Carrefour.
• Ações afirmativas que permita acesso e mobilidade profissional ascendente de funcionários negros.

Entidades que assinam este documento:

1. A.M.S. – PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS S/C LTDA
2. ABADFAL – Associação Baiana das Pessoas com Doenças Falciformes
3. ACEC – Associação Cultural Embaixada das Caricatas
4. Africanamente – Centro de pesquisa, resgate e Preservação de tradições afrodescendentes
5. AFROCOM-ENECOS – Coletivo Afro dos Estudantes de Comunicação Executivo Nacional dos Estudantes de Comunicação
6. Alba Maria Zaluar
7. Alessandra Maria Bohm – Porto Alegre/RS
8. Alfredo da Costa Melo Silva – Diretor do DCE Livre da USP – Alexandre Vanucchi Leme
9. Altair Jose dos Santos – Liga Regional Santista – Mestre de Capoeira
10. Álvaro Fernando De Angelis – GO/DF – Goiânia/Brasília
11. Amankay Instituto de Estudos e Pesquisas
12. Ana Almeida – BA – Salvador – UNIFACS (Faculdade de Tecnologia e Ciências)
13. ANAÍ – José Augusto “Guga” Laranjeiras Sampaio – BA – Salvador
14. ANAÍ – Maria Rosário de Carvalho – BA – Salvador
15. Andrea Zortea
16. Angela Maria Benedita Bahia de Brito – Programa AfroAtitude – Universidade Federal de Alagoas
17. ANTONIA FARO AGOSTINELLI PEIXOTO BARBOSA
18. Apeafal – Associação Perdoense de Anemia Falciforme
Cidade – Perdões-MG
19. APEOESP – Associação dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo
20. APNS. – Agentes de Pastorais Negras
21. APPAH-ASSOCIAÇÃO PERNAMBUCANA DE PORTADORES DE ANEMIAS HEREDITÁRIAS
22. Arquivo Público e Histórico de Rio Claro – Oscar de Arruda Penteado
23. ARTICULAÇÃO BRASILEIRA DE JOVENS FEMINISTAS
24. ASMEC – Associação Mineira de Educação Continuada
25. ASSOCIAÇÃO A MULHER E O MOVIMENTO HIP HOP (HIP HOP MULHER)
26. Associação Aritaguá – BA – Ilhéus – Dina Oliveira-Bry
27. Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – ABLGBT
28. Associação Brasileira de Pesquisadores e Pesquisadoras Negros e Negras -ABPN
29. Associação cultura arte e movimento de lésbicas de periferia da região sul – ACARMO LBT NEGRITUDE
30. Associação Cultural e Educacional Fazendo o Bem – São Bernardo do Campo – SP
31. Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo – Alexandre Santos (Xande) – Presidente – APOGLBT SP
32. Associação das Vitimas do Césio 137 – Goiania-GO
33. Associação de Defesa Etno-Ambiental Kanindé – RO – Porto Velho – Telma D. Monteiro
34. Associação de Favelas de São Jose dos Campos
35. ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DE PORTO DAS CAIXAS – VÍTIMAS DO DERRAMAMENTO DE ÓLEO DA FERROVIA CENTRO ATLÂNTICA – RJ – Itaboraí – Maria Aparecida Silva e Castro
36. ASSOCIAÇÃO DO MOVIMENTO NEGRO EM ITAPORÃ-MS- KITUALA
37. Associação dos Moradores do Bairro Planalto do Sol – AMPLASOL / Santa Bárbara Doeste / SP – AMPLASOL
38. ASSOCIAÇÃO DOS SEM TERRA DA ZONA NORTE
39. Associação dos Trabalhadores de Região da Mooca-ATRM
40. Associação Novo Horizonte – Pres. Valdeci Felipe de Melo
41. Associação Paraense de Patinação Aggressive Inline – AAGIL
42. Associação Pérola Negra – Goiânia/GO
43. Associação Socioambiental Verdemar – BA – Cachoeira – Danilo Moura (Waldenilton Mota)
44. Associação Viva a Diversidade – Lélia Batista Alves de Carvalho – Presidente
45. Atillas Lopes da Silva
46. Atitude Quilombola
47. Banco Temático da RBJA – RJ – Rio – Amanda Nideck
48. Banco Temático da RBJA – RJ – Rio – Ana Carolina Quintana
49. Banco Temático da RBJA – RJ – Rio – Carmela Moreno
50. Banco Temático da RBJA – RJ – Rio – Diogo Rocha
51. Bárbara Fagundes – Assessora Nacional da Intersindical
52. CACoS-UCSAL – Centro Acadêmico de Comunicação Social Universidade Católica do Salvador
53. Camila Cristina Soares – Pastoral Afro – Paróquia Santa Luzia – Campinas – SP
54. Carlos Giannazi – Deputado Estadual – Psol-SP
55. Carmela Morena Zigoni – DF – Brasília
56. Casa de Laura Braga – Calabra/SP/SP
57. CEABRA – Coletivo de Empresários e Empreendedores Afro-Brasileiros
58. CEDEFES (Centro de Documentação Eloy Ferreira da Silva) – MG – Belo Horizonte – Ricardo Álvares
59. CEDENPA – Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará Belém-Pará-Amazônia-Brasil
60. CEDRAB-RS Congregação em defesa das religiões afro brasileiras
61. CEERT – Centro de Estudos das Relações do Trabalho e Desigualdades
62. CEN – Coletivo de Entidades Negras
63. CENACORA – Comissão Ecumênica Nacional de Combate ao Racismo
64. CENEG-MT
65. Central Única das Favelas (CUFA-CEARÁ) – CE – Fortaleza – Preto Zezé (Francisco José Pereira de Lima)
66. Centro Acadêmico de Direito da Universidade São Francisco
67. Centro Acadêmico de História da USP (CAHIS – USP)
68. Centro Acadêmico Teixeira de Freitas – CATEF – Direito – Universidade Católica do Salvador
69. Centro Cultural Cândido Velho – Guaíba/RS
70. Centro Cultural Sitio dos Palmares
71. Centro da Mulher de Favelas e Periferia – Pedra de Guaratiba Rio de Janeiro
72. CENTRO DE ATENDIMENTO POPULAR DA LEOPOLDINA – CAPL – Rio de Janeiro
73. Centro de Estudos e Cultura Afro-brasileiro Kilombo – BAGÉ-RS
74. Centro de Pesquisas Criminológicas do Rio de Janeiro – CEPERJ
75. CENTRO DE REFERÊNCIA DO MOVIMENTO DA CIDADANIA PELAS ÁGUAS FLORESTAS E MONTANHAS IGUASSU ITEREI
76. CEPEDES – Centro de Estudos e Pesquisas para o Desenvolvimento do Extremo Sul
77. CEPIAC – Centro de Produtores Independentes de Arte e Cultura – Londrina/PR
78. CESE – COORDENADORIA ECUMÊNICA DE SERVIÇO
79. CGTB
80. CIA. DE TEATRO É TUDO CENA! – ASSOCIADOS IYÚN ASÉ ORIN – CORAL DE CANTICOS SAGRADOS ADUNI BENTON
81. Cidadania do Consciência Negra
82. Cíntia Beatriz Müller – MS – Dourados
83. Circulo Palmarino
84. Cláudio Jorge – www.claudiojorge.com.br – Motumbá
85. Cláudio Silva – RJ – Rio de Janeiro
86. COLETIVO DE ESTUDANTES NEGROS E NEGRAS DA BAIXADA SANTISTA – CENNBS
87. Coletivo de lésbicas negras feministas autônomas – candaces BR
88. Coletivo de Mulheres Negras – CMNEGRAS/MS
89. Comissão do Negro e de Assuntos Antidiscriminatórios da OAB-OSASCO – 56ª Subsecção (Coordenador: Edson Robson A Santos)
90. Comissão Especial de Promoção da Igualdade do Estado da Bahia(CEPI) – Assembléia Legislativa da Bahia e presidida pelo Deputado Estadual Bira Corôa
91. Comitê Mineiro do Forum Social Mundial
92. Companhia os Crespos
93. Comunidade Cidadã
94. Comunidade de Resgate Afro Rosas Negra – Mauá/SP
95. Comunidade Terreira Ile Axé Iyemonja Omi Olodo
96. Conegro
97. CONEN – Coordenação Nacional de Entidades Negras
98. Conlutas
99. Conselho dos Cidadãos Brasileiros de Hamburgo
100. Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial – CEPIR-MT
101. CONTRAPONTO – Coletivo Nacional do Movimento Estudantil
102. Coordenação Nacional de Juventude Negra – Marta Almeida – PE – Recife
103. CPD Negro Sim
104. CPPBA (Coordenação da Pastoral dos Pescadores da Bahia) – BA – Salvador – Maria José Honorato
105. CPT BA – BA – Salvador – Rubem Siqueira
106. CRIOLA – RJ – Rio de Janeiro – Lucia Xavier
107. Cristina Paiva – Coordenadora do Núcleo Gênero e Raça do Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Rio de Janeiro – Sisejufe
108. CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
109. CUT – Central Única dos Trabalhadores
110. Daniel Eduardo Mafra – São Paulo – SP
111. Daniel Fonsêca – CE – Fortaleza
112. Daniel Silvestre – DF – Brasília
113. Daniela Guimarães Vieira
114. Daniella Dias Varges – contra o absurdo racista!
115. Danilo D’Addio Chammas
116. DAS UTOPIAS
117. DCE Livre Carlos Marighela, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
118. Dermeval Silva – Grupo de Dança – Afro ÀSÀ ÌBÌLE
119. Dignitatis-ATP
120. Diretoria da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros – ABPN
121. Dr. Bernardo Gabriel Barbosa de Sousa – OAM/MG 118.166
122. Dr. Zito – Presidente da Conad
123. Dra. Vânia Machado, presidenta da CAAD – CAAD – Comissão dos Advogados pela Afrodescendencia da 38ª Subsecção da OAB/SP- Santo André
124. ECOCIDADE – DUQUE DE CAXIAS-RJ
125. Econg – Roberto Franco – Presidente
126. Eder Coutinho – Rio Grande/RS
127. Ednailda Maria dos Santos – Profa. Auxiliar I – Universidade Federal do Amazonas – Campus Vale do Rio Madeira – Humaitá/AM
128. Edson Alves de Oliveira – Prof. Ms. de Psicologia – Psicólogo da SASC – Diadema
129. Educafro
130. EDUCAFRO MINAS – SÍTIO www.educafrominas.org.br
131. EKIP NATURAMA – ETNIOKA
132. EKOS – Instituto para a Justiça e a Equidade – MA – São Luís
133. Eliana Gesteira da Silva – GT Saúde da População Negra do HUCFF/UFRJ
134. Eliane Cavalleiro, Professora Dra. da Faculdade de Educação da UNB – ABNP
135. Exnel – Executiva Nacional de Estudantes de Letras
136. Fala Preta – Organização de Mulheres Negras
137. FAOR – Fórum da Amazônia Oriental – PA – Belém – Vânia Regina Vieira de Carvalho
138. Fase Amazônia – PA – Belém – Matheus Otterloo
139. FASE NACIONAL (Núcleo Brasil Sustentável) – RJ – Rio de Janeiro – Julianna Malerba
140. FASE NACIONAL (Núcleo Brasil Sustentável) – RJ – Rio de Janeiro – Marcia Casturino
141. FASE NACIONAL (Núcleo Brasil Sustentável) – RJ – Rio de Janeiro – Cecília Melo
142. Fatima R. De Carvalho
143. FDA – Frente em Defesa da Amazônia – PA – Santarém – Judith Vieira
144. Federação de Umbanda e Candomble do Estado de Mato Grosso
145. FERES – Fórum de Educação da Restinga
146. Fernanda Rodrigues de Figueiredo
147. FIOCRUZ – RJ – Rio – Pedro Albajar
148. Flavio Munhoz – Comunidade Cidadã
149. Florival de José de Souza Filho – SE – Aracajú
150. FOJUNE-PR
151. Fórum Carajás – MA – São Luís – Cristiane Maria Macau Rocha
152. Fórum Carajás – MA – São Luís – Edmilson Pinheiro
153. Fórum Carajás – MA – São Luís – Mayron Régis
154. Fórum de Defesa da Zona Costeira do Ceará- CE – Fortaleza
155. Fórum de Promoção da Igualdade Racial do Alto Tietê-SP
156. Fórum Estadual de Mulheres Negras do RJ
157. Fórum Latino Americano Contra a Discriminação Racial
158. Fórum Latino Americano de Combate a Discriminação Racial
159. Fórum Mineiro de Entidades Negras – FOMENE
160. Fórum Nacional de Entidades Negras
161. Fórum Nacional de Mulheres Negras
162. Fórum Nacional de Mulheres Negras da Bahia
163. Fórum Nacional de Mulheres Negras/FNMS/MS/GO
164. Fórum Paulista LGBT
165. Fórum Permanente de Educação Inclusiva
