OAB-SE aconselha tratar racismo como algo que “não existe”

A seccional de Sergipe da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SE) foi infeliz ao publicar em sua página no Facebook, uma campanha ao Dia Nacional da Consciência Negra, em que aconselha a tratar o racismo como se ele não ‘existisse’ . Diz o texto: “A igualdade existe quando não precisa discutir o que as pessoas são ou não são, elas simplesmente são. Por isso, para comemorar esse dia, vamos viver um mundo sem racismo, a começar pelo primeiro passo: não falar mais sobre isso”. Após várias críticas por parte dos internautas, a Ordem emitiu uma nota pública retratando-se. O presidente da seccional, Carlos Augusto Monteiro Nascimento, admitiu a infeliz colocação e ainda lançou um novo slogan, dessa feita, em reconhecimento do trabalho dos negros na construção do país e de Sergipe. (Com BN)

Por: Luciano Reis, no As Broncas do Luciano Reis

+ sobre o tema

Iniquidades raciais e as mudanças do clima

O verão brasileiro, embora conhecido pelas belíssimas praias, férias...

Conversas sobre o luto: quando uma mãe preta retorna ao mundo das encantadas

O encantamento é uma das principais heranças deixadas por...

E assim vamos nós, lutando pela existência de nossas gerações

Vamos que vamos! Frase muito usada por quem sonha...

Ser menina na escola: estamos atentos às violências de gênero?

Apesar de toda a luta feminista, leis de proteção...

para lembrar

A Luta Necessária por Luciana Nepomuceno

Luciana Nepomuceno   Quando eu era mais jovem eu...

Racismo, miscigenação e casamentos interraciais no Brasil

Texto de Alex Castro. Quando escrevo sobre racismo...

Grécia, França e Espanha, os países europeus mais antissemitas

O debate sobre o preconceito contra os judeus estoura...
spot_imgspot_img

Por que ser antirracista é tão importante na luta contra a opressão racial?

O Laboratório de Estudos de Gênero e História, da Universidade Federal de Santa Catarina, lança nesta quarta-feira (21) o quinto vídeo de sua campanha de divulgação...

Moção de solidariedade da UNEGRO ao Vai Vai 

A União de Negras e Negros Pela Igualdade (UNEGRO), entidade fundada em 1988, com  longa trajetória na luta contra o racismo e suas múltiplas...

Perfeição do racismo brasileiro transforma algoz em vítima

O racismo é um crime perfeito. É com essa frase que o antropólogo Kabanguele Munanga, uma das maiores autoridades do Brasil em estudos raciais, define...
-+=