Ministro quer estender todos os direitos trabalhistas às empregadas domésticas

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, pretende propor um projeto que assegure às empregadas domésticas os mesmos direitos que o restante dos trabalhadores. A ideia é que a proposta seja entregue à presidenta Dilma Rousseff até o fim do ano. Dessa forma, a categoria terá direito ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), ao abono salarial, ao seguro-desemprego e a horas extras.

Por Luciene Cruz

Atualmente, as empregadas domésticas podem ter carteira assinada e ser seguradas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). No entanto, como a assinatura da carteira não é obrigatória, apenas 10% do total de 7 milhões de profissionais da categoria têm esse direito formalizado, segundo Lupi.

“Não podemos ter cidadão de segunda categoria”, disse o ministro. Para ele, é uma hipocrisia quando as pessoas dizem que gostam muito das domésticas e que elas são da família, já que na hora de garantir os direitos delas poucos fazem o que deve ser feito.

A ideia, acrescentou Lupi, é que sejam criados mecanismos que incentivem os patrões a formalizarem a contratação das empregadas domésticas. “Precisamos adaptar a realidade do mundo ao mercado de trabalho, a um patrão único. Também podemos pensar em uma fórmula que facilite ao patrão único a manter esse empregado formal. Estamos querendo adaptar ao sistema que tem o Simples, que diferencia as empresas pequenas e dá a elas algumas regalias. Hoje, quem contrata e assina empregada domestica já tem direito a um valor a descontar neste ano [no Imposto de Renda].”

Ainda segundo ele, a intenção é discutir também alíquotas menores para o INSS e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para os patrões que tenham empregadas domésticas.

O assunto voltou ao debate após a Organização Internacional do Trabalho (OIT) ter aprovado nova convenção dando às domésticas os mesmos direitos dos demais trabalhadores.

 

Fonte: Jornal do Brasil

+ sobre o tema

Jovem do interior de SP afirmar ter apanhado por ser gay

A cena aconteceu em uma praça da cidade de...

Amo meus filhos, mas vivo cansada e com raiva

Os gêmeos farão 2 anos em pouco mais que...

Marinha concede 1ª identidade militar a casal gay no Rio

Em agosto de 2011, logo após a decisão unânime...

Poeta Mel Duarte lança livro de poemas traduzido para o espanhol em Madrid

Obra “Negra Nua Crua” será lançada na capital da...

para lembrar

Vídeo mostra ataque machista de vereador contra Isa Penna na Câmara de SP

O ataque machista, inesperado, foi desferido pelo Vereador Camilo...

Adriana Sousa ganha Prêmio Tese Destaque USP/2023

A pesquisadora Adriana Tolentino Sousa, Doutora em Educação pela Faculdade de...

Feminismo: onda conservadora exige força das mulheres

O crescimento de regimes fundamentalistas ao redor do mundo...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=