domingo, setembro 19, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaPatrimônio CulturalMapeando o Axé - Pesquisa registrou quatro mil terreiros localizados em quatro...

Mapeando o Axé – Pesquisa registrou quatro mil terreiros localizados em quatro das 26 capitais do país

 

Com o objetivo de conhecer a realidade dos terreiros, um mapeamento foi realizado através de uma parceria entre o Ministério da Cultura, por meio da Fundação Cultural Palmares (FCP), e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) foram parceiros do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no trabalho de Mapeamento das Comunidades Tradicionais de Terreiro, nas capitais e regiões metropolitanas dos estados de Minas Gerais, Pará, Pernambuco e Rio Grande do Sul.

Os resultados da pesquisa apontaram que 4.045 terreiros de religiões de matriz africana estão situados nas quatro capitais (Porto Alegre, Recife, Belém e Belo Horizonte) dos estados pesquisados. O intuito desse mapeamento é saber, por exemplo, quem são, onde estão situados, quais são as principais atividades, como se encontra a situação fundiária, a infraestrutura e os demais aspectos socioculturais e demográficos.

A ênfase da pesquisa foi a dimensão comunitária e o caráter étnico, considerando a organização social e o trabalho tradicionalmente desenvolvido. O projeto “Mapeando o Axé” foi executado pela Associação Filmes de Quintal, instituição selecionada por meio de edital público.

Sua realização aconteceu em virtude da luta dos povos de terreiro por reconhecimento e respeito às suas tradições. As informações farão parte de um banco de dados que servirá de base para as políticas públicas junto a estas comunidades.

Acesso às políticas públicas

De acordo com o presidente da Fundação Palmares, Eloi Ferreira, a pesquisa é resultado de uma intensa articulação mantida anteriormente para conhecer a memória dos povos de terreiro, almejando a conquista do direito que eles possuem perante as demais religiões.

“O povo de terreiro não pode continuar na atual situação de vulnerabilidade. Precisamos estabelecer meios de acesso às políticas públicas”, disse Eloi Ferreira. Ele acrescentou, ainda, que o Estado brasileiro precisa cruzar os mapeamentos com o Estatuto da Igualdade Racial e pensar políticas públicas direcionadas às comunidades específicas.

Ferreira afirmou ainda que essa pesquisa não é conclusiva, mas que será complementada com diversas ações do governo que já foram realizadas e outras que serão desenvolvidas a partir deste ano, apoiadas pela FCP. Em Pernambuco, por exemplo, a Secretaria de Igualdade Racial vai realizar um novo mapeamento em outras cidades do estado.

“Estamos iniciando de forma centralizada o acesso dos povos de terreiro aos bens culturais e econômicos, criando condições de aproximar essa comunidade e realizar a inclusão social porque não é justo que esse povo não tenha sequer o direito de registrar-se junto ao Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica”, concluiu o presidente.

Segundo a Fundação Palmares, Salvador não foi incluída nesse projeto porque, entre 2006 e 2008, numa parceria com a Universidade Federal da Bahia (UFBA), por meio do Centro de Estudos Afro-Orientais (SEAO), e a Secretaria Municipal da Reparação (Semur), foi realizado um levantamento na capital baiana, aonde foram cadastrados mais de 1.100 terreiros.

A partir de fevereiro deste ano, a FCP apoiará novos mapeamentos que serão realizados nos estados brasileiros com o objetivo de identificar todas as comunidades existentes e conhecer as necessidades peculiares de cada uma para que o acesso às políticas públicas aconteça com transparência e igualdade, independentemente do credo religioso.

