Guest Post »

O estigma da raça: crianças negras, educação básica e racismo

Resumo

Resumo: Este artigo apresenta um fragmento do trabalho de pesquisa que abrange a Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais, no biênio 2011/2012, na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Trata-se de um estudo etnográfico que investiga o significado da cultura negra no contexto escolar da Escola Montezuma, localizada em Cachoeira, Estado da Bahia, ou, como os estudantes representam a cultura negra nesse contexto e suas relações com o mundo negro e africano. A compreensão das determinações materiais e históricas da desigualdade racial, em nosso País, e as possibilidades de superação das mesmas tomará corpo nessa comunicação ao se entrelaçarem com as temáticas raça e educação. Discutem-se estudos sobre relações raciais, identidade negra e representação de raça a partir de narrativas etnográficas elaboradas na interlocução com os grupos pesquisados. Esses extratos etnográficos referem aspectos do trabalho de campo em tal contexto, a partir da escolha metodológica de seguir os fluxos da prática da observação participante e de entrevistas semiestruturadas. Ressaltamos que, a partir da representação de raça desses estudantes, a descontinuidade das práticas pedagógicas e a desconexão com a vida social da comunidade obteve uma dimensão significativamente ampliada. O artigo mostra que ao se articularem os conceitos de raça e racismo e a noção de identidade cultural/racial dos sujeitos, mesmo quando inseridos numa comunidade negra, os mecanismos que contribuem para a disseminação do preconceito permanecem atendendo aos interesses da ideologia dominante.

Palavras-chaves: Identidade Negra. Educação Básica. Representação de Raça. Racismo.

por Beatriz Giugliani , do Canoas

iStockphoto

 

THE STIGMA OF RACE: BLACK CHILDREN, BASIC SCHOOL AND RACISM

Abstract: This paper presents a piece of research work covering Dissertation in Social Sciences in the biennium 2011/2012, the Federal University of Reconcavo of Bahia (UFRB). This is an ethnographic study that explores the meaning of black culture in the school context Montezuma School, located in Cachoeira, Bahia, how students represent black culture in this context and its relations with the world and black Africa. The understanding of the material and historical determinations of racial inequality in our country, and the possibilities of overcoming the same body that takes communication to intertwine with thematic race and education. We discuss studies on race relations, black identity and representation of race from ethnographic narratives developed in dialogue with the groups surveyed. These statements relate aspects of ethnographic fieldwork in this context, from the methodological choice to follow the flow of the practice of participant observation and semi-structured interviews. We emphasize that from the representation of race these students discontinuity in teaching practices and disconnection with the social life of the community obtained a significantly larger scale. The article shows that by articulating the concepts of race and racism and the notion of cultural/racial identity of the subjects, even when embedded in the black community, the mechanisms that contribute to the spread of prejudice remain serving the interests of the dominant ideology.

Keywords: Black Identity; Basic School; Representing Race; Racism.

Related posts