Morre herói da independência da Namíbia e companheiro de prisão de Mandela

Enviado por / FonteDa Agência Brasil

Companheiros de resistência e organizações da sociedade civil rendem homenagens neste domingo, na Namíbia e na África do Sul, ao emblemático ativista namíbio Herman Andimba Toivo Ya Toivo, um dos pais da independência de seu país e companheiro de prisão de Nelson Mandela. As informações são da Agência EFE.

Toivo Ya Toivo morreu na sexta-feira em seu país aos 93 anos de idade, deixando para trás uma vida de comprometimento político que o levou a passar 16 anos na cadeia e que, por fim, lhe rendeu cargos de ministro no governo da Namíbia.

Organizações como a Fundação Ahmed Kathrada – que leva o nome de outro ícone da resistência ao apartheid na África do Sul que morreu este ano – se juntaram às homenagens e às condolências.

Toivo Ya Toivo foi um dos fundadores da Swapo (Organização do Povo do Sudoeste da África), o movimento de guerrilha que combatia a dominação colonial da África do Sul na Namíbia (chamada então de África do Sudoeste) e que governa o país desde a sua independência em 1990.

O histórico líder foi um dos 36 namíbios detidos em 1966 pelo governo segregacionista sul-africano e encarcerados na ilha-prisão de Robben Island, onde Nelson Mandela passou 18 anos.

Toivo Ya Toivo – que participou de greves de fome na prisão e passou nove meses em regime de isolamento por agredir um guarda – foi libertado em 1984 e continuou o seu trabalho político ao assumir o cargo de secretário-geral da Swapo e vários ministérios após a independência da Namíbia.

O Congresso Nacional Africano (CNA) – partido de governo na África do Sul e aliado da Swapo durante a luta contra o apartheid – lembra Toivo Ya Toivo como “um lutador pela liberdade” e um “pan-africanista e internacionalista progressista” que também defendeu a causa dos trabalhadores.

Uma das ações que o herói da história da Namíbia fez na clandestinidade foi enviar à Organização das Nações Unidas (ONU) depoimentos gravados de trabalhadores sul-africanos do setor da mineração sobre as duras condições de vida nos jazigos do país, uma ação que lhe rendeu represálias por parte do regime sul-africano.

+ sobre o tema

Curta sobre a vida de universitários africanos em Floripa na UFSC

No dia 27 de maio, terça-feira ás 19h, aconteceu...

Michelle Obama e Hillary homenageiam Sojourner Truth negra que lutou contra escravidão

Washington, 28 abr (EFE).- Michelle Obama e Hillary Clinton...

Pelé-estrela negra em campos verdes

"PELÉ-Estrela Negra em Campos Verdes", livro de Angélica Basthi,  editora: Garamond...

para lembrar

Itamar Assumpção ganha estátua na Penha, em São Paulo

O cantor e compositor Itamar Assumpção, representante da chamada vanguarda...

“Entrei de cabeça na tristeza e lá fiquei por uns dois anos”, diz Taís Araújo sobre seu papel como Helena

Traumas, superação, racismo, aceitação: a atriz, estrela da capa...

Mãe Aninha- Ialorixá do Ilê Axé Opó Afonjá

Filha de africanos, Eugênia Ana dos Santos, a ialorixá...
spot_imgspot_img

Inéditos de Joel Rufino dos Santos trazem de volta a sua grandeza criativa

Quando faleceu, em 2015, Joel Rufino dos Santos deixou pelo menos dois romances inéditos, prontos para publicação. Historiador arguto e professor de grandes méritos, com...

Carnaval 2025: nove das 12 escolas do Grupo Especial vão levar enredos afro para a Avenida

Em 2025, a Marquês de Sapucaí, com suas luzes e cores, será palco de um verdadeiro aquilombamento, termo que hoje define o movimento de...

Álbum de Lauryn Hill é considerado melhor da história em lista da Apple Music; veja ranking

Uma lista publicada pela Apple Music elegeu os 100 melhores álbuns de todos os tempos. Em primeiro lugar, a escolha foi para 'The Miseducation...
-+=