Mostra exibe os primeiros trabalhos do cineasta mineiro Joel Zito

Enviado por / FonteCorreio Braziliense

Por meio de site criado especialmente para o projeto, a Mostra Joel Zito Araújo – Uma década em vídeo inicia programação a partir de 22 de julho. O evento também será transmitido pela TV dos Trabalhadores, a TVT. Os filmes ficarão disponíveis por dez dias no site, que contará um catálogo documental em formato de e-book. O material será composto por uma entrevista com Joel Zito, diálogos com parceiros de trabalho, reflexões transversais sobre as obras, registros, e referências bibliográficas. Ao todo, serão exibidos nove filmes do cineasta mineiro, realizados entre 1987 e 1997.

discutidas em três debates em tempo real transmitidos pelo evento. Na roda, estarão os autores dos textos do catálogo: Bernardo Oliveira; Dácia Ibiapina; Débora Olimpio; Edileuza Souza; Ewerton Belico; Fabio Rodrigues; João Carlos Nogueira; Nicole Batista; Paulo Galo; e Vladimir Seixas, com mediação do crítico de cinema Juliano Gomes, editor dos textos.

Para completar o programa de atividades da mostra, serão exibidos ainda dois programas bônus: um em torno do material bruto do filme A exceção e a regra (1997) e outro de três episódios da série Vídeo popular – 30 anos depois, exibido pela TV dos Trabalhadores (TVT) em 2015, tendo Joel como apresentador. Além da parceria com a TVT, a mostra teve o apoio da TV PUC de São Paulo, responsável pela preservação do acervo da Associação Brasileira de Vídeo Popular (ABVP).

“A proposta desta Mostra que traz os meus primeiros dez anos de realizador cinematográfico foi uma surpresa para mim. Eu revisito com regularidade os meus longas para cinema, realizados a partir de 2000, mas meus curtas e médias estavam esquecidos. Redescobri as minhas escolhas e experiências narrativas e os desafios que vivi neste período que foi de intensa formação. O cinema que faço hoje já é muito mais amadurecido, mas é, seguramente, uma evolução do que fiz nesta época. Por outro lado, revê-los é também ver o que estava se passando com a juventude do cinema ligada aos movimentos sociais e à luta pela redemocratização do país e dos seus meios de comunicação. Porque todos estes curtas e médias foram frutos de um compromisso e parcerias com os movimentos sociais, especialmente os movimentos negros”, explica Joel Zito Araújo, em material de divulgação.

Entre os títulos, estão Nossos bravos (1987); Memórias de classe (1989); Almerinda, uma mulher de trinta (1991); Alma negra da cidade (1991); São Paulo abraça Mandela (1991); Homens de rua (1991); Retrato em preto e branco (1992); Eu, mulher negra (1994); A exceção e a regra (1997).

Serviço

Mostra Joel Zito Araújo – Uma década em vídeo (1987-1997)
Por meio do site oficial www.mostrajoelzitoaraujo.com.br e exibição pela TV dos Trabalhadores (TVT). De 22 de julho a 1º de agosto. Gratuito. Verificar a classificação indicativa dos filmes.

Programa de debates (Acesso também pelo site)

Sábado (24/7)

Às 19h30, abertura com Cida Bento e mediação de Juliano Gomes.

Segunda-feira (26/7)

Às 19h30, debate Das fábricas às ruas: memórias e atualidade das lutas trabalhistas. Com Paulo Galo, Ewerton Belico e Vladimir Seixas e mediação de Juliano Gomes.

Quarta-feira (28/7)

Às 19h30, debate Vanguarda das lutas: mulheres negras na conquista de direitos. Com Dacia Ibiapina, Débora Olimpio e Fabio Rodrigues Filho e mediação de Juliano Gomes.

Sexta-feira (30/7)

Às 19h30, debate Movimentos negros: faces de uma luta coletiva. Com Bernardo Oliveira, Edileuza Penha Souza e João Carlos Nogueira e mediação de Juliano Gomes.

Domingo (1º de agosto)

Às 19h30, Masterclass de encerramento. Com Joel Zito Araújo.

+ sobre o tema

Edson Cardoso, o Jacaré do É o Tchan, se firma como ator dramático

O baiano, que integra o programa 'Aventuras do Didi',...

Rapper angolano Malef ganha prémio em Festival Internacional de Hip Hop

O rapper Malef ganhou o prémio de melhor artista...

Olímpiadas 2012: Serena Williams na final após vitória arrasadora

A norte-americana Serena Williams está classificada para a final...

Mostra divulga produções artísticas da periferia de São Paulo

Por: Camila Maciel São Paulo – Cantar, recitar,...

para lembrar

Pesquisa revela que mulheres negras estão fora do cinema nacional

Apesar de ser a maior parte da população feminina...

A mulher negra no cinema brasileiro: uma análise de Filhas do Vento

RESUMO  O artigo apresenta uma reflexão sobre a mulher negra...

Ator de Deuses do Egito detona filme e o racismo de Hollywood

O ator Chadwick Boseman (“James Brown”), que vai interpretar...

Jardim das Folhas Sagradas: Um cinema com a cara do Brasil

Jorge Portugal Deve estrear em breve o filme "Jardim das...
spot_imgspot_img

Com 10 exibições que abordam a luta antirracista, Mostra do Cinema Negro tem sessões a partir de 4 de abril em Presidente Prudente

O Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) promove, entre os dias 4 de abril e 23 de maio, uma programação com dez filmes que celebram o cinema...

A Sombra do Sonho de Clarice

O longa-metragem convidado para ser exibido no Lanterna Mágica no dia 21 de março foi O Sonho de Clarice, de Fernando Gutierrez e Guto...

Quando  Orí Protagoniza Uma Sessão de Animação

Um dos destaques da programação da sexta edição do Lanterna Mágica, festival de cinema de animação que acontece entre os dias 19 e 24...
-+=