Mulher de 64 anos vira musa fitness após o fim de um relacionamento abusivo

Quem vê Wendy Ida, de 64 anos, com o corpo todo sarado nem imagina o motivo que a fez entrar em forma. A americana procurou uma academia pela primeira vez aos 43 anos depois de conseguir se livrar de um relacionamento abusivo, que destruiu sua autoestima.

Do Yahoo 

Reprodução/ Yahoo

Em entrevista ao “Daily Mail”, Wendy contou como a atividade física transformou a sua vida. “O exercício foi uma fuga. Não achei que sobreviveria àquela relação e quando consegui sair daquilo, sabia que precisava mudar”, contou.

Desde que começou a se empenhar, Wendy criou um ritmo intenso de exercícios e segue à risca uma dieta rigorosa, que inclui clara de ovos, muita proteína, peixe e vegetais. Isso fez com que ela perdesse 36 quilos. Hoje em dia com 52 quilos, ela já foi oito vezes campeã americana de levantamento de peso.

tumblr_inline_o7bqflcmq91txbnjj_540

Foto: Reprodução/ Yahoo

Detalhe importante: ela já é vovó e é claro que as pessoas não acreditam quantos anos ela tem. “As pessoas não acreditam e pedem para ver minha carta de motorista. Elas dizem que pareço ter trinta e poucos anos”, conclui.

A americana revela ainda que teve autos e baixos e que o resultado da mudança não foi de uma hora para outra.

“Muitas vezes emagrecia e depois engordava de novo. Mas a minha transformação aconteceu quando comecei a praticar levantamento de peso”, afirma.

“O exercício ajudou muito a minha autoconfiança, então decidi ajudar outras mulheres também. Elas chegam até mim sem nenhuma autoconfiança e dizem que sou a última esperança. Tempos depois me contam como estão bem e como a vida mudou. Dizem que eu as inspiro, mas elas me inspiram também. São elas que me fazem ir adiante”, disse.

+ sobre o tema

Gisele e a política

Ao solicitar ao Conar que suspenda os comerciais com...

IBGE: Casais gays ganham mais que casais heterossexuais

Percentual de casais gays é maior nas faixas de...

Pornografia infantil lidera denúncias enviadas à SaferNet

Pornografia infantil na internet liderou o número de casos...

Carta à Dilma – Feministas brasileiras manifestam total apoio a Ministra Luiza Bairros

Carta da Articulação de Mulheres Brasileiras à Presidenta Dilma Brasília,...

para lembrar

Apenas 18% das empresas no Brasil têm mulheres como presidente

Desigualdade também está presente em diretorias e conselhos, mas...

Machismo e violência

Atrás do balcão de uma locadora de filmes, uma...

Mulheres seguem ganhando menos que os homens, diz IBGE

O rendimento médio das mulheres brasileiras aumentou 28% entre...
spot_imgspot_img

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...

Ministério da Gestão lança Observatório sobre servidores federais

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) lança oficialmente. nesta terça-feira (28/3) o Observatório de Pessoal, um portal de pesquisa de...
-+=