No momento de glória de Clinton, o racismo de Trump alarma a direita

Candidato republicano adota tom mais contido após uma semana de ataques verbais contra um juiz por sua origem mexicana

Por MARC BASSETS, no El Pais 

Enquanto o Partido Democrata escolhia a primeira mulher candidata à Casa Branca, o Partido Republicano entrava em uma espiral autodestrutiva de críticas e lamentações pelo racismo de seu maior líder. As vociferações do candidato Donald Trump semeiam o pânico em seu partido. Após se juntarem a Trump nos últimos dias, vários dirigentes da direita se distanciaram do candidato na terça-feira. As dúvidas sobre se sua indicação foi um enorme erro que entregará a Casa Branca aos democratas, e talvez o Congresso, chegam ao mesmo tempo que o final do processo de indicação democrata e o início das alianças em torno de Clinton.

Na semana passada, Trump acusou o juiz federal Gonzalo Curiel de parcialidade por ser mexicano. Curiel, nascido nos Estados Unidos e cidadão norte-americano, se ocupa do caso da suposta fraude da Trump University, uma falsa universidade promovida pelo magnata nova-iorquino que oferecia aulas e conselhos para se investir no mercado imobiliário. O candidato republicano afirma que Curiel, por sua origem latina, está incapacitado para julgar o caso. De acordo com seus argumentos, a proposta de construir um muro entre o México e os EUA cria um conflito de interesses. Para o juiz.

O racismo de Trump não é uma novidade, mas poucas vezes ele o havia expressado de maneira tão rude. A ideia de vetar um funcionário público por sua origem étnica e nacionalidade viola todas as leis de qualquer democracia. O próprio Paul Ryan, presidente da Câmara dos Representantes e cabeça visível do establishment conservador, disse que as palavras de Trump eram racistas, mas se negou a retirar-lhe o apoio. O nacional-populismo de Trump pode apelar a um setor do eleitorado branco, mas afasta as minorias que cada vez mais têm peso maior nas eleições dos EUA.

 

Continue lendo aqui 

+ sobre o tema

Detenção de Mano Brown exemplifica a mensagem de Cores e Valores

Pedro Paulo Soares Pereira, 44 anos, também conhecido como...

A inteligência de cada um

Estudos mostram que a genética é crucial. Outros fatores...

Últimas tropas de combate dos EUA deixam o Iraque

Segundo redes americanas, tropas deixam o país em direção...

Manifestações livres sobre qualquer assunto

Por Leno F. Silva De novo, mais uma...

para lembrar

Justiça cassa 13 vereadores em São Paulo; advogado diz que lei não proíbe doações

Fonte:UOL - A Justiça Eleitoral de São Paulo cassou...

Milhares de pessoas marcham em Paris no maior protesto contra a reforma trabalhista

Pelo menos 60 presos e 40 feridos na marcha...

Procon-SP alerta sobre oferta de produtos nas redes sociais

Cada vez mais usadas como ferramentas para o...

Maioria acha que Obama não mereceu Nobel

Fonte: Blog Sérgio Dávila - Pesquisa Gallup divulgada hoje confirma...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=