Mulheres negras realizam marcha em SP na quarta (25)

Sob o eixo “Por nós, por todas nós e pelo bem viver! Exigimos o fim da negligência e violência do Estado!”, a Marcha das Mulheres Negras de São Paulo (MMNSP) volta às ruas, pelo terceiro ano consecutivo, por ocasião do Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, data que une as mulheres negras pela luta, pelo enfrentamento de todas as opressões que sofrem e pelo objetivo de superá-las.

Do  Fundação Perseu Abramo

Reprodução/Facebook

A marcha propõe um retorno à unicidade da luta negra e feminista, pois entende que seus direitos ainda estão longe de serem consolidados, uma vez que o racismo e o machismo seguem operando como gramáticas sociais.

No momento em que o Brasil atravessa uma grave crise política, com o desmantelamento de políticas públicas duramente conquistadas, com desmandos por parte de governos elitistas e conservadores, as mulheres negras de São Paulo levam para toda a sociedade questões que as afetam diretamente e que querem ver enfrentadas por todas as pessoas que acreditam em um novo projeto de nação e lutam pela consolidação da democracia.

O ato contará com a presença do grupo Ilu Obá De Min, além de diversas intervenções artísticas e falas de coletivos.

Serviço
Marcha das Mulheres Negras
25 de julho, quarta-feira
Concentração: 17h – Praça Roosevelt
Encerramento: Boulevard São João

+ sobre o tema

Boletim informativo da Plataforma Alyne em defesa das mulheres negras

  Boletim Informativo da Plataforma Alyne - Em Defesa das...

Deformar-se não é uma vitória contra o patriarcado

Esses dias, muita gente compartilhou no Facebook o depoimento...

O Curta o Gênero não para!

Dia 11 de julho, próxima sexta-feira, acontece o PÓS Curta...

Quem tem medo de Simone de Beauvoir?

|O segundo sexo | Clássico da literatura que abriu...

para lembrar

Jovens portugueses acham “natural” agressões no namoro

O número é enorme e preocupante: 27% dos jovens...

A Força das Mães Negras

Levantando-se contra a escravidão, o machismo e o preconceito,...

Ser mulher dói

Por mais, que facilmente se reconheça todos os estigmas...

Herança e testamentos digitais não são decisões bizarras

Relutei muito a decidir quem herdaria meus arquivos de...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Moraes libera denúncia do caso Marielle para julgamento no STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta terça-feira (11) para julgamento a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra...
-+=