“Navio Atavos” sugere reflexão sobre a ancestralidade afro-descendente

Exposição gratuita pode ser conferida até 22 de setembro.

Do Itu

Contemplado pelo edital de cultura concurso nº 01/2016, o projeto “Navio ATAVOS“ organizado por Pola Fernandez junto ao Grupo de Mulheres Negras Saltenses Nyota está em exposição na Biblioteca Pública Municipal, sob entrada livre e gratuita até 22 de setembro (quinta-feira), e tem como objetivo o resgate da memória das Culturas tradicionais Afro-Brasileiras assim como a divulgação dessas memórias por meio da arte coletiva.

Ao som do Coral Vozes Afro, a montagem da exposição foi finalizada na noite de 25 de agosto, sob a presença de familiares, amigos, integrantes do Espaço Cultural Barros Junior e representantes do Museu Republicano de Itu.

A produção coletiva é um grande painel com o desenho de um navio negreiro sobre o mar, impresso em tecido, preenchido por bordados contendo frases do poema “Navio Negreiro” do Poeta Castro Alves, que mais sensibilizaram cada uma das integrantes. Junto a exposição há um painel explicativo, outro com o poema inspiração, além de fotos e vídeo contendo o processo de construção da mostra.

O Secretário de Cultura Marcos Pardim, presente na oportunidade, fez questão de reafirmar que o projeto é um relicário e merece ser visto por todos. Durante a fala da organizadora, foi possível compreender que o trabalho de bordados realizado coletivamente é, na verdade, um exercício de resgate da ancestralidade, por meio de conversas e rodas de aprendizado. O projeto está em desenvolvimento desde maio, porém, o relacionamento entre a artista e o grupo é antigo, resultando em belíssimos trabalhos anteriores, como “Atavos” e “Mulheres Bordadas – Fios do Passado”.

“Quisemos deixar esta marca numa obra de arte para que todos saibam, para que todos lembrem. É um símbolo de uma tomada de consciência e de reflexão”, finalizou Pola Fernandez.

Serviço:
Exposição “Navio Atavos”
Organizada por Pola Fernandez junto ao Grupo de Mulheres Negras Saltenses – Nyota
Biblioteca Pública Municipal de Salto
Local: Praça Paula Souza, nº 30, no Centro – Salto/SP
Exposição aberta até o dia 22 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e aos sábados, das 8h às 14h.

+ sobre o tema

para lembrar

Projetos de promoção da igualdade racial nos estados terão apoio da SEPPIR

Nessa etapa, serão priorizados os estados que ainda não...

Das 3.782 terras quilombolas do país, só 193 foram tituladas

Das 3.782 terras quilombolas do país, só 193...

Dia 20 de novembro é o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra

Algumas cidades brasileiras decretaram feriado nesta data O...
spot_imgspot_img

Como as escolas de samba nos ensinam sobre ancestralidade

Desde que foram criadas, escolas de samba têm sido espaços de ensino e aprendizado. Carregam no nome a sua missão: ser escola. Ensinam sobre...

Fórum da Noite dos Tambores: Encontro de Ritmo, Educação e Ancestralidade

Reunindo ritmo e ancestralidade, no dia 01 de dezembro, a 2ª edição do Fórum Tambor e Educação transformou a Fábrica de Cultura do Jardim...

Primeira mostra individual de Rafael Pereira na Galeria Estação, Lapidar Imagens celebra a altivez da negritude e dialoga com a estética provocativa do retrato modernista

Talento emergente, com uma produção de retratos personalíssimos que remetem ao figurativismo de caráter social da pintura modernista, Rafael Pereira é apresentado ao público...
-+=