O conto do Messi chavista por Cidinha da Silva

Por Cidinha da Silva
Comi a primeira mosca do ano. Enorme. Tratava-se de imagem do Messi comemorando gol. O argentino levantava a camisa do Barcelona e por baixo tinha outra com imagem do Chávez. Mesmo não sendo chavista, adorei. Era tapa de luvas nos colegas de futebol alienados e na mídia que quer matar o Chávez a todo custo, postei a imagem, nem me lembrei que o Barcelona não havia jogado por aqueles dias.
Para minha sorte e proteção, um rapaz do Texas fez troça da postagem apócrifa reproduzida por mim e contra-atacou com o Messi comemorando gol e homenageando a ele, autor da postagem, como alguém fizera com o presidente venezuelano. Rapidamente, tirei o mico de campo, que não sou boba.
Eu me vangloriava de não ter caído na esparrela da crítica apressada ao Morgan Freeman que teria feito um discurso pós-racismo. Sei que o afro-estadunidense médio tem consciência racial igual ou maior do que muitos líderes afro-brasileiros, notadamente os facebookianos de primeira geração. Para completar, alguém mais lúcido mostrou que se tratava apenas de fala descontextualizada do ator.
Também escapei do fim do mundo dia 12 de dezembro de 2012, por dois motivos, primeiro porque eu não sabia que o mundo acabaria, segundo porque achei de mau gosto o grosso da pilhéria sobre o caso. E no entardecer do dia estapafúrdio, cuja invenção foi atribuída aos Maia, os Zapatistas de Chiapas, seu legítimos herdeiros, depois de uma manifestação que reuniu milhares de pessoas silenciosas México afora, disseram: “escutaram? É o som do mundo de vocês desmoronando. E do nosso ressurgindo.”
Não engrossei o coro de bobagens sobre o fim do mundo, mas caí no conto do Messi chavista. Tivesse prestado mais atenção à lição dos Zapatistas não me iludiria com a esquerda festiva e inconseqüente.

+ sobre o tema

Marieta Severo fala de papel na novela, racismo e dos ataques que sua família recebe nas redes

Atriz cita retrocessos na sociedade, celebra ressurgimento do feminismo...

Marina diz em NY que não mudará a economia

Por: CRISTINA FIBE Candidata do PV pede fim de...

Às agressões humanas, a Terra responde com flores

Mais que no âmago de uma crise de proporções...

Lula chega a 47% na Vox Populi; maioria considera prisão injusta

“A prisão de Lula, da forma como ocorreu, parece...

para lembrar

Barco lotado de migrantes norte-africanos naufraga e 250 seguem desaparecidos

Entre 130 e 250 pessoas estavam desaparecidas e...

É impossível olhar para trás e não pensar no passado que temos pela frente

"É impossível olhar para trás e não pensar no...

Ficou muito fácil escolher o lado certo da História

Aos indecisos sobre o momento político brasileiro, há uma...

Apoio a Obama sobe 11 pontos após morte de Bin Laden, diz pesquisa

Sondagem foi feita pelo 'New York Times' e pela...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

“O Retorno” | Atlânticos em transe sob a lua de Luanda, por Cidinha da Silva. Ep.6

Minha irmã, tu não conhecerias Luanda se não tivesses passado pela corrupção institucional, te faltaria um pedaço importante de percepção desta terra de mártires...

“Inácia” | Atlânticos em transe sob a lua de Luanda, por Cidinha da Silva. Ep.5

— Senhora, senhora! Eu corri atrás da zungueira para entregar-lhe um galho seco e sem cheiro que caíra da bacia que carregava na cabeça....
-+=