Morreu a preta da maré. Por Anielli Poeta de V Redonda

Anielli – Poeta de V Redonda

Morreu.
Morreu a preta da maré,
a negra fugida da senzala
que foi sentar com “os dotô” na sala
e falar de igual pra igual com “os homi”.
A negra que burlou a fome de se saber,
que fez crescer dentro dela, o conhecimento.
Aquela, que por um momento de humanidade,
sonhou com a justiça, lutou por liberdade
e ousou ir mais alto,
do que permitia sua cor.
“Mas preta sabida, não pode!
Muito menos pobre! Não tem valor.”
Diziam as más línguas na multidão.
E ela ousou tirar seus pés do chão.
Morreu.
Morreu a “preta sem noção”,
que falava a verdade na cara do patrão,
que carregava a coragem, como bagagem,
no coração.
O tiro foi certo,
acertou com maldade,
ecoando seco no centro da cidade.

Anielli – Poeta de V Redonda

#Mariellepresente #somosmuitasMarielles

+ sobre o tema

Mulheres quilombolas debatem pautas rurais e antirracistas em Brasília

Mulheres quilombolas se reúnem em Brasília a partir da...

Octavia Butler, a ‘primeira dama da ficção científica’ que reescreveu o futuro

'Kindred', livro mais famoso da autora, acaba de ser...

Carta à Dilma – Feministas brasileiras manifestam total apoio a Ministra Luiza Bairros

Carta da Articulação de Mulheres Brasileiras à Presidenta Dilma Brasília,...

‘Mulheres Radicais’ expõe força da arte feminina da América Latina

Nova mostra na Pinacoteca do Estado de São Paulo...

para lembrar

De uma certa idade

Numa era em que a beleza é considerada um...

Mãe Beata de Iemanjá – Por Fernanda Pompeu

No 20 de janeiro de 2017, Mãe Beata completou...

Eficiência e eficácia em políticas específicas

É uma ingenuidade defender que um determinado órgão conquiste...
spot_imgspot_img

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....
-+=