 Mapeando o Axé acesse

 

Leia mais sobre o assunto:

Religiões afro-brasileiras produzem direito de resposta coletivo contra TV Record

Chega de Intolerância – Não toquem em nossos terreiros

Aumenta o número de casamentos no Brasil feitos em centro de umbanda e candomblé

 Direitos Humanos discute desrespeito às comunidades de terreiro

Justiça Militar condena sargento evangélico por constrangimento a soldado candomblecista

 

 

 


A pesquisa de Terreiros foi realizada pela Secretária Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional em parceria com a Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação

Maya Takagi

Secretária de Segurança Alimentar e Nutricional

Marcos Dal Fabbro

Diretor do Departamento de Fomento a Produção e Estruturação Produtiva

Luana Lazzeri Arantes

Coordenadora Geral de Apoio a Povos e Comunidades Tradicionais

Paulo Jannuzzi

Secretário de Avaliação e Gestão da Informação

Junia Quiroga

Diretora de Avaliação

Monica Rodrigues

Diretora de Formação e Disseminação

_______________________

Coordenação Executiva da pesquisa

Luana Lazzeri Arantes

Equipe técnica de acompanhamento

Adriana Vargas Pereira, Júlio César Borges, Tais Diniz Garone, Rubens Carlos Palácios Sória.

Executora

Filmes de Quintal de Quintal

Região Metropolitana de Belém

Coordenação: Junia Torres

Supervisão: Virgínia Lunalva Miranda de Sousa Almeida – Mãe Nalva de Oxum

Assistentes de Coordenação

Irislane Pereira de Moraes

Emmerson de Oliveira

Pesquisadores

Alfredo Aurélio Benevides Neto

Armando Durval Soares de Brito Neto

Edson Douglas Dias da Silva

Eduarda Romelia Trindade de Souza

Elizabeth Leite Pantoja

Kate Wayne Wasques e Silva Santos

Kátia Andrade de Hadad

Katia Jurema Freitas de Souza

Luciano Canosa Teixeira

Luís Alberto de Lima Martins

Luiz Alberto Saraiva Silva

Maria de Nazaré Costa da Cruz

Mário Cristovão Ferreira

Mohara Fagundes Ferreira e Pereira

Natalia Abdul Khalek Mendonça

Rogério Silva Cabral

Ruthneia de Oliveira Teixeira

Simone do Socorro Miranda Mendes

Comissão de Acompanhamento da Pesquisa em Belém

Pai Luís Tayandô (Associação Cultural Afrobrasileira de Oxaguiã Acaoã)

Mametu Nangetu (Instituto Nangetu)

Mãe Vanda Lúcia dos Santos Soares

Fábio Martins (INTECAB)

Pai Gilmar Maurício da Silva Conceição

Marilu Campelo (Antropóloga profa UFPA e afro-religiosa)

Domingos Conceição (Coordenador da Ceppir-PA)

Geraldo Dumonte (Pres. Consea Estadual)

Sandra Fonseca (profa pesquisadora UFPA)

Yalorixá Jokolosy (ARFUOJY)

Região Metropolitana de Belo Horizonte

Coordenação: Lara Cyreno e Marcelo Vilarino

Supervisão: Roselane Andrea da Silva

Pesquisadores

Ana Paula Lessa Belone

Ana Tereza Dutra Pena de Faria

André Luiz Rodrigues

Aline Magda Teixeira

Anderson Feliciano da Silva

Edilene Aparecida Rocha

Gilton Carneiro

Kely de Oliveira

Maria Clara Monteiro Vieira Maciel

Marcos Adelino Ferreira

Pedro Gondim Davis

Rodrigo Fernandes Nogueira

Warley Bruno Moreira Gonçalves

Comissão de Acompanhamento da pesquisa em Belo Horizonte

Federação de Candomblé e Umbanda do Estado de Minas Gerais

Federação das Religiões de Matriz Africana de Santa Luzia – FREMA

Henrique de Oxalá

Paulo Afonso Moreira

Mãe Nilsia D´Oxum

Doné Sandra de Vodun Jô

Huntó Aldair de Otolu

Mãe Rita Oiassimbelecy

Tatetu Arabomi

Babalorixá Gilton

Susan Diniz

Joaquim Goes Cupertino

Isabel Cupertino

Graça Sabóia (Coordenadoria Municipal para Assuntos da Comunidade Negra – COMACON/PBH)

