Mel Duarte representa literatura brasileira em festival de Angola

Poeta participa de sarau e bate-papo sobre literatura lusófona em país africano

Por Jéssica Balbino Do Catraca Livre

Representando a literatura brasileira contemporânea, a poeta Mel Duarte, de 28 anos, se apresenta entre os dias 26 e 28 de maio em Luanda, em Angola, no Festival de Literatura Luso-Afro-Brasileira  (Festilab Taag), promovido pelo Centro Cultural Brasil-Angola que ocorre na capital do país com entrada gratuita.

O festival celebra a literatura lusófona e a poesia feita em língua portuguesa em diferentes países. Durante o evento, Mel Duarte participa, no dia 26 de maio, ás 19h30, de um sarau literário ao lado dos poetas Alice Sant’Anna, Antonio Carlos Secchin, José Luís Mendonça,  Paulo José Miranda e Thomaz Ramalho. O cerimonial fica por conta de Etelvina “Ngonguita” Diogo.

Em seguida há a abertura da Feira do Livro, com performance da atriz angolana Renata Torres e texto da brasileira Carolina Maria de Jesus, a primeira moradora de uma favela a publicar um livro e ainda inspiração para gerações de autores, tais como Mel Duarte.

Já no dia 28 de maio, às 14h, Mel Duarte participa da mesa “M de mulher: letras e gênero na literatura contemporânea em língua portuguesa”, com a também brasileira Alice Sant´Anna e a angolana Brigitte Caferro. A mediação será de Áurea Mouzinho.

“Estou muito feliz com o convite e com a oportunidade de levar meu trabalho para outro continente, mas em um evento e país onde também falam português. Acho fundamental estreitarmos os laços lusófonos e nos conhecermos. Quero aproveitar ao máximo essa chance e também apresentar nossa poesia negra feminina e brasileira a eles”, disse Mel Duarte.

Sobre Mel Duarte
Mel Duarte tem 28 anos, é poeta, slammer e produtora cultural formada em comunicação social- RTV. Atua com literatura marginal/periférica e independente desde 2006 na cidade de São Paulo (Brasil) onde nasceu e vive.  Faz parte do coletivo “Poetas Ambulantes” e é uma das organizadoras da batalha de poesias voltada para o gênero feminino “Slam das Minas- SP”. Em 2016 Mel foi destaque no sarau de abertura da FLIP (Feira Literária Internacional de Paraty) e foi a primeira mulher a vencer o Rio Poetry Slam (campeonato internacional de poesia) que acontece dentro da FLUPP (Feira Literária das Periferias) no Rio de Janeiro.Possui 2 livros publicados de forma independente “Fragmentos Dispersos” 2013 e “Negra Nua Crua” 2016 publicado pela editora Ijumaa.​ Neste ano lançou o audiolivro do “Negra Nua Crua” em parceria com a editora Tocalivros.

+ sobre o tema

A união faz a força

Conectadas pelas redes sociais, elas formam um novo movimento...

Infância: precisamos falar sobre a objetificação dos corpos de meninas negras

De acordo com a plataforma “Violência contra a mulher...

Carta para a mulher que fui

Seu nome ainda me assusta e quando o escuto na rua...

Dado Dolabella é preso por falta de pagamento de pensão alimentícia

Dado Dolabella foi preso no início da tarde desta...

para lembrar

Manual para formação de PLPs, uma experiência de Geledés com as Promotoras Legais Populares

Manual para formação de novas PLPs, baseado na experiência...

Mulheres negras ainda são prejudicadas no desenvolvimento profissional

Dados do IBGE indicam que a parcela de mulheres...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...
-+=