Guest Post »

Feminicídio: Mulher com medida protetiva é morta por ex-marido em Carlos Gomes

Crime ocorreu após mulher voltar do trabalho, na madrugada desta terça (3).
Depois de invadir casa e matar a ex-companheira, o homem se suicidou.

Fonte: G1

por Igor Grossmann e Kelly Veronez

Uma mulher foi morta a tiros pelo ex-marido na madrugada desta terça-feira (3) em Carlos Gomes, na Região Norte do Rio Grande do Sul. O homem se suicidou após o crime, conforme informações da Polícia Civil.

A vítima, Juliana Jakubowski Kolassa, de 33 anos, manteve um relacionamento por 13 anos com o autor do crime, Roberto Carlos Kolassa, de 39. Eles tinham uma filha de oito anos.

Espingarda havia sido apreendida com Roberto após Juliana registrar boletim de ocorrência contra ele

O assassinato ocorreu de madrugada, após Juliana voltar do trabalho em um frigorífero da região. Roberto, que estava desempregado, arrombou a porta da casa dela, que tentou fugir.

Ela pediu socorro na casa do padrinho, que mora próximo. No entanto, antes dele abrir a porta, Roberto disparou cinco tiros contra Juliana, sendo quatro pelas costas. Como ela trabalhava à noite, a menina ficava na casa dos tios.

No último dia 19 de dezembro, a vítima registrou um boletim de ocorrência por ameaça contra o ex-companheiro. Na mesma data, foi deferida uma medida protetiva contra ele. Logo depois, a polícia apreendeu com Roberto uma espingarda calibre 12, da qual ele possuía registro válido.

Juliana e Roberto foram mortos com um revólver calibre 38, que a polícia ainda investiga a origem. Junto ao corpo do ex-marido foi encontrado um punhal. O caso será investigado pela Delegacia de Polícia de Viadutos, também na Região Norte.

Related posts