Pelo fim do Sexismo, da homofobia e intolerância religiosa nas Escolas brasileiras

iStockphoto

O Plano Nacional de Educação (PNE) acaba de ser sancionado pela presidenta Dilma Rousseff. Apesar de apresentar avanços segundo entidades atuantes na área de educação no Brasil, o processo de aprovação do PNE no Congresso sofreu ataques de lideranças políticas e religiosas conservadoras.

Fundamentalistas contrários aos direitos das mulheres e população LGBT pressionaram parlamentares que ignoraram a importância da discussão de gênero para a formação de cidadãos mais conscientes dos direitos dessa população. Mais uma vez prevaleceram ideias que perpetuam a discriminação e desinformação entre alunos e professores da rede pública. Para nós feministas a batalha não acabou.

Continuaremos lutando para que nossas crianças, adolescentes e jovens tenham acesso a informações e conhecimentos que contribuam para uma educação não sexista, não homofóbica e que respeite a diversidade religiosa no Brasil.

Neste vídeo, as Multiplicadoras de Católicas pelo Direito de Decidir comentam a retirada da questão de gênero do PNE, seu impacto na sociedade, falam sobre o ensino religioso obrigatório no país que impõe ensinamentos cristãos, violando a laicidade do Estado, ignorando ou desrespeitando a história de outras religiões, assim como apontam para a necessidade de que ativistas dediquem-se à construção de uma sociedade mais digna e justa para todxs, rechaçando a violência e discriminação de gênero.

 por José Carlos

Fonte: Combate Racismo Ambiental

+ sobre o tema

Liberdade para Ensinar e Aprender: Pesquisa Nacional Analisa Violências Sofridas por Educadores/as no Brasil

O Observatório Nacional da Violência contra Educadoras/es (ONVE), sediado...

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

No Brasil, das 163 milhões de pessoas com idade...

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de...

para lembrar

Histórias de vida

Morando há mais de 10 anos nas ruas de...

Desemprego entre mestres e doutores no Brasil chega a 25%

No mundo, a taxa de desocupação desse grupo gira...

Racismo, preconceito e ameaças de morte viram rotina em universidades públicas de São Paulo

Três ofensas graves foram registradas em um mês; especialista...

Geledés inicia formação em Raça, Gênero e Equidade na Educação Básica

Geledés está realizando o curso Formação de Gestoras e Gestores...
spot_imgspot_img

Candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no Enem

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou que todos os candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no pagamento da inscrição do Exame Nacional...

Liberdade para Ensinar e Aprender: Pesquisa Nacional Analisa Violências Sofridas por Educadores/as no Brasil

O Observatório Nacional da Violência contra Educadoras/es (ONVE), sediado na Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF) e criado em parceria com a...

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

No Brasil, das 163 milhões de pessoas com idade igual ou superior a 15 anos, 151,5 milhões sabem ler e escrever ao menos um...
-+=