Nascar confirma caso de racismo contra Bubba Wallace em Talladega e inicia busca pelos responsáveis

Foi encontrado dentro da garagem do carro de Bubba Wallace em Talladega Superspeedway uma corda de enforcamento, uma clara ameaça ao piloto após manifestações anti-racistas feitas por ele nas últimas semanas, as quais ocasionaram o banimento das bandeiras confederadas dos EUA na categoria.

“Estamos com raiva e indignados, e não podemos afirmar com força suficiente o quão seriamente lidaremos com esse ato hediondo. Lançamos uma investigação imediata e faremos todo o possível para identificar a(s) pessoa(s) responsável(is) e eliminá-la do esporte. Como declaramos inequivocamente, não há lugar para o racismo na NASCAR, e esse ato apenas fortalece nossa determinação de tornar o esporte aberto e acolhedor para todos.”, afirma a categoria em nota oficial.

A resposta da categoria veio em seguida de um depoimento do piloto em seu perfil oficial no Twitter, onde Bulla Wallace desabafou contra o racismo.

“Hoje, um ato de racismo me deixou bastante triste e serviu como uma lembrança dolorosa do quanto nossa sociedade deve ser persistente para combater o racismo. Nas últimas semanas, obtive muito suporte das pessoas ligadas à NASCAR, incluindo outros pilotos e membros de outras equipes, pelas minhas manifestações. Hoje, nosso esporte está comprometido em oferecer mudanças reais para tornar esta comunidade acessível à todos. Minha mãe me disse que ‘estão apenas querendo me assustar’, e eu queria dizer que isto não irá me quebrar. Não irei baixar minha cabeça e continuarei orgulhoso de seguir acreditando em minhas convicções.”, afirmou Bubba Wallace.

Nesta segunda-feira (22), a partir das 16h pelo horário de Brasília, será disputada mais uma etapa da Cup Series em Talladega. A corrida, originalmente marcada para o último domingo (21), foi adiada devido às fortes chuvas no local.

Certamente, o assunto repercutirá bastante entre os pilotos antes da corrida ser iniciada.

+ sobre o tema

PM tortura jovens ao acabar com baile funk

Policiais Militares, ao acabar com um baile funk no...

Circula ainda no DF cartilha racista da Polícia Militar

MPDFT recomenda recolhimento de cartilha com conteúdo racista produzida...

Especialista de universidade catalã aborda produção discursiva do racismo

  Racismo e discurso político é o tema da conferência...

Violência policial sobe em SP e no Rio, aponta relatório internacional

Em 2014, a polícia paulista foi responsável por 728...

para lembrar

Cotas raciais: Voto do Ministro Celso de Mello

Ministro Celso de Mello diz que cotas são um...

Ações afirmativas

Targino de Araújo Filho e Petronilha Beatriz Gonçalves e...

Datafolha comprova: protesto é justo

Pesquisa revela que a avaliação da população sobre o...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=