Márcia Jacinto condenou policiais e agora diz se sentir prisioneira

O dia 21 de novembro de 2002 mudou para sempre a vida da então dona de casa Márcia Jacinto, quando seu filho Hanry Silva Gomes da Siqueira, de 16 anos, foi assassinado à queima roupa pela Policia Militar no Morro do Gambá, zona norte do Rio de Janeiro.

no Pública

Apesar de ter conseguido condenar dois dos policias responsáveis pela morte de seu filho, Márcia Jacinto diz ter pagado um preço alto pela Justiça. Ela conta que foi perseguida, vigiada e grampeada pela polícia, e que continua vivendo à sombra do medo.

+ sobre o tema

Oportunidades para mulheres negras cis e trans!

Mulheres negras cis e trans: queremos vocês no nosso...

Alguém já disse a você ‘Obrigado pelo privilégio do seu amor’?

COMO JOGAR NO LIXO UMA DECLARAÇÃO DE AMOR TÃO...

para lembrar

Violência e Gênero nas práticas de Saúde

O Grupo de pesquisa "Violência e gênero nas práticas...

A Naturalização: estupro e pedofilia na mídia

Apesar de o tema implorar por um textão, com...

Casos de violência contra a mulher em 2013 passam de 800 em Sorocaba

Muitas mulheres ainda não têm coragem de denunciar. Uma jovem...

Nós e o papa

O papa João Paulo II surpreendeu as mulheres que...
spot_imgspot_img

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Novas pesquisas mostram que meninas nos EUA estão tendo sua primeira menstruação mais cedo. A exposição ao ar tóxico é parcialmente responsável. Há várias décadas, cientistas ao redor do...

Leci Brandão recebe justa homenagem

A deputada estadual pelo PC do B, cantora e compositora Leci Brandão recebe nesta quarta (5) o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do...
-+=