166. FÓRUM REGIONAL DE JUVENTUDE NEGRA DA BAIXADA SANTISTA – FOJUNE BAIXADA SP
167. Franciella P. Rodrigues – SP – São Paulo
168. Frente 3 de Fevereiro
169. Frente Estadual Parlamentar de Promoção da Igualdade Racial – SP
170. Frente Parlamentar de Promoção da Igualdade Racial da Assembléia Legislativa da Paraíba, presidida pelo deputado estadual RODRIGO SOARES – PT/PB
171. FUNAGUAS – PI – Terezina – Judson de Barros
172. Gal Quaresma
173. GELEDÉS – Instituto da Mulher Negra – SP – São Paulo – Nilza Iraci
174. GPEA – Grupo Pesquisador em Educação Ambiental da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) – MT – Cuiabá – Michèle Sato
175. GRUCON-MT
176. GRUPO “AFRO DIGNIDADE”-PASTORAL AFRO BRASILEIRA (OSASCO/SP) – VERA LÚCIA LOPES
177. Grupo ABAKÊ – BA – Salvador – Diosmar Filho
178. Grupo de Mulheres Negras Nzinga Mbandi
179. Grupo de Mulheres Pão e Rosas – Nosso canto é o espanto dos que nos julgaram mortas!
180. Grupo Projeto Roma Brasil
181. Grupo Síndrome de Down
182. GT Ambiente AGB-Rio e AGB-Niteroi Associacao dos Geógrafos
183. GT Combate ao Racismo Ambiental
184. GT Observatório do Fórum da Amazônia Oriental (FAOR) – PA – Belém
185. HELENA PIRAGIBE – COORDENADORA UBM/RJ
186. IARA – RJ – Rio de Janeiro
187. IBASE – RJ – Rio de Janeiro – Itamar Silva
188. IBASE – RJ – Rio de Janeiro – Nahyda Franca
189. ICEPRIN – INSTITUTO CULTURAL E EDUCACIONAL PR’INCIPES NEGROS
190. Igor Vitorino – ES – Vitória
191. Ilé axé efumbola
192. INESC – DF – Brasília – Ricardo Verdum
193. INSPIR
194. Instituto Brasil África – IBÁ – Goiânia/GO
195. INSTITUTO BRASILEIRO DE DEFESA DA CIDADANIA – IBRADEC – MAX SWELL VERAS RIBEIRO – PRESIDENTE – FORTALEZA/CE
196. Instituto Brasileiro de Defesa dos Direitos do Cidadão
197. Instituto Búzios
198. INSTITUTO BÚZIOS – BA – Salvador – Marcele do Vale
199. INSTITUTO BÚZIOS – BA – Salvador – Marcos Mendes
200. Instituto de Formação Estudo e Pesquisa de Mato Grosso
201. Instituto do Negro Padre Batista
202. Instituto Dom Isidoro de Souza
203. Instituto Educacional Mosaico de São Paulo (Instituto Mosaico SP)
204. Instituto Terramar – CE – Fortaleza – Cristiane Faustino
205. Instituto Terramar – CE – Fortaleza – Luciana Queiroz
206. IPCN – Instituto de Pesquisa das Culturas Negras
207. ITEREI- REFÚGIO PARTICULAR DE ANIMAIS NATIVOS
208. Janaína Tude Sevá – RJ – Rio de Janeiro
209. Jô Ventura
210. João Matvichuc e Maria de Fátima Queiroz Pinho Matvichuc – São Vicente – SP
211. João Paulo Rodrigues – MST
212. Jomathan Constantino – Professor de Biologia, Educador Popular, Colaborador do Jornal do Brasil de Fato – Militante da UNEafro
213. Jornal Afro Sul
214. José Roberto F. Militão, adv., membro efetivo da Comissão de Assuntos AntiDiscriminatórios – CONAD – OAB/SP
215. Josie Rabelo – PE – Recife
216. Josilene Lotero da Silva
217. Juliana Souza – RJ – Rio
218. Júlio Evangelista Santos Júnior – Tumbi Are Nagô de Oyò
219. Justiça Global – RJ – Rio de Janeiro – Luciana Garcia
220. Kátia Lobo – Presidente Estadual do PMDB MULHER/RJ, Vice-Presidente Regional Sudeste e Membro da Comissão Executiva Nacional do Movimento Afro Brasileiro do PMDB
