Obama elogia cooperação mútua mas não esquece direitos humanos na China

Obama elogia cooperação mútua mas não esquece direitos humanos na China

Por: Pedro Caldeira Rodrigues

Washington, 19 jan (Lusa) — O Presidente dos EUA, Barack Obama, disse hoje esperar que a visita oficial do seu homólogo chinês Hu Jintao lance as bases de uma cooperação reforçada entre Washington e Pequim, mas também abordou a delicada questão dos direitos humanos.

Obama elogia cooperação mútua e fala na cerimónia de receção a Hu na Casa Branca, que deu início à visita de Estado do dirigente chinês aos Estados Unidos.

“Temos um enorme empenho no nosso sucesso mútuo”, disse Obama no seu discurso de boas vindas ao líder de Pequim. O Presidente norte-americano também recordou que as relações entre as duas maiores economias mundiais progrediram substancialmente nas últimas três décadas.

Fonte: Epa

+ sobre o tema

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança...

para lembrar

O silêncio da memória – por Denise Rollemberg

O Museu Jean Moulin, de Paris, em comemoração...

Nota sobre a abolição da escravidão e o racismo – blogagem coletiva 13 de maio

A abolição da escravidão é um tempo de longa...

Ataque de Ciro leva PT a suspender negociação em São Paulo

O PT de São Paulo suspendeu ontem as negociações...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...

Fome extrema aumenta, e mundo fracassa em erradicar crise até 2030

Com 281,6 milhões de pessoas sobrevivendo em uma situação de desnutrição aguda, a ONU alerta que o mundo dificilmente atingirá a meta estabelecida no...
-+=