Ministros marcam reunião com lojistas para tratar sobre ‘rolezinhos’

Secretaria-Geral, Cultura e Igualdade participam do encontro no Planalto.
Em São Paulo, associação de shoppings se reúne com secretário.

Por: Juliana Braga

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, comandará nesta quarta-feira (29), no Palácio do Planalto, uma reunião sobre os “rolezinhos” junto a representantes de lojistas instalados em shoppings. Participam também do encontro as ministras de Igualdade Racial, Luiza Bairros, e da Cultura, Marta Suplicy, além do presidente da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), Nabil Sahyoun.

Os “rolezinhos”, como ficaram conhecidos, são encontros marcados pela internet por adolescentes. Os eventos ocorrem sobretudo em shoppings, e ganharam repercussão desde dezembro, quando aglomerações assustaram frequentadores e fizeram centros comerciais fecharem as portas mais cedo.

Os organizadores definem os encontros como um “grito por lazer” e negam qualquer intenção ilegal. Já os lojistas e donos de shopping têm se queixado de tumultos e prejuízo comercial.

Para a reunião desta quinta, o governo também convidou a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), que representa os donos dos centros de compras. O presidente da entidade, porém, já tem outra reunião marcada em São Paulo, com o secretário municipal da Promoção da Igualdade Racial, Netinho de Paula, e não poderá ir a Brasília, segundo sua assessoria.

No início de janeiro, o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun, havia declarado que a alternativa para os rolezinhos seria procurar a Justiça para impedir os eventos.

Para Nabil, os “rolezinhos” não podem acontecer dentro dos centros comerciais porque põem em risco e importunam clientes e comerciantes. Ele pediu que a Prefeitura de São Paulo ofereça espaços, como o Sambódromo do Anhembi.

Nabil pediu ainda que os pais dos adolescentes que causarem tumulto sejam responsabilizados. Pelo menos três rolezinhos acabaram em correria nos shoppings. Em todos, a Polícia Militar foi acionada e deteve participantes. “Os pais têm que ser responsabilizados. São menores. Para que a gente possa amanhã ter uma tranquilidade”, disse.

A palavra é rolezinho – Por: Carla Rodrigues

 

Sobre “rolezinhos” nos shoppings e a intolerância – Por: Dennis de Oliveira

Rolezinho da USP: “A gente grita ofensas em alto e bom som, e ninguém fala nada”

Nabil Sayhoun, representante dos Shoppings do país, sugere que jovens façam rolezinhos no Sambódromo. – Por Douglas Belchior

Polícia notifica jovens em shopping por reconhecer o ‘naipe’

 

 
 

 

Fonte: G1

 

+ sobre o tema

Detenção de Mano Brown exemplifica a mensagem de Cores e Valores

Pedro Paulo Soares Pereira, 44 anos, também conhecido como...

Oscar em tempos de racismo – Por: Carlos Eduardo Lourenço Jorge

Consagrado pela Academia de Hollywood como melhor filme, 12...

Últimas tropas de combate dos EUA deixam o Iraque

Segundo redes americanas, tropas deixam o país em direção...

Manifesto pede a Lula indicação inédita de ministra negra para o STF

Entidades jurídicas lançam nesta quarta-feira (8) um manifesto pela indicação...

para lembrar

Justiça cassa 13 vereadores em São Paulo; advogado diz que lei não proíbe doações

Fonte:UOL - A Justiça Eleitoral de São Paulo cassou...

Suicídio assistido da indústria brasileira

Novos dados revelam: mesmo setores em que fomos excelentes...

Procon-SP alerta sobre oferta de produtos nas redes sociais

Cada vez mais usadas como ferramentas para o...

Maioria acha que Obama não mereceu Nobel

Fonte: Blog Sérgio Dávila - Pesquisa Gallup divulgada hoje confirma...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=