sexta-feira, janeiro 27, 2023
InícioEm PautaMovimentos, intelectuais e cineastas divulgam abaixo-assinado pedindo Joel Zito à frente da...

Movimentos, intelectuais e cineastas divulgam abaixo-assinado pedindo Joel Zito à frente da EBC

O diretor de cinema disputa a presidência da estatal com o jornalista Chico Pinheiro e a roteirista Antônia Pellegrino

Movimentos sociais, intelectuais, personalidades de diversos setores e cineastas divulgaram dois abaixo-assinados pedindo que Joel Zito, diretor de cinema e pesquisador, na presidência da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC).

Entre as mais de 200 assinaturas estão nomes como a filósofa Sueli Carneiro; o economista Hélio Santos; Sílvio Almeida, ministro dos Direitos Humanos; João Jorge Santos Rodrigues, presidente da Fundação Palmares; entre outros. Além dos cineastas Silvio Tendler, Lucia Murat, Lais Bodanzky e Estevão Ciavatta.

O abaixo-assinado desta quinta-feira (5), foi divulgado por cineastas. “Nós cineastas apoiamos o nome de Joel Zito Araújo, ex-membro do Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação – EBC, para a Presidência da EBC por considerar o seu engajamento na luta pela democratização das comunicações e pela construção de uma televisão pública de qualidade. A trajetória de Joel Zito demonstra a sua preocupação com a diversidade cultural e o comprometimento com a democracia e a justiça social”, diz o texto.

Na semana passada, outro abaixo-assinado circulou entre movimentos sociais, intelectuais e personalidades de diversos setores da sociedade. “Lista de apoios ao projeto de reconstrução da EBC, sob a liderança do cineasta Joel Zito Araújo e com base em projeto construído de forma coletiva nos últimos seis anos por movimentos sociais e trabalhadores”, diz o documento.

Concorrência

Joel Zito é um dos três nomes cotados para a presidência da EBC. O jornalista Chico Pinheiro e a roteirista Antônia Pellegrino completam a relação. A escolha caberá ao ministro da Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta.

Os abaixo-assinados apareceram após circular entre trabalhadores e dirigentes da EBC a informação de que Pellegrino é a favorita dos petistas para comandar a estatal. Desde o ano passado, servidores da EBC, após reuniões com movimentos sociais e especialistas do setor, decidiram apresentar e defender o nome de Joel Zito para ocupar a presidência da empresa.

No entanto, de olho no mercado digital e no modelo de TV inspirado nos serviços de streaming, o governo tem se inclinado a escolher Pellegrino, que é filiada ao PT e tem sua nomeação defendida pela primeira-dama Janja Lula da Silva.

Internamente, funcionários da EBC lembram que em 2020, Pellegrino anunciou que José Padilha dirigiria a série sobre a vida de Marielle Franco, produzida e roteirizada por ela e que será exibida pela Globoplay. Questionada sobre a possibilidade de escolher um profissional negro para dirigir a série, Pellegrino respondeu que escolheria um diretor negro “se tivesse um Spike Lee, uma Ava DuVernay [no Brasil]”.

Na época, a declaração teve péssima repercussão e Pellegrino recuou, pediu desculpas e disse que a série teria uma equipe técnica de profissionais negros e negras. “Peço perdão pela desastrosa declaração”, afirmou na época.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench