Maratona online promove edição de verbetes sobre artistas e feministas negras na Wikipédia

Com eventos bimestrais, a maratona Edit -a – thon Artes + Feminismos tem o objetivo de aumentar a presença  feminina na Wikipédia, seja nos verbetes ou na edição da ferramenta.  O próximo encontro acontece neste sábado e domingo (18 e 19 de julho), a partir das 14h, em formato online. Gratuito e aberto ao público, o evento de dois dias será realizado na plataforma Zoom. (Veja abaixo as instruções de como participar).

A maratona é uma realização da coletiva de pesquisa curatorial  NaPupila, em parceria com o Instituto Moreira Salles e o Wiki Movimento Brasil. A edição deste mês será voltada para a criação e revisão de verbetes sobre o trabalho de artistas e feministas negras, tendo em vista uma perspectiva decolonial.

A maratona dialoga com as celebrações do Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra, comemorado em 25/7. No Brasil, a população negra corresponde a mais de 50% dos 209,5 milhões de habitantes (IBGE, 2018). No entanto, até hoje, as narrativas negras são ocultadas da história. A maratona visa aumentar a visibilidade dessas narrativas, especialmente no campo da arte.

O evento será dividido em dois dias (18 e 19/7), sendo o primeiro dedicado à discussão do tema e o segundo, à maratona em si. O público pode participar das atividades de apenas um dos dias, mas recomenda-se a presença em ambos.

A programação começa no sábado (18/7), às 14h, com uma fala de Roberta Zanatta, coordenadora do núcleo de catalogação e indexação do IMS, sobre memória e difusão a partir do acervo fotográfico do Instituto. Em seguida, Ana Paula Alves Ribeiro, professora da UERJ e da UFF, discutirá sua experiência como curadora e coordenadora do Museu Afro Digital. Por fim, a pesquisadora Miriam Cristina dos Santos, doutora em letras, abordará a trajetória de intelectuais negras brasileiras a partir de sua pesquisa previamente publicada.

No domingo (19/7), o evento inicia às 14h, com a fala da artista visual Silvana Mendes sobre o tema Desconstrução de Visualidades Negativas em Corpos Negros. Em seguida, Érica Azzellini, do Wiki Movimento Brasil, ministrará um tutorial sobre edição dos verbetes na enciclopédia.  Após as falas, os participantes serão convidados a iniciar as edições.

A iniciativa faz parte da mobilização internacional Arte + Feminismo, que pretende suprir a lacuna de temas relacionados a gênero na internet, especialmente na Wikipédia. O objetivo é aumentar a visibilidade das histórias de mulheres cis, transgênero e indivíduos não-binários, incentivando a participação de novas editoras.

A atividade é aberta ao público, sem limite de vagas, e não exige conhecimento prévio.

 

Interessados em participar precisam apenas seguir as instruções abaixo.

 

Como participar:

1– Inscreva-se AQUI

2– Antes de entrar na sala de reunião crie um perfil na Wikipédia através deste Guia Rápido

3 – Abra um cadastro na plataforma Zoom: https://zoom.us/pt-pt/meetings.html

4 – Nos dias 18 e 19 de julho, a partir das 14h, clique em “Entrar em uma Reunião”

5 – Adicione o ID da reunião 823-2377-2207 para participar da maratona, ou acesse o link da sala, para falar diretamente com as organizadorxs.

*Não é necessário conhecimento prévio

**Na Sala de Reunião serão oferecidas dicas, fontes de pesquisa e ajuda prática.

 

Serviço

Edit – a – thon Artes + Feminismos | Arte e Arquivo – desdobramentos da prática decolonial

18 e 19 de julho (sábado e domingo)

Ação coletiva virtual – na plataforma Zoom

A maratona é gratuita e aberta a todos, não sendo necessário conhecimento prévio.

 

Programação virtual completa

 

Sábado – 18/07, das 14h às 17h

 

Roberta Zanatta: Memória, difusão e acesso – práticas e reflexões sobre o acervo fotográfico do Instituto Moreira Salles.

 

Ana Paula Alves Ribeiro: Experiências de Arquivo e Curadoria no Museu Afro Digital

 

Miriam Cristina dos Santos: Intelectuais Negras: Prosa Negro-Brasileira Contemporânea

 

Domingo – 19/07, das 14h às 18h

 

Silvana Mendes: Desconstrução de Visualidades Negativas em Corpos Negros

 

Érica Azzellini: Workshop Wikipédia: como editar?


** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 

+ sobre o tema

Carla Akotirene: de cordeira do Ilê Aiyê a intelectual festejada

“O aplauso é importante para o nosso Ori”. E...

Adoção por casais homossexuais aumenta nos EUA, apesar das barreiras legais!

  Um número cada vez maior de casais homossexuais estão...

Título é alterado para destacar preconceito da mídia com pessoas trans

Para mostrar como é ridículo identificar uma pessoa somente...

para lembrar

Caso Coari: infância assassinada pela lógica do consumo de sexo de meninas

Em artigo, assessora política do Inesc, Márcia Acioli, trata...

Peço desculpas ao meu corpo

Hoje eu queria sinceramente pedir perdão ao meu corpo,...

A “safada” que “abandonou” seu bebê

Como o mito da maternidade demoniza as mulheres ainda...

Machismo no Judiciário pode limitar impacto de lei do feminicídio

"A mulher moderna ─ dita independente, que nem de...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=