Região Metropolitana de Porto Alegre

Coordenação: Marcelo Vilarino / Cecília Mendonça

Supervisão: Kelly Silva Moraes

Pesquisadores

André de Jesus

Carmem Oliveira

Carolina N. Santos

Cláudia Freitas

Elba Gamino da Silva

Geraldino Canhanga

Hendrix Silveira

Iris Silva

Joaquim Quintas

Jorge A. Quiroga

Luciano B. Horn

Luíza Flores

Maria Aparecida Graziela Silva

Maria de Fátima Buratto

Maria de Fátima Rodrigues

Milena Pereira Cassal

Paulo Ricardo Rodrigues

Renata Pittas Giorgio

Renata Mathias de Moura

Tatiana R. da Silva

Vanessa R. da Silva

Vera Regina dos Santos

Comissão de Acompanhamento da pesquisa em Porto Alegre

Richard – Rede Mocambo/RS

Lise Ferreira – CODENE

Movimento Negro/PMDB

Pai Clovis de Souza/CEUCAB

FORMA – Sra. Vera Soares e equipe

ASSOBECATY

Secretaria Diversidade – Canoas – Pai Neco

Reginette Bispo – Comissão de Cidadania da Assemb. Legislativa/RS

CEDRAB – Maria Cristina – Mãe Norinha – Mãe Angélica

Silvana Fotógrafa – Jornal Grande Axé

Rede Mulheres Negras – UFRGS

Pai Nilson – Federação Africanista de Alvorada

Mãe Beth – Eldorado do Sul

Mãe Maria de Fátima – Gravataí

Mestre Zumba Toledo – Canoas/RS

CONSEA

MINC – RRSUL

UNEGRO

EGBÉ

FORMA – Alvorada/RS

Jauri Machado – Sec. Cultura de Esteio

Marcia Fernandes – DIMPPIR – Esteio

Adiles Almada – P. Mun. Esteio

Pai Washington de Oxalá – Viamão

Eva Terezinha – NEABI – UNISINOS

Pai Zeca de Oxalá – Africaxé/Gravataí

Baba Diba de Yemanjá

Região Metropolitana de Recife

Coordenação: Rafael Barros Gomes

Supervisão: Jayro Pereira de Jesus

Assistentes de Coordenação

Alice Herculano

Ivo Sabino Cirne

Pesquisadores

Alex Ferreira de Oliveira

Alexandre Alberto Santos de Oliveira

Anderson Kleyton Batista de Menezes

Antônio Ricardo Herculano da Silva

Douglas Santos da Silva

Emmanuel Bastos de Magalhães Lopes

Jaciara Maria de Medeiros Pessoa

João Vitor de Oliveira Santos

Juliana Barbosa da Silva

Juvenal Santos Gomes Júnior

Laila Lima de Santana

Luiz Carlos de Andrade

Maria de Lourdes de Azevedo

Maria Tereza Oliveira do Nascimento

Michelle Gonçalves Rodrigues

Renata do Amaral Mesquita

Rodrigo César de Araújo Dantas

Surama Maria Viana Lins

Surama dos Reis

Comissão de Acompanhamento da pesquisa em Recife

Marcelo Jefferson (Coordenadoria de Negros e Negras / Secretaria Especial de Segurança Cidadã e Direitos Humanos da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes)

Eroilton Pereira dos Santos (Coordenadoria de Negros e Negras / Prefeitura de Municipal de Olinda)

Alexandre Dias – Afro-Educação – São Lourenço da Mata

Jeanne Silva (Fundação Municipal de Cultura de Camaragibe)

Marisa de Almeida Macedo / Iyalorixá Marisa de Xangô (Secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura Municipal de Paulista)

Rosilene Rodrigues dos Santos (Diretoria da Igualdade Racial da Secretaria Municipal de direitos Humanos e Segurança Cidadã de Recife)

Luiz Ramos de Souza – Luiz de Xangô Ogodó (CEPIR – Comitê Estadual de Promoção da Igualdade Étnico Racial / Governo do Estado de Pernambuco)

Major Verônica Maria da Silva (GT Racismo da Polícia Militar do Estado de Pernambuco)

Joana Maria da Silva Vieira / Mãe Jane de Egunitá – (Rede Nacional de Saúde da População Negra)

Manoel do Nascimento Costa / Manoel Papai (Sítio do Pai Adão/ABYCABEPE- Associação e Brasileira de Yalorixás e Babalorixás do Estado de Pernambuco)

Edcleia Maria Santos da Silva (Uiala Mukaji – Sociedade das Mulheres Negras de Pernambuco)

Brivaldo Pereira Costa / Pai de Xangô (SOCIAFRO – Sociedade Cultural, Social e Religiosa de Matriz Africana e Afrobrasileira de Pernambuco)

Vera Regina Baroni (Rede de Mulheres de Terreiro)

Arnaldo Filho (MNU / Movimento Negro Unificado)

Babalorixá Antonio Guido de Oxum (INTECAB-PE – Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro-Brasileira)

Adeildo Paraíso da Silva / Pai Ivo – (Quilombo Urbano do Portão do Gelo – Casa Xambá)

Marcos Pereira (GRAC e Caminhada dos Povos de Terreiro de Pernambuco)

João Amaro Monteiro (QCM – Quilombo Cultural Maluguinho)

Karla Geanne (Rede de Juventude de Terreiros)

Equipe Organização Geral

Consultoria Jurídica e financeira: Diana Gebrim – Diversidade Consultoria e Desenvolvimento de Projetos Culturais

Supervisora operacional e logística: Flávia Camisasca / Janaína Macruz

Geolocalização: Dayane Silva Martins e Geisyane Kelly Ricardino

Assistentes banco de dados / site:

Dayane Silva Martins

Geisyane Kelly Ricardino

Maria Clara Monteiro Vieira Maciel

Edilene Aparecida Rocha

Warley Bruno Moreira Gonçalves

Equipe Cecaps-UFMG

Profa. Dra. Danielle Cireno Fernades – Coordenadora de Metodologia Quantitativa

Farney Aurélio Alcântara

Michel Boaventura

Francisca Geovana Vieira

Relatório de Análise de Dados

Cíntia Pinheiro Ribeiro de Souza

Raquel Guilherme de Lima

Maria Eponina de Abreu e Torres

SITE

Web Design

Sara Lambranho

Luíza Horta

Programação Web

Alto Perfil

Agradecimentos Belém

Instituto Amazônico

Graça Lima

Valdir Ganzer

José Geraldo Torres da Silva

Coordenadoria Estadual de Políticas de Promoção de Igualdade Racial-SEJUDH

FEUCABEP-Federação Espírita Umbandista e dos Cultos Afro-Brasileiros do Estado do Pará

Pai Luís Tayandô (Associação Cultural Afrobrasileira de Oxaguiã Acaoã)

Mametu Nangetu (Instituto Nangetu)

Mãe Vanda Lúcia dos Santos Soares

Fábio Martins (Intecab)

Pai Walmir da Luz Fernandes (Ass. AERO)

Pai Gilmar Maurício da Silva Conceição

Marilu Campelo (Antropóloga profa UFPA e afro-religiosa)

Domingos Conceição (Coordenador da Ceppir-PA)

Geraldo Dumonte (Pres. Consea Estadual)

Sandra Fonseca (profa pesquisadora UFPA)

Yalorixá Jokolosy (ARFUOJY)

AFAIA – Associação dos Filhos e Amigos Ilê Iyá Omi Axé Ofa Kare

Edson Silva Barbosa – Baba Edson Catende

Maria Luisa de Carvalho Nunes – CEDENPA

Célia Maracajá

Natanael Faro

Agradecimentos Belo Horizonte

Federação de Candomblé e Umbanda do Estado de Minas Gerais

Federação das Religiões de Matriz Africana de Santa Luzia – FREMA

Fundação Centro de Referência da Cultura Negra

Fundação Artístico-Cultural de Betim – Funarbe

Coordenadoria Municipal para Assuntos da Comunidade Negra – COMACON/PBH

Centro de Africanidade e Resistência Afro-brasileira – CENARAB

Centro de Capacitação em Projetos Sociais – Cecaps/UFMG

Centro de Estudos da Religião Pierre Sanchis

Coletivo de Entidades Negras

Adalete Paxeco – Coordenadoria de Promoção de Igualdade Racial/Contagem

Ofélia Hilária – Coordenadoria de Promoção de Igualdade Racial/Betim

Movimento Nacional Nação Bantu – Monabantu

Guarda de Moçambique 13 de Maio do Reino de Nossa Senhora do Rosário

Isabel Casimira – Rainha Conga de Minas Gerais

Mãe Nilsia D´Oxum

Doné Sandra de Vodun Jô

Huntó Aldair de Otolu

Mãe Rita Oiassimbelecy

Tatetu Arabomi

Babalorixá Gilton

Mariana Ramos – Antropóloga

Agentes de Pastoral Negros

Prof. Dr. Pierre Sanchis

Prof. Dra. Léa Perez

Paulo Afonso Moreira

Marilda Quintino Magalhães – Enga. Agrônoma

Milton Duarte – Secretaria de Ação Social/Nova Lima

Secretaria de Cultura/Raposos

Agradecimentos Porto Alegre

Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre – CMEC/CPH

Cascata de Xangô/Alvorada – Pai Aldori

Jornal Afro Estrela do Oriente – Sra. Zezé

Sr. Nilson (Prefeitura Municipal de Alvorada/Federação de Matriz Africanista de Alvorada)

Pai Jorge – liderança religiosa local

Associação Uniaxés – Pai Neco e Pai Paulinho de Odé

Secretaria da Diversidade e Secretaria de Cultura de Canoas

Fauers – Pai Everton e diretoria da Fauers

Alcucab/São Leopoldo – Pai Nilton

Aausl/São Leopoldo – Pai Dejair

Pai Cesar de Kamucá – São Leopoldo

Pai César de Ogum

Universidade UNISINOS – GDIREC e NEABI

Concaugra – Mãe Joice de Oyá

Prefeitura Municipal de Gravataí – Prefeita Rita Sanco

Secretaria de Igualdade Racial/Gravataí – Jairo Santerra

Lideranças Religiosas

Mãe Sandra de Oxalá/Viamão

Pai Washington/Prefeitura Municipal de Viamão – CRAS São Lucas e Associação Afro-Umbandista de Viamão

Pai Roberto/Viamão

Mãe Beth/Eldorado do Sul

Afro-Cone Sul – Pai Dejalmo e Pai Paulo/Cidade de Montenegro

Secretaria Municipal de Cultura de Guaíba

Secretaria Municipal de Cultura de Esteio – Sr. Jauri

Secretaria de Igualdade Racial de Esteio – Sra. Eliane Franco

Secretaria de Igualdade Racial de São Leopoldo – Sra. Márcia

Secretaria de Cultura de São Leopoldo: Sr. Marcelo Azevedo e Marco Aurélio/Bica

Jorge Pires – Gabinete do Senador Paulo Paim

Richard Gomes- Rede Mocambo/Quilombos Porto Alegre

Ceucab – Pai Clovis de Souza

Jornal Bom Axé – Responsável Beto

CEDRAB

FORMA

Pedro Oxum Docô – TV Algo Mais

ONG Diversidade/Lilica – Alvorada

FORMA/Alvorada – Pai Sidney de Xangô

Neuza Zich – Movimento Negro/RS

CODENDE – RS – Srta. Lise Ferreira

Mãe Dalva e Pai Júlio de Aganju/Lideranças Religiosas de Esteio

Pai Sérgio/ Terreiro Ilê de Xangô – Gravataí

Prefeitura de Novo Hamburgo – Sr. Tamboreiro

Africanamente- Guto Capoeirista

Sr. Getúlio – Liderança religiosa de Porto Alegre

Quilombo Chácara das Rosas

Pai Valdomiro – São Leopoldo

NER – Núcleo de Estudos sobre Religião – UFRGS

Pai Fernando de Xangô Aganju – RS

Rosa Triunfo – Baobá Confecções

Maria Helena – Antropóloga/RS

Maria de Lourdes Santos da Silva – Educadora – Alvorada/RS

Sra. Eva Terezinha de Oliveira – Movimento Negro/Neabi

Reginette Bispo – Comissão de Cidadania – AL/RS

Álvaro Machado – Movimento Negro

Rede Mulheres Negras – Sra. Fernanda

CONSEA/RS

UNEGRO – Renato Borba

Zumba – Movimento Negro Canoas/RS

Representação MINC/RS

Pai Áureo – Liderança Religiosa RS

ASSOBECATY

Lideranças religiosas (Mãe Iná, Mãe Neneca, Pai Cleon, Baba Diba, Pai Didi, Mãe Izabel, Vera Soares, Pai Aldori, Mãe Maria Buratto, Pai Paulinho Cigano, Pai Nilson).

Agradecimento especial: Sr. Muller – Delegacia Regional do Trabalho/RS.

Agradecimentos Recife

Leandro Mitre de Farias Santa Cruz

Ricardo Gomes Vieira

Luciano Silva (Burito)

Prefeitura Municipal do Recife

Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Cidadã – Amparo Araújo

Diretoria de Igualdade Racial, em Especial Rosilene Rodrigues (Rose) e Alice Herculano

Rosalira e Carlos Augusto da FUNDAJ

Professor Roberto Motta

João Monteiro – Quilombo Malunguinho

Koy

Ernesto Carvalho

Pedro Stocklei

Mãe Aurenice – Ibura de Baixo (Mãe Nice)

Mãe Leonilde – Coque

Adolfo, Simone, Anderson, Raissa, Marcelo, Adésia e toda equipe do Museu da Abolição

Mãe Maria de Lourdes – Imbiribeira

Mãe Jane – Lagoa Encantada

Mâe Consuelo da Mangueira – Casa Amarela

Toda família de Pai Malaquias da Costa

José Edson Torres de Melo (Pina)

Pai Cícero

Ylé Olódi Odo T’ Ógiyán Ìkosãn

Babalorixa Robson Felipe Santiago

Ylé Axé Vodunce Omim Afefé

Ialorixa Jussele Portela de Oliveira

Centro Cultural Ilé Axé Força das Águas

Babalorixa Wilson Roberto Alves Pereira

Centro Espírita Cabocla Jupiara

Ana Paula Graciete Silva de Lima

Centro Espírita Ilê de Iemanjá

Luiz Tenório de Albuquerque (Zé Luiz)

Ylé Axé Oxalá Guiãn

Babalorixa José Cláudio da Silva (Martins)

Centro Espírita Palácio de Iemanjá

Ialorixa Maria de Lourdes de Lima (Maria Pinto)

Maria Jeanne Pereira da Silva

Fundação de Cultura de Camaragibe/PE

Pai Jootolu

Pai Gilmar

Mãe Zélia e Alan

Pai Bira e Pai Clovis

Prefeitura Municipal de Olinda – Secretária Ceça Costa

Dorotéa Lessa, Adeildo e Eron

Ceça Silva

Cras de Olinda

Milene Migliano e Vídeo nas Aldeias

Pai Ivo e toda família do Xambá

Secretaria Especial de Segurança Cidadã e Direitos Humanos – Jaboatão dos Guararapes – Secretário Claudio Carraly

Marcelo Gerson da Coordenadoria de Igualdade Racial

Mãe Jane de Nossa Senhora do Ó – Ipojuca

Mãe Jacira e Família de Camêla – Ipojuca

Prefeitura Municipal de Cabo Santo Agostinho – Secretário de Governo Josadac Miguel dos Santos

Fundação de Cultura de Cabo de Santo Agostinho

Mãe Valda e Lourdes de Pirapama

Pai Nino

Pai Douglas

Pai Walter

Mãe Marisa de Xangô e família

Pai Henrique

Mãe Tânia e Renato

Alexandre Dias, Carlos Alberto e todos da Afro Educação

RELATED ARTICLES