221. KOINONIA – Presença Ecumenica e Serviço – Rio de Janeiro
222. LIGA REGIONAL DE CAPOEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL – MESTRE GAVIÃO.
223. Luciano Santos Silva
224. Luciene Lacerda – Fórum Estadual de MUlheres Negras/RJ
225. MAIPO – Movimento de Articulação e Integração Popular do
226. Marcelo Neres, Diretor Sindical SISEJUFE-RJ
227. Marcelo Paixão – Professor da UFRJ – Laboratório de Análises Econômicas, Históricas, Sociais e Estatísticas das Relações Raciais (LAESER)
228. Marcha Mundial das Mulheres/MS – Marlene Ricardi de Souza
229. Márcia Regina Santos de Jesus – Coordenadora do FOJuNE-PR e filiada a Rede Mulheres Negras – PR.
230. Maria Emilia Medeiros do Nascimento – Presidente do Instituto Cultural Tecnologia e Arte – Tecnoarte – Guapimirim, RJ.
231. Memória Lélia Gonzalez (Rio de Janeiro)
232. Metaxis – Grupo de Teatro da USP
233. MNDH – Movimento Nacional de Direitos Humanos
234. Movimento Cultura de Rua (MCR) – CE – Fortaleza – Preto Zezé (Francisco José Pereira de Lima)
235. MOVIMENTO DE MORADIA VITORIA DO BELEM – SÃO PAULO – SP
236. Movimento Estudantil da Bahia – Ousar Ser Diferente
237. Movimento Inter-Religioso (MIR/Iser) – RJ – Rio de Janeiro – Maria das Graças de Oliveira Nascimento
238. Movimento Negro Unificado – MNU
239. Movimento Revolucionário Nacionalista – Círculos Bolivarianos
240. Movimento Saúde dos Povos Círculo Brasil – MSP
241. Movimento Wangari Maathai – BA – Salvador – Taneska Santana
242. MSP – Movimento Saúde dos Povos – Círculo Brasil
243. MTST
244. Negra Sim
245. NEVHAS – Nucleo de Estudos Sobre a Violencia e Humanizacao da Assistência à Saúde
246. Nilton Luz – Conselho Municipal das Comunidades Negras
247. NINJA – Núcleo de Investigações em Justiça Ambiental (Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de São João del-Rei) – Éder Carneiro
248. Nival Calmon
249. Norma Felicidade Lopes da Silva Valencio – SP – São Carlos
250. NUANCES – Grupo pela Livre Expressão Sexual – Porto Alegre/RS
251. Núcleo Alzira & Moarandu
252. Núcleo Amélia Lima – Sandro – Coord.Adm
253. Núcleo Consciência Negra/SP
254. Núcleo Cultural Educacional e Social Quilombola Odunge – Feira de Santana/BA
255. Núcleo do Porto – Núcleo de Homens e Mulheres que discutem a situação de Educação, saúde, Segurança e Meio Ambiente nos Portos
256. Núcleo TRAMAS – Trabalho Meio Ambiente e Saúde para Sustentabilidade – CE – Fortaleza – Ana Cláudia Teixeira
257. Núcleo TRAMAS – Trabalho Meio Ambiente e Saúde para Sustentabilidade – CE – Fortaleza – Raquel Rigotto
258. O CORSA
259. ONG – Igualeunão Com Todos Os Direitos Iguais de Carapicuíba e Região Oeste
260. ONG Líders Comunitários em Ação – Organização não governamental que agrega lideranças dos bairros de Alegrete-RS
261. ONG Outra Visão – Organização Não governamental de GLBTS – Alegrete/RS
262. ONG.GDASI – Grupo de Defesa Ambiental e Social de Itacuruçá – RJ – Mangaratiba
263. Opinio Iuris Instituto de Pesquisas Jurídicas (www.opinioiuris.org.br)
264. ORGANIZAÇAO CULTURAL NZINGA BARRA
265. ORIASHÉ SOCIEDADE BRASILEIRA DE CULTURA E ARTE NEGRA – SP – São Paulo
266. Pai Airton de Ogum
267. PARTENEGRA
