sexta-feira, janeiro 27, 2023
InícioQuestão RacialViolência Racial e PolicialNOTA PÚBLICA – Chacina no Rio de Janeiro

NOTA PÚBLICA – Chacina no Rio de Janeiro

Mortes como as desses jovens, no entanto, reforçam o compromisso da SEPPIR em efetivar a promoção de ações e programas capazes de valorizar a vida da juventude negra.

A SEPPIR, em parceria com outros ministérios do Governo Federal, está articulada para promover ações de combate à violência que atinge a juventude brasileira, com notável vitimização da população negra. De acordo com o Mapa da Violência de 2011, entre os anos de 2002 e 2008, o número de vítimas brancas caiu 22,3% (de 18.852 para 14.650); enquanto o número de vítimas negras teve um crescimento de 20,2% (de 26.915 para 32.349).

Christian, Victor Hugo, Douglas, Glauber, Josias e Patrick não poderão usufruir conquistas como as ações afirmativas nas universidades, as oportunidades geradas pelas políticas de crescimento no mundo do trabalho e emprego, a participação da juventude negra na vida política do país em seu processo crescente de democratização. Mortes como as desses jovens, no entanto, reforçam o compromisso da SEPPIR em efetivar a promoção de ações e programas capazes de valorizar a vida da juventude negra, reconhecer seus nomes, afirmar positivamente seus corpos, apoiar suas famílias, valorizar suas iniciativas, criar estruturas e políticas capazes de ampliar suas oportunidades nas áreas de educação, trabalho, cultura, esporte e ciência e tecnologia.

A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) lamenta profundamente as mortes dos jovens Christian Vieira, Victor Hugo Costa, Douglas Ribeiro e Glauber Siqueira, Josias Searles e Patrick Machado e se solidariza com suas famílias.

 

Fonte: Ceert 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench