quarta-feira, dezembro 7, 2022
InícioQuestão RacialNovo livro de Elias Sampaio discute racismo na obra de Celso Furtado

Novo livro de Elias Sampaio discute racismo na obra de Celso Furtado

O economista Elias Sampaio lançará, no próximo dia 28, no auditório da Escola de Administração da UFBA, a partir das 18h30, seu mais novo livro: Dialogando com Celso Furtado – Ensaios sobre a questão da mão de obra o subdesenvolvimento e as desigualdades raciais na formação econômica do Brasil. Publicado pela Editora Hucitec, os escritos propõem uma reflexão crítica a respeito da interpretação de Furtado sobre o papel do negro na economia e na sociedade após a escravidão, tendo como ponto de partida os registros no clássico Formação Econômica do Brasil (FEB), do referenciado pensador brasileiro.

No Política Livre

O economista Elias Sampaio (Foto: Divulgação/Reprodução/Bahia Municípios)

“O conteúdo do trabalho propõe uma discussão de fôlego sobre a questão racial no Brasil numa perspectiva histórica, com uma abordagem crítica, uma reinterpretação da narrativa desse grande cientista social brasileiro [Celso Furtado]. É uma análise que expõe contradições em seu pensamento e convoca o leitor a refletir sobre algumas de suas principais proposições”, pontua Sampaio, que é ex-secretário de Promoção da Igualdade da Bahia, militante do movimento negro, professor e pesquisador, há mais de 30 anos, das convergências socioeconômicas em que figuram o elemento “raça” de forma central e decisivo.

No Prefácio do Livro, o professor doutor Reginaldo Souza Santos, revela que ‘Dialogando com Celso Furtado’, centraliza questionamentos e reflexões essenciais para a compreensão do universo em que nasce o livro, qual seja a percepção do autor do caráter racista em uma parte muito objetiva da obra de Furtado: “(…) o reduzido desenvolvimento mental da população submetida à escravidão provocará a segregação parcial desta após a abolição, retardando sua assimilação e entorpecendo o desenvolvimento econômico do país (…)”.

No texto de apresentação, o sociólogo e membro da Cátedra de Combate ao Racismo UFSC/Unesco, João Carlos Nogueira, destaca a relevância das questões trazidas por Sampaio, pois, segundo ele, o seu texto “fortalece nossos argumentos sobre as causas das desigualdades econômicas entre Negros e Brancos que persistem na atualidade” e “quebra dois paradigmas: a lógica do pensamento único sobre o clássico Formação Econômica do Brasil e transforma a sua crítica [de Elias Sampaio] numa produção acadêmica arrojada em forma de livro”.

Ainda assinam textos referenciando o livro o professor doutor Lívio Andrade Wanderley, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Economia da Faculdade de Economia da UFBA e o professor doutor Pedro Jaime, vencedor do Prêmio Jabuti de 2017 na área de Economia e Administração.

‘Dialogando com Celso Furtado’ será lançado neste novembro de 2019, após 30 anos de estudos e pesquisas de Elias Sampaio e, não por coincidência, é simbolicamente o período em que se intensificam os debates sobre a estrutura racista que ainda permeia a sociedade brasileira, em função das celebrações do 20 de novembro, mas também, o ano de 2019 marca ainda os 60 anos de FEB e da criação da Sudene, o mais importante organismo de Planejamento do Desenvolvimento Regional brasileiro criado por Celso Furtado.

Neste mesmo contexto, também se insere as celebrações dos 40 anos do Bloco Afro Olodum e do Núcleo de Pós-Graduação da Escola de Administração da UFBA (NPGA), que acolhe e promove o lançamento, cuja Escola EAUFBA, tal qual as emblemáticas obras de Furtado (FEB e Sudene), também completa seis décadas de existência.

Divulgação

Serviços

O que: Lançamento do livro Dialogando com Celso Furtado – Ensaios sobre a questão da mão de obra o subdesenvolvimento e as desigualdades raciais na formação econômica do Brasil

Quando: 28 de novembro de 2019, a partir das 18h30

Onde: Escola de Administração da UFBA – ao lado da Faculdade de Educação, Avenida Reitor Miguel Calmon s/n Vale do Canela, Salvador – BA

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench