‘Mato Cheio’ narra fuga de povos negros no passado e presente

Peça da Carcaça de Poéticas Negras faz duas apresentações, neste final de semana, no Galpão Humbalada, Zona Sul de São Paulo

Do Catraca Livre 

Um olhar que aproxima o período de escravidão no Brasil e atual situação de deslocamentos e migração de pessoas negras é base do espetáculo Mato Cheio – Fuga Degenerada, do grupo Carcaça de Poéticas Negras, em cartaz no Galpão Cultural Humbalada, Parque Brasil, Zona Sul de São Paulo. A peça é apresentada nos próximos sábado, 3, às 21h30; e domingo, 4, às 18h. A entrada é Catraca Livre.

Créditos: Noelia Nájera/Divulgação Peça da Carcaça de Poéticas Negras faz duas apresentações, neste final de semana, no Galpão Humbalada, Zona Sul de São Paulo (Créditos: Noelia Nájera)

A montagem é inspirada no mito de escravizados que fugiam por uma linha férrea no bairro Jabaquara até chegarem aos quilombos da cidade de Santos. Na trama, a fuga de uma personagem é vista por três diferentes perspectivas. Obstáculos, sonhos e lembranças conduzem a história, cuja narrativa ainda conta com as personagens Picita e Fogo.

O texto, assinado por Jhonny Salaberg, é criado a partir de histórias, depoimentos pessoais e pesquisas sobre migração. A proposta é olhar para o corpo negro em deslocamento pela cidade e as diversas maneiras de materializar a luta de gerações.

Dirigido por Ivy Souza, o espetáculo Mato Cheio – Fuga Degenerada tem Anderson Sales, Isamara Castilho, Patrick Carvalho e Priscila Guedes no elenco.

 

Informações 

De 3 a 03/03:   Sextas e  Sábados às 21:30 
De 4 a 04/03:  Domingos às 18:00 

Local: Galpão Cultural Humbalada 
Endereço: Avenida Grande São Paulo, 282 Parque Brasil São Paulo – SP 11 5661-6534
Catraca Livre
Duração: 70 minutos | Classificação: 12 anos | Ingressos: retirar uma hora antes do espetáculo

+ sobre o tema

Adhemar Ferreira da Silva – O João do Pulo

Um fato curioso, mas que mostra o caráter de...

Alexandre Cerqueira, filho de uma brasileira com um africano, o modelo luta por espaço nas passarelas de moda

Alexandre Cerqueira vive um sonho da adolescência, de quan­do brincava...

UA denuncia execução indiscriminada de negros na Líbia

Rebeldes líbios estariam executando indiscriminadamente pessoas negras por "confundirem"...

para lembrar

Luiz Gama: o nosso Solomon Northup

Na História do Brasil, quando estudamos a abolição, geralmente...

Morre ativista norte-americano de direitos civis Julian Bond

Ex-líder do Naacp atuou em defesa dos direitos da...

A importancia do Negro

Essa é a história de um garoto chamado...

Teatro Griot apresenta em Coimbra peça sobre o racismo e a escravatura

O Teatro Griot apresenta em Coimbra, na quinta e...
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Sambista ligada ao rap, Leci Brandão rebate críticas de Ed Motta: ‘Elitista’

Leci Brandão, 79, rebateu com estilo as recentes declarações de Ed Motta, que chamou de "burros" os fãs de hip hop, "sem exceção". Sem citar...

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...
-+=