MP pede condenação de Nelson Piquet por ofensas racistas e homofóbicas contra Lewis Hamilton

Enviado por / FonteCNN, por Lucas Schroeder

Declarações do ex-piloto de Fórmula 1 brasileiro vieram à tona em junho de 2022

O Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) pediu, na última quarta-feira (8), a condenação do ex-piloto de Fórmula 1 Nelson Piquet por ofensas racistas e homofóbicas dirigidas ao piloto inglês Lewis Hamilton.

Após um acidente no Grande Prêmio de Silverstone em 2021, Piquet chamou Hamilton de “neguinho”. Além disso, ele proferiu ofensas de cunho homofóbico ao heptacampeão mundial.

De acordo com o MPDFT, as falas de Piquet configuram “violações aos direitos da vítima e da população negra e LGBTQIA+, considerando tanto o plano das normativas internacionais quanto nacionais”.

As declarações de Piquet, feitas em novembro de 2021, só vieram à tona em junho do ano seguinte. Na ocasião, o ex-piloto afirmou:

“O ‘neguinho’ [Lewis Hamilton] meteu o carro e deixou porque não tinha jeito de passar dois carros naquela curva. Ele fez de sacanagem. A sorte dele é que só o outro [Verstappen] se f*deu (…) o ‘neguinho’ devia estar dando mais o c* naquela época.”

Àquela altura, uma investigação se iniciou, mas foi arquivada por desinteresse da vítima.

Dessa vez, a ação foi apresentada por entidades e organizações sociais, como a Educafro e a Aliança Nacional LGBTI, que pedem a condenação e uma indenização por parte de Piquet.

+ sobre o tema

Esperança de justiça une mães de vítimas da violência policial no Rio

A longa espera por justiça é uma realidade presente...

Primeira mulher trans a liderar bancada no Congresso, Erika Hilton diz que vai negociar ‘de igual para igual’

A deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP) foi aclamada nesta quarta-feira como...

Estrela do Carnaval, ex-passista Maria Lata D’Água morre aos 90 anos em Cachoeira Paulista, SP

A ex-passista Maria Mercedes Chaves Roy – a ‘Maria...

para lembrar

Luísa Sonza fecha acordo por fim de processo por racismo contra advogada

A cantora Luísa Sonza fechou um acordo com a...

A vez da reparação

É novembro, mês de gente branca convidar gente preta...

Jogadoras de vôlei denunciam racismo de torcedores na Superliga B Feminina

Três jogadoras do Tijuca Tênis Clube denunciaram manifestações racistas...

Preconceito, homofobia e machismo não existem. E todo pobre pode ser rico

Por Leonardo Sakamoto O brasileiro não é racista. Nem machista. Muito menos...
spot_imgspot_img

Por que ser antirracista é tão importante na luta contra a opressão racial?

O Laboratório de Estudos de Gênero e História, da Universidade Federal de Santa Catarina, lança nesta quarta-feira (21) o quinto vídeo de sua campanha de divulgação...

Moção de solidariedade da UNEGRO ao Vai Vai 

A União de Negras e Negros Pela Igualdade (UNEGRO), entidade fundada em 1988, com  longa trajetória na luta contra o racismo e suas múltiplas...

Perfeição do racismo brasileiro transforma algoz em vítima

O racismo é um crime perfeito. É com essa frase que o antropólogo Kabanguele Munanga, uma das maiores autoridades do Brasil em estudos raciais, define...
-+=