268. Paulo Henrique M. Silva – Mestre Paulão – Prêmio de Direitos Humanos Aluísio Palhano 2006
269. Pérolas Negras – Núcleo de Estudantes Negras da UFBa
270. Priscila Kibelkstis – METAXIS
271. Prof. Cláudio Paes – Barueri/SP
272. PROGRAMA DE REFLEXÕES E DEBATES PARA A CONSCIÊNCIA NEGRA
273. PROGRAMA DE REFLEXÕES E DEBATES PARA A CONSCIÊNCIA NEGRA – São Paulo
274. PROJETO EDUCAFRO REGIONAL BAIXADA SANTISTA
275. Projeto Recriar – Victor Hugo Alves Soares – MG – Ouro Preto – Universidade Federal de Ouro Preto
276. Quilombo Brasil/ Rádio Mamaterra de Hamburgo
277. QUILOMBO CULTURAL MALUNGUINHO – Pernambuco
278. Quilombolas & Ébanos
279. Rede Afro-LGB
280. Rede Axé Dudu – MT – Cuiabá – Ivan Belém
281. REDE DE TERREIROS DE JABOATÃO
282. Rede Matogrossense de Educação Ambiental – MT – Cuibá – Regina Silva
283. Rede Matogrossense de Educação Ambiental- MT – Cuibá – Michelle Jaber
284. Rede Mulheres – PR
285. Rede Nacional de Negras e Negros LGBT – RNAF
286. Redes Ciranda e Ciranda Afro
287. Ricardo Santos do Carmo Reis, Salvador-BA
288. Ricardo Stanziola – PR – Curitiba
289. Roberto Leher – Professor UFRJ
290. Rui Kureda – SP – São Paulo
291. Samuel Marques – BA – Salvador
292. Sandro Rogerio Vieira – coordenador da Regional Itatiba – Campinas da UNEafro – diretor social da UMEI União Municipal de Estudantes de Itatiba
293. SATED/RJ – Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro – Presidente: Jorge Coutinho
294. Secretaria Municipal da Reparação DE SALAVADOR BAHIA – Secretário: Ailton Ferreira
295. Sérgio Luiz – Professor
296. Sérgio Pereira Lisboa Portugal
297. Sindicato dos Comerciários
298. Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Carnes, Laticínios e Sorvetes do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense
299. Sociedade Comunitária “Fala Negão/Fala Mulher” da ZL/SP
300. SOCIEDADE CULTURAL MISSÕES QUILOMBO – Jardim Aurora – São Paulo-SP
301. Sociedade Cultural Missões Quilombo – São Paulo/SP
302. SOF – Sempreviva organização Feminista – Marcha Mundial das Mulheres
303. Sonia Corina Hess
304. Sônia Maria Gomes de Lima
305. Superintendência de Promoção da Igualdade Racial de Cabo Frio – Cabo Frio – RJ
306. Talis Fernando Rosa da Rosa – Zumbi Vive
307. Tania Pacheco – RJ – Rio de Janeiro
308. Tenda de Umbanda Caboclo Tamandaré – Campinas – SP
309. Tereza Ribeiro – RJ – Rio de Janeiro
310. Terra de direitos (PA) – PA – Santarém – Judith Vieira
311. Terræ – Organização da Sociedade Civil
312. Triângulo Iniciático de Umbanda – MG
313. Triângulo Mineiro – MG
314. UMEI – União Municipal de Estudantes de Itatiba – Regional UNEafro (Itatiba – Campinas)
315. Uneafro Brasil
316. Unegro – União de Negros pela Igualdade
317. União dos Estudantes da Bahia – UEB
318. UNISUL – União de Núcleos da Zona Sul São Paulo
319. UNMP/PA – União Nacional por Moradia Popular do Pará
320. USMANO
321. Vanusa Rodrigues da Silva
322. Vera Neri – Coordenadora Executiva do Instituto Baobab-Educação, Gênero e Culturas Negras – Rio de Janeiro – RJ
323. Wilson Santos/Ogã Wilson
324. www.jornallismopolitico.com
325. www.tabuleirodabaiana.cjb.net
326. Ylê Axé de Yansã – Sítio Quilombo Anastácia – Assentamento Rural Araras

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench