Natura Musical apresenta “30 semanas”, novo single de Rico Dalasam

A faixa, que chega acompanhada de um videoclipe, abre os caminhos para o novo álbum do rapper "Fim das Tentativas"

Após emplacar vários hits com o álbum DDGA, o rapper Rico Dalasam volta a lançar novas faixas que estarão presentes no novo disco Fim das Tentativas, que será lançado ainda em 2022. Desta vez, quem ganha o mundo é a faixa 30 Semanas, que chega às plataformas digitais acompanhada de um videoclipe, via edital Natura Musical.

Com a produção musical assinada por Dinho, que já é uma parceria antiga, e RDD, Rico traz as batidas do rap e trap flertando com o pagodão baiano e o piseiro para trazer a temática que vem marcando suas canções, o amor. Sempre romântico, dessa vez o rapper fala de superação após tantos desencontros. 

“30 semanas é o single onde retomo as composições de 2018 que não foram lançadas. É minha continuação nas canções populares. 30 semanas é uma farofinha sincera celebrando um coração recuperado após muito chororô”, contou.

A faixa ganhou um clipe em tom minimalista com direção criativa de Felipa Damasco, onde a dança e o movimento dos corpos negros ganham destaque, tudo costurado com a encenação de Dalasam, que chega apresentando um figurino robusto e imponente para cantar essa superação.

Fim das Tentativas foi selecionado pelo programa Natura Musical, através do Edital 2020, ao lado de nomes como Linn da Quebrada, Bia Ferreira, Juçara Marçal, Kunumi MC, Rico Dalasam. Ao longo de 16 anos, Natura Musical já ofereceu recursos para mais de 140 projetos no âmbito nacional, como Lia de Itamaracá, Mariana Aydar, Jards Macalé e Elza Soares.

“Nós acreditamos no impacto transformador que a música pode ter no mundo. E os artistas, bandas e projetos de fomento à cena selecionados pelo edital Natura Musical têm essa potência de mobilizar o público na construção de um mundo mais bonito, cada vez mais plural, inclusivo e sustentável”, afirma Fernanda Paiva, Head of Global Cultural Branding. 

Sobre Natura Musica

Natura Musical é a plataforma de cultura da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu cerca de R$ 174,5 milhões no patrocínio de mais de 518 projetos – entre trabalhos de grandes nomes da música brasileira, lançamento e consolidação de novos artistas e projetos de fomento às cenas e impacto social positivo. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do País e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais. Em 2020, o edital do Natura Musical selecionou 43 projetos em todo o Brasil e promoveu mais de 300 produtos e experiências musicais, entre lançamentos de álbuns, clipes, festivais digitais, oficinas e conferências. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente da música brasileira, com uma programação contínua de lives, performances, bate-papos e conteúdos exclusivos, agora digitalmente.

+ sobre o tema

Ser negro é nascer lutando

A força do movimento negro Por Patrick Chagas, do Diário de...

Medalha Abdias Nascimento do Mérito Afro-Brasileiro

 Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro DECRETO Nº...

Os desafios da comunidade negra

Adney Araújo de Abreu, nascido em São Paulo, na...

para lembrar

João Cândido: Ex-marinheiro morreu pobre aos 89 anos

Em 22 de novembro de 1910, inconformados com os...

Tecnologia inovadora conecta comunidades sem acesso à internet por meio de celulares simples

O sistema VOJO permite postagem em blogs e redes sociais por...

Xirê, a brincadeira lírica de Dú Oliveira!

Foi Vanda Machado quem tocou o segredo. Eu os...

O Brasil é um túmulo: o esquecimento dos memoriais africanos do Rio de Janeiro

Uma característica essencial dos povos humanos é a capacidade...
spot_imgspot_img

‘Está começando a segunda parte do inferno’, diz líder quilombola do RS

"Está começando a segunda parte do inferno", com esta frase, Jamaica Machado, líder do Quilombo dos Machado, de Porto Alegre, resumiu, com certo desânimo, a nova...

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

Inéditos de Joel Rufino dos Santos trazem de volta a sua grandeza criativa

Quando faleceu, em 2015, Joel Rufino dos Santos deixou pelo menos dois romances inéditos, prontos para publicação. Historiador arguto e professor de grandes méritos, com